Destaque:

Estado brasileiro na encruzilhada. Já sabemos o que a Globo quer... e você?

Queria poder dizer que criei esta montagem, mas não... recebi de um seguidor no Facebook, como comentário a um artigo anterior. rs ...

Receba novos posts por email!

11.12.19

"Vão ter que me engolir": o D.E. está de volta! – D.E. 11/dez/2019





Destaques:
(i) Romulus Maya faz a análise da conjuntura política, hoje com ênfase na volta do D.E. ao ar, depois de sabotagem pesada, e nos sinais emitidos ontem -- importantíssimos -- sobre o estágio atual da dinâmica Lula vs. Golpe.
(ii) O jornalista Beto Almeida, da Telesur, comenta a conjuntura política no Brasil e no continente.

6.12.19

Mundo em ebulição. E o Brasil? – D.E. 6/dez/2019





Destaques:

Romulus Maya e o editor da Gazeta Revolucionária, Alejandro Acosta, analisam a conjuntura política no Brasil e na América do Sul. Participação especial de Angelica Lovatto, narrando a vitória da mobilização ontem na ALESP.

5.12.19

O Deep State age – D.E. 5/dez/2019





Destaques:
(i) Romulus Maya faz a análise da conjuntura política.
(ii) O historiador Mario Maestri comenta: “De Pisa a Paraisopolis: vitrines da surda guerra de classes no Brasil”.
(iii) Vamos discutir os caminhos para a superação do capitalismo dependente no Brasil? Nesta quinta, a socióloga Angélica Lovatto propõe trazer para a arena da luta contemporânea o pensamento do maior formulador da Teoria Marxista da Dependência: “Ruy Mauro Marini e a dialética da dependência”.

4.12.19

TRF-4: criminoso (EUA) volta à cena do crime? – D.E. 4/dez/2019





Destaques:
(i) Romulus Maya faz a análise da conjuntura política.
(ii) O jornalista Beto Almeida, da Telesur, comenta a conjuntura política no Brasil e no continente.
(iii) Alejandro Acosta, editor da “Gazeta Revolucionária”, comenta os últimos acontecimentos em: Uruguai, Chile, Bolívia e Colômbia.

3.12.19

Novo Código Penal Militar endurece regras: “Máquina para coagir militares”, diz advogado

Novo Código Penal Militar endurece regras: “Máquina para coagir militares”, diz advogado



Entre as diversas medidas que tramitam de forma velada no Congresso Nacional, sem qualquer pronunciamento forte da parte de parlamentares e entidades de representação de classe, encontram-se Projetos de Lei que possuem como característica empoderar uma casta de militares de alta patente e juristocratas com fins de gerar uma nova ordem constitucional, paralela (como os Atos Institucionais do Regime Civil-Militar de 1964-1985). Um desses dispositivos diz respeito a mecanismos de controle, monitoramento e forte vinculação dos militares subalternos em relação a qualquer ordem, mesmo ilegal ou inconstitucional, da parte do agente público de hierarquia superior.
O que se busca construir é um modelo normativo que aumente o nível de pressão e proibição aos militares de hierarquia inferior tendo em vista cenários de aprofundamento de medidas de exploração econômica e social do povo brasileiro, combinados a processos de violência e possíveis ameaças sociais. Tais medidas só podem funcionar, contra todos os brasileiros, se os agentes militares e policiais de baixa patente — a quem caberá tal repressão — forem devidamente enquadrados, também na forma de ameaças e coação.

Os últimos disparos na guerra híbrida – D.E. 3/dez/2019





Destaques:
(i) Romulus Maya faz a análise da conjuntura política.
(ii) O economista Nildo Ouriques comenta: "Frente Ampla: os limites insuperáveis da conciliação de classes".
(iii) O antropólogo Piero Leirner comenta os últimos disparos na guerra híbrida.

2.12.19

#DarioMesser: Dallagnol tenta barrar acesso a documentos! – D.E. 2/dez/2019





Destaques:

(i) Romulus Maya faz a análise da conjuntura política, hoje com ênfase em novo furo do Duplo Expresso: procuradores da Lava Jato de Curitiba, incluindo Deltan Dallagnol e o agora já célebre Januário Paludo, tentam barrar acesso aos documentos da Odebrecht (de onde apagaram, entre outros, #DarioMesser) -- agora em Brasília.
(ii) O cientista político Felipe Quintas comenta: "Energia do ponto de vista das ciências sociais".

1.12.19

Casa caiu em Curitiba: #DarioMesser – D.E. de Domingo 1/dez/2019





Destaques:
Duplo Expresso de Domingo, com Romulus Maya, o penalista Fernando Nogueira e o especialista em ciber-segurança e tecnologia “Caos Soberano”.
Temas:
(i) dois anos depois (!), o PIG e o  PIGuinho Vermelho “descobrem” mesada que o “doleiro dos doleiros” #DarioMesser paga em Curitiba – desde os tempos de #Banestado, passando pela Lava Jato -, para não ser incomodado;
(ii) o mapeamento da economia ilegal;
(iii) PL 443/2019, uma das mais sinistras pernas do “Patriot Act” Tabajara/ Novo AI-5.

28.11.19

"Por que não tem luta?" TRF-4 deixou claro...

"Por que não tem luta?" TRF-4 deixou claro...

Celso Daniel: a verdade (finalmente) e a chantagem da Lava Jato

TRF-4: o que realmente aconteceu (só no D.E.!) – D.E. 28/nov/2019





Destaques:
(i) Romulus Maya faz a análise da conjuntura política, com ênfase na coleção de C.Q.D.s coletados ontem, durante e após o "julgamento" (sic) de Lula no TRF-4. Só aqui você soube antes. E só aqui vai saber o que vem por aí. Cuidado: sem nenhuma vergonha, o "PIGuinho vermelho" já toca uma nova flauta mágica, embalada por acordes do (traíra!) "PT Jurídico"...
(ii) Direto de Buenos Aires, o analista internacional Eduardo Jorge Vior comenta: "De Buenos Aires a Tel Aviv: Trump busca recuperar o controle. Qual a relação entre o caso D'Alessio, o pedido de prisão do ex-presidente do Paraguai e a crise política em Israel? Muita!".
(iii) O historiador Mario Maestri lança a sua navalha, afiadíssima, sobre a política brasileira.
(iv) A socióloga Angelica Lovatto vai continuar aproveitando a oportunidade de discutir a conjuntura latino americana e do Brasil, a partir dos pensadores hereges e malditos, esquecidos pela historiografia do país. Nesta quinta, a Teoria Marxista da Dependência será tratada a partir de uma grande autora brasileira: “O capitalismo dependente latino-americano na obra de Vânia Bambirra”.
(v) O penalista Fernando Nogueira Martins chega ao final para comentar, também, o "julgamento" (sic) do TRF-4. E as perspectivas de luta: para Lula e para nós.

27.11.19

Dia D para entender o jogo – D.E. 27/nov/2019





Destaques:
(i) Romulus Maya faz a análise da conjuntura política, no dia em que o TRF-4 julgará a segunda condenação de Lula, no processo do sítio de Atibaia. Uma das chaves para a compreensão do momento atual do jogo.
(ii) O economista Nildo Ouriques comenta:"Frente Ampla: os limites insuperáveis da conciliação de classes".
(iii) O jornalista Beto Almeida, da Telesur, comenta a conjuntura política no Brasil e no continente.

26.11.19

Bastidores: como Lula e Gleisi derrotaram golpe dentro do PT – D.E. 26/n...





Destaques:
(i) Romulus Maya faz a análise da conjuntura política, hoje com destaque para os bastidores da articulação de Lula que derrotou a infiltração do Golpe dentro do PT, fazendo a sua candidata à presidência da sigla, Gleisi, ganhar. E de muito! Coisas que você só ouve no D.E...
(ii) O economista Nildo Ouriques comenta:"Frente Ampla: os limites insuperáveis da conciliação de classes".
(iii) O antropólogo Piero Leirner comenta os últimos disparos na guerra híbrida.

25.11.19

Sinais e perspectivas – D.E. 25/nov/2019





Destaques:
(i) Romulus Maya faz a análise da conjuntura política.
(ii) O cientista político Felipe Quintas comenta: "A Agenda Social que o Brasil precisa".
(iii) Alejandro Acosta, editor da "Gazeta Revolucionária", comenta os últimos acontecimentos em: Uruguai, Chile, Bolívia e Colômbia.

24.11.19

Brasil, Bolívia e a coca: dois “Narco-Golpes”? É o pó, estúpido!

Brasil, Bolívia e a coca: dois “Narco-Golpes”? É o pó, estúpido!

E, aos poucos, o desenho do “Evangelistão do Pó” vai ficando cada vez mais claro, não apenas no Brasil mas em toda a região. Infelizmente, mais uma vez o D.E. acerta: Moro, Generais do GSI e o… PCC (!)

21.11.19

“Cui Bono” (finalmente): quem matou Marielle? E por quê?

“Cui Bono” (finalmente): quem matou Marielle? E por quê?



Atualizado: (i) o segundo carro envolvido, ocultado pelos “investigadores”; (ii) o esquema de placas fantasma; (iii) a impossibilidade física; (iv) o plano dos mandantes do crime.
EXCLUSIVO: as “esquisitices” apontadas pelos laudos da perícia criminal do local do assassinato, contradizendo a narrativa oficial em diversos pontos. Sim, temos os laudos! E também a análise dos mesmos, feita por perito veterano, amigo do blog.

"#TicTac": a "bomba" sobre Marielle e os Bolsonaro – D.E. 21/nov/2019





Destaques:
(i) Romulus Maya faz a análise da conjuntura política, hoje com detalhes sobre a bomba relógio anunciada ontem, viral, sobre um suposto envolvimento dos Bolsonaro no assassinato de Marielle. Novidades aí?
(ii) O historiador Mario Maestri comenta: “Lula, o petismo e a natureza do escorpião esperto”.
(iii) A socióloga Angelica Lovatto vai aproveitar os temas atualíssimos da conjuntura e sugerir: o que Darcy Ribeiro teria a falar da atual conjuntura brasileira e latino americana? Será o primeiro de quatro programas onde se discutirão autores hereges e renegados do pensamento brasileiro. O de hoje tem o título: “A iracúndia de Darcy Ribeiro”.

19.11.19

América Latina pega fogo. E o Brasil? – D.E. 19/nov/2019





Destaques:
(i) Romulus Maya faz a análise da conjuntura política.
(ii) O economista Nildo Ouriques comenta: "Chile, Equador, Bolívia... Brasil!".
(iii) Alejandro Acosta, editor do jornal "Gazeta Revolucionária", traz as últimas informações sobre os levantes na América do Sul.

15.11.19

"República"? Brasil caminha para antes da Independência! – D.E. 15/nov/2019





Destaques:
(i) Romulus Maya faz a análise da conjuntura política.
(ii) O advogado e comunicólogo Luiz Ferreira Jr. comenta: “guerras institucionais no cenário latino-americano – lawfare continental?”.
(iii) O analista político popular Claudio Pacheco e o antropólogo João de Athayde passam a semana em revista.

14.11.19

Exclusivo: tudo sobre a armação na embaixada da Venezuela – D.E. 14/nov/...





Destaques:
(i) Romulus Maya faz a análise da conjuntura política.
(ii) O historiador Mario Maestri comenta: "Lula sai da prisão e, em liberdade, grita forte ... 'Fica Bolsonaro'".
(iii) A socióloga Angelica Lovatto comenta: “Hereges e renegados no pensamento brasileiro: a iracúndia de Darcy Ribeiro”.

13.11.19

Conseguimos: "Patriot Act" Tabajara em pauta. Chega a Lula? – D.E. 13/no...





Destaques:
(i) Romulus Maya faz a análise da conjuntura política, hoje com ênfase na vitória da rodada: não conseguem mais esconder o “Patriot Act” Tabajara/ Novo AI-5. Bolha PIG-PIGuinