Destaque:

Estado brasileiro na encruzilhada. Já sabemos o que a Globo quer... e você?

Queria poder dizer que criei esta montagem, mas não... recebi de um seguidor no Facebook, como comentário a um artigo anterior. rs ...

Receba novos posts por email!

30.9.17

Catalunha: “cirandeiro” brasileiro faz “cobertura” (sic) do referendo - e criticando-nos

https://lh6.googleusercontent.com/qPqqJ2LwxJ6jjuvtQkrozlf4GqPkIK6-kZk9ESc2SEiKM3BY9JskUNdGSjbOJGwuKDXtcIo-UWlrylYjJ8tz2NjPCIMswqVCSp9_cEzPjkNhp_XHOsYaxqhizi3nqlEcgRHzAaY

Catalunha: “cirandeiro” brasileiro faz “cobertura” (sic) do referendo - e criticando-nos



*

No MEU perfil no Face:




aulo Follador
https://lh4.googleusercontent.com/bWMxqgsswyGgokiiZQqxr4V3O4FzFpjPoRO2kmVDf_nqRozG4Io6IrjyOGc8LzrGDg1dkfTk1Mp7_y5iNyVnwuxPWszZAgsDfpevrcQoZIbiU9ZZuSyZS2pv8oKLOkcYx-9DJmY
MEDIUM.COM


omulus Maya
Romulus Maya Cuidado com esse aí, hein.
Identitarismo radical LGBT, "psolismo difuso", anti-PT e adora causar nas redes sociais e bater boca para se promover. Antes de ser alertado, já fui quase vítima inadvertidamente. Mas saquei e deixei falando sozinho.


29.9.17

Cafezinho no WC 29/9: STF no Golpe e independência da Catalunha

👉Cafezinho no WC 29/9: STF no Golpe e independência da Catalunha




Mais sobre a atuação de Lewandowski e do STF no "impeachment" (aspas!) em:






*Retificação: o "PP", o partido de direita espanhol, é "Partido Popular". E não "Partido Progressista" (como o "PP" brasileiro). Explico o lapso: nem o de lá é "popular" e nem o de cá é "progressista", não é mesmo?

Visca Catalunya pais liure??

(palavra de ordem dos nacionalistas catalães:
"viva a Catalunha, país livre!")

Romulus, advogado internacionalista e blogueiro fala no programa Cafezinho no WC com Wellington Calasans sobre o independentistmo na Catalunha.


(referendo marcado para o domingo).


Mais uma vez falando verdades "inconvenientes", como: o partido nacionalista catalão é de direita, neoliberal ao extremo na gestão da Generalitat (governo local), por exemplo.


A esquerda sempre foi historicamente favorável à autonomia, mas contra a secessão. O operariado catalão - região mais industrializada do país, sempre foi crucial para o avanço da luta da classe trabalhadora - como um todo - na Espanha. Desde a redemocratização, o Partido Socialista Catalão, "irmão" regional do Partido Socialista Obrero Espanhol (PSOE), sempre foi forte na na Catalunha. Por exemplo, depois das queda do Franquismo, governou Barcelona (a capital) ininterruptamente por mais de 30 anos!
(1979-2011)

28.9.17

“Escolha (?) trágica”: publicar fotos da chacina na Rocinha


“Escolha (?) trágica”: publicar fotos da chacina na Rocinha

Por Romulus

Quem, diante disso, não reconhecer que a “guerra (literal!) às drogas”, no padrão imposto pelos americanos, falhou, ou tem forte déficit cognitivo ou simplesmente perdeu a sua humanidade.


A descriminalização das drogas é, de fato, um “tema moral”. Mas não (apenas) pelo juízo que cada um faz, em caráter pessoal, do consumo de drogas e do quão “facilitado” o acesso às mesmas deveria ser – ou não. É (muito mais) moral pelo extermínio étnico-social que nós, enquanto sociedade consumidora dessas drogas, de maneira esquizofrênica e burra (enxuga-se gelo - de sangue!) hipocritamente ordenamos. A cada nova “rodada” de barbárie.


Definitivamente, falhamos enquanto sociedade.


Falhamos enquanto seres humanos.


*


O Blog recebeu, de fonte confiável da comunidade de segurança pública do Rio de Janeiro, fotos e vídeos chocantes, mostrando o resultado “humano” (?) da invasão da Favela da Rocinha, no último fim de semana.


