Destaque:

Estado brasileiro na encruzilhada. JĂĄ sabemos o que a Globo quer... e vocĂȘ?

Queria poder dizer que criei esta montagem, mas nĂŁo... recebi de um seguidor no Facebook, como comentĂĄrio a um artigo anterior. rs ...

Receba novos posts por email!

26.9.17

👉 JUÍZA - OU MELHOR: "JURISTOCRATA" - DÁ VOZ DE PRISÃO A HOMEM NEGRO E POBRE POR ESTAR SENTADO NA CALÇADA DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO RJ (!)

../Desktop/colagem%20juiza%20facista%20copy.jpg


Do Facebook:


https://lh3.googleusercontent.com/RPk_XlKeY_46tomwwfghRgLmq2ltYn8K_KTsR0b-HdTDFJnG3eJ4tkGeqLkMXxdzPc6wUN6aBEBMi6TOy1sxAOBCbPug40hW5FZkd7RmdY8SrxYa7oQ7ml-WIZxzuHPQL4PWx_c
Romulus Maya


👉 JUÍZA - OU MELHOR: "JURISTOCRATA" - DÁ VOZ DE PRISÃO A HOMEM NEGRO E POBRE POR ESTAR SENTADO NA CALÇADA DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO RJ (!)


To falando: urge, no longo prazo...


- ... FECHAR O JUDICIÁRIO BRASILEIRO E COMEÇAR DO ZERO!


É a criminalização da pobreza!


Isso aí é só o começo...


"Voltou" (?) o infame crime de "vadiagem"!!


Direto lå da Inglaterra da Revolução Industrial, depois de cercadas as terras comunais e expulsos os camponeses que dela viviam desde tempos imemoriais, para benefício da "aristocracia" (aspas!).


E "crime" tambĂ©m na RepĂșblica Velha e no Estado Novo, pĂłs "abolição da escravatura" (aspas de novo!).


Visando, claramente, a criminalizar "malandros" e "capoeiras" = NEGROS POBRES.


SĂł falta, como na Inglaterra vitoriana, "internar" (PRENDER!) as pessoas pobres e sem emprego em "instituiçoes" de trabalho FORÇADO, para "tomarem jeito" e "vergonha na cara". Falo dos infames "paupers" internados nas subhumanas "workhouses" do SĂ©c. XIX.


InfĂąmia denunciada, entre outros, pelo grande romancista Charles Dickens.


Da Wikipedia:


"The English Poor Laws were a system of poor relief which existed in England and Wales[3] that developed out of late-medieval and Tudor-era laws being codified in 1587–98. The Poor Law system was in existence until the emergence of the modern welfare state after the Second World War.
(...)
The Poor Law Amendment Act[69] was passed in 1834 (...). The Act aimed to reduce the burden on rate payers.
(...)
It stated that no able-bodied person was to receive money or other help from the Poor Law authorities EXCEPT IN A WORKHOUSE. Conditions in workhouses were to be made harsh to discourage people from claiming. (!!)
(...)
The abuses and shortcomings of the system are documented in the novels of Charles Dickens and Frances Trollope and later in People of the Abyss by Jack London.
(...)
In 1846, the Andover workhouse scandal, where conditions in the Andover Union Workhouse were found to be inhumane and dangerous, prompted a government review and the abolition of the Poor Law Commission (...)"




*


Jornal GGN - A juĂ­za Yedda Christina Ching-san Filizzola, do PlantĂŁo JudiciĂĄrio do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, deu voz de prisĂŁo contra um cidadĂŁo negro, na noite da Ășltima sexta-feira, dia 22. O suposto crime praticado foi que o cidadĂŁo estava na calçada do prĂ©dio do FĂłrum, no Centro do Rio. Para a juĂ­za, ele se encontrava em ĂĄrea de perĂ­metro do FĂłrum, considerada "ĂĄrea de segurança".


O homem, negro e pobre, Ă© de Curitiba e queria ajuda financeira para comprar uma passagem de ida para SĂŁo Paulo. Com esse objetivo, foi ao prĂ©dio tentar apoio da Defensoria PĂșblica. Desorientado, ficou perambulando pela calçada e acabou sendo preso.


A defensora publica Mariana Campos de Lima tentou interceder, em vĂŁo, contra a prisĂŁo e gravou a cena.


A juíza ainda notificou a Defensoria, proibindo a publicação do vídeo.





O Haiti - pré-Revolução Francesa - é aqui:



Nenhum comentĂĄrio:

Postar um comentĂĄrio

Receba novos posts por email!