Registros feitos por policiais e pelos próprios moradores.


Bem-intencionado, sendo alguém que luta para preservar a sua humanidade num meio embrutecido e barbarizado, a fonte do Blog encaminhou esses registros no intuito de denunciar a selvageria.


E alertar a sociedade para a realidade de uma guerra que, POR ENQUANTO, ainda não chegou ao “asfalto”.

Identitarismo, imigrantes asiáticos e seus descendentes: brasileiros ou eternos forasteiros?

../../Desktop/colagem%20coreia%20do%20norte%20orientalism%20copy.jpg

Identitarismo, imigrantes asiáticos e seus descendentes: brasileiros ou eternos forasteiros?

Por Alexandre Kishimoto (& Romulus)

Nota - Romulus:


Texto escrito em resposta/ crítica a determinadas colocações feitas no post (de autoria coletiva, inclusive minha) <<Trump, Coreia do Norte e (mais?) “excesso” de “politicamente correto identitário”: “oriental” vs. “asiático”>>, de 22/9/2017.





IMPORTANTE:


Como haverão notado no tweet, o título original incluía ainda a expressão “xing-ling”.


Na minha ignorância (quando o termo surgiu já morava fora do Brasil), não sabia que era aplicado, de forma também pejorativa, a imigrantes asiáticos e descendentes no Brasil. Acreditava que valia tão somente para gadgets (bugigangas?) falsificados, made in China, de má qualidade e durabilidade.


O equivalente contemporâneo a, nos anos 1970/ 80 – época de economia fechada, dizer que algo importando era “paraguaio”.


(o que será que os paraguaios pensam disso, hein??
🤔)


Pois o Alexandre Kishimoto, coautor deste post, corrigiu a minha percepção equivocada e afirmou que o termo não só é usado de forma depreciativa para com os asiático-brasileiros, como, em consequência, é por eles percebido como extremamente ofensivo.


Lição aprendida, Alexandre... obrigado!


*


Passemos, então, ao texto dele.


*

Há sim ativismos políticos dos asiático-brasileiros há muito tempo no Brasil. E não se trata de nenhuma má tradução ou cópia do ativismo dos direitos civis dos EUA. O Perigo Amarelo, essa sim foi uma formulação vinda da xenofobia de lá e implementada com sucesso no Brasil nos anos 1920 e 1930. Nos debates acerca do branqueamento da população do país com as imigrações, ainda antes disso, os japoneses foram caracterizados pelos intelectuais e pela diplomacia brasileira como raça inferior, feia, insolúvel como enxofre e traiçoeira.


(Romulus: Certamente.
E mesmo antes disso: houve discursos de Senadores, registrados nos anais da Casa, refletindo esse preconceito racial.
No caso, na oportunidade – virada do Século XX – o Brasil mantinha política pró-imigração.
No “aftermath” da “Revolta dos Boxers”, havia grande pressão emigratória na China.
Pois houve Senador que foi à tribuna dizer que “era só o que faltava para a danação final do Brasil... como se já não bastassem os negros africanos para atrasar o país, ainda se cogita a vinda desses amarelos!”)


27.9.17

Vol. 2: o último aviso dos militares à Globo e ao Judiciário

Publicado 27/9/2017 - 8:24
Atualizado - 18:53
../../Downloads/Collagem%20Moro%20Temer%20Condor%20II%20Villas-Boas%20Marinho%20copy.jpg

Vol. 2: o último aviso dos militares à Globo e ao Judiciário

Por Romulus & “colaboradores”

Romulus: colaborador do blog acostumado a ler e decifrar mensagens expedidas pelo serviço de comunicação das Forças Armadas (e dos militares reformados) envia importante “decriptagem” de informe recente do Clube Militar – da maior relevância.


O conteúdo não será tão surpreendente para quem leu o artigo aqui publicado no último domingo, em que explicávamos que “‘golpe militar’ é pauta da GLOBO”, ao revelarmos os bastidores da movimentação das FFAA a partir da tão comentada fala do Gen. Mourão na Loja Maçônica em Brasília:





Diante do surgimento e disseminação de boatos OPOSTOS na militância (delirantes na opinião do Blog – e na de importantes lideranças do PT também!), dando conta de que “as FFAA pressionariam o STF a anular o impeachment e recolocar Dilma Rousseff na Presidência da República”, o Blog contatou novamente a nossa fonte para questões militares.


Sem novidades.


A fonte reiterou, enfaticamente:


  • Tanto o primeiro recado quanto o segundo (do Mourão) tinham endereço claro: o STF.


  • O Golpe de 2016 foi uma ação conjunta do Judiciário, Legislativo, mídia/ mercado.


  • Hoje, os que tentam tirar MT são apenas Judiciário e Mídia. São justamente esses os alvos do recado das FFAA.


  • A Globo está tentando lançar uma cortina de fumaça sobre o mesmo. Aproveita-se, para tanto, da ignorância generalizada na sociedade sobre os humores intra-quarteis. E também, como você bem colocou no seu artigo, do anacrônico “reflexo pavloviano” da esquerda quando ouve “golpe militar”.


  • Ora, a própria Globo também é alvo dos recados! Evidentemente, como costuma fazer, usa o seu poder midiático para “mudar a narrativa” (sic). Tenta transformar esse limão, extremamente ácido, em... caipirinha!


  • Caipirinha essa com a qual visa a manter o seu público – inclusive nas instituições (STF!) – embebedados. Tentam, dessa maneira, impedir que notem que “a música” há muito parou de tocar... para, assim, fazer com que sigam (artificialmente) “bailando”.


26.9.17

👉 JUÍZA - OU MELHOR: "JURISTOCRATA" - DÁ VOZ DE PRISÃO A HOMEM NEGRO E POBRE POR ESTAR SENTADO NA CALÇADA DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO RJ (!)

../Desktop/colagem%20juiza%20facista%20copy.jpg


Do Facebook:


https://lh3.googleusercontent.com/RPk_XlKeY_46tomwwfghRgLmq2ltYn8K_KTsR0b-HdTDFJnG3eJ4tkGeqLkMXxdzPc6wUN6aBEBMi6TOy1sxAOBCbPug40hW5FZkd7RmdY8SrxYa7oQ7ml-WIZxzuHPQL4PWx_c
Romulus Maya


👉 JUÍZA - OU MELHOR: "JURISTOCRATA" - DÁ VOZ DE PRISÃO A HOMEM NEGRO E POBRE POR ESTAR SENTADO NA CALÇADA DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO RJ (!)


To falando: urge, no longo prazo...


- ... FECHAR O JUDICIÁRIO BRASILEIRO E COMEÇAR DO ZERO!


É a criminalização da pobreza!


Isso aí é só o começo...


"Voltou" (?) o infame crime de "vadiagem"!!


Direto lá da Inglaterra da Revolução Industrial, depois de cercadas as terras comunais e expulsos os camponeses que dela viviam desde tempos imemoriais, para benefício da "aristocracia" (aspas!).


E "crime" também na República Velha e no Estado Novo, pós "abolição da escravatura" (aspas de novo!).


Visando, claramente, a criminalizar "malandros" e "capoeiras" = NEGROS POBRES.


Só falta, como na Inglaterra vitoriana, "internar" (PRENDER!) as pessoas pobres e sem emprego em "instituiçoes" de trabalho FORÇADO, para "tomarem jeito" e "vergonha na cara". Falo dos infames "paupers" internados nas subhumanas "workhouses" do Séc. XIX.


Infâmia denunciada, entre outros, pelo grande romancista Charles Dickens.


Da Wikipedia:


"The English Poor Laws were a system of poor relief which existed in England and Wales[3] that developed out of late-medieval and Tudor-era laws being codified in 1587–98. The Poor Law system was in existence until the emergence of the modern welfare state after the Second World War.
(...)
The Poor Law Amendment Act[69] was passed in 1834 (...). The Act aimed to reduce the burden on rate payers.
(...)
It stated that no able-bodied person was to receive money or other help from the Poor Law authorities EXCEPT IN A WORKHOUSE. Conditions in workhouses were to be made harsh to discourage people from claiming. (!!)
(...)
The abuses and shortcomings of the system are documented in the novels of Charles Dickens and Frances Trollope and later in People of the Abyss by Jack London.
(...)
In 1846, the Andover workhouse scandal, where conditions in the Andover Union Workhouse were found to be inhumane and dangerous, prompted a government review and the abolition of the Poor Law Commission (...)"




*


Jornal GGN - A juíza Yedda Christina Ching-san Filizzola, do Plantão Judiciário do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, deu voz de prisão contra um cidadão negro, na noite da última sexta-feira, dia 22. O suposto crime praticado foi que o cidadão estava na calçada do prédio do Fórum, no Centro do Rio. Para a juíza, ele se encontrava em área de perímetro do Fórum, considerada "área de segurança".


O homem, negro e pobre, é de Curitiba e queria ajuda financeira para comprar uma passagem de ida para São Paulo. Com esse objetivo, foi ao prédio tentar apoio da Defensoria Pública. Desorientado, ficou perambulando pela calçada e acabou sendo preso.


Eleições na Alemanha: Programa "Cafezinho no WC" - 25/9


Eleições na Alemanha: Programa "Cafezinho no WC" - 25/9

Apresentador Wellington Calasans e o advogado e blogueiro Romulus discutem significado da eleição na Alemanha, divergindo das manchetes da grande mídia.


*

 Atualização:  explicando um pouco mais num grupo de pessoas de formação jurídica defensoras da democracia

Novo golpe Globo/ Judiciário: candidatos (midiáticos!) “avulsos”


Novo golpe Globo/ Judiciário: candidatos (midiáticos!) “avulsos”

Quer dizer...
Não são "candidatos midiáticos", não, sabe...
São apenas... hmmm... "pessoas da sociedade" (!) ...
"De fora da ('maldita') política" (!), entendeu?
Sei... ¬¬

Por Romulus

O juiz que liberou a candidatura avulsa deve ter baseado a decisão naquela tese da Flávia Piovesan...

(de ANTES de a Doutora se vender ao Golpe por uma cadeirinha na Corte Interamericana de Direitos Humanos)

- ... tese de que tratados de direitos humanos seriam internalizados com a força de emenda à Constituição.
Certamente o dispositivo constitucional requerendo filiação partidária para sair candidato NÃO é cláusula pétrea.
O problema é que essa tese de Piovesan perdeu força depois da promulgação da Emenda Constitucional 45, que acrescentou mais um parágrafo ao Art. 5o (das garantias e direitos individuais, a nossa “bill of rights”).
O tal parágrafo prevê que tratados de DDHH (Direitos Humanos) terão, sim, força de emenda à Constituição...

MAS...

- ... nesses casos requer o MESMO quórum de aprovação de emendas (3/5; 2 turnos).

- E não a maioria simples da aprovação de tratados em geral (igual ao de leis ordinárias).
Esse tema em particular, da candidatura avulsa, vai ser decidido pelo STF mesmo.
Com meu ex-Professor Luis Roberto Barroso - sempre ele! - como patrono de (mais uma) tentativa de assassinato da (classe) política.
Isso porque a dúvida sobre o status dos tratados de DDHH internalizados ANTES da EC45 permaneceu.

E isso inclui a Convenção Interamericana de DDHH!

É com esse "limbo jurídico" que os juristocratas (Barroso à frente) e a Globo querem jogar.

Digo, GOL-PE-AR!


Acorda, mané: “golpe militar” é pauta da GLOBO! - bastidor da movimentação das FFAA

Publicado 24/9/2017 - 16:49
Atualizado 25 e 26/9/2017 - 04:00
../../Downloads/Collagem%20Moro%20Temer%20Condor%20II%20Villas-Boas%20Marinho%20copy.jpg

Acorda, zé mané: “golpe militar” é pauta da GLOBO! - o bastidor da movimentação das Forças Armadas

Por Romulus


E – mais uma vez! – a blogosfera progressista está perdidinha...


Até quando, Senhor?!


*


Lembram daquela fonte do Blog que nos ajudou a ANTECIPAR, meses atrás, a dramática virada no julgamento da delação da JBS pelo STF?


(Virada essa a favor da “pacificação nacional”...
- ... que eu prefiro, aqui no Blog, chamar de “Acordão” mesmo...
Sem nenhum eufemismo!
Ou problema maior!
Não se faz omelete sem quebrar os ovos, não é, Dona Benta??)


Virada essa impondo uma clara derrota à Globo, à “República de Curitiba” e aos “juristocratas” em geral?


(capitaneados, na Corte, pelo Ministro Luis Roberto Barroso)





*


Pois então...


É evidente que, num momento em que as FFAA entram – ou melhor: “são entradas” (!) – elas mesmas na pauta político-midiática, eu buscaria saber o que aquela fonte tem a nos contar dos bastidores.

Receba novos posts por email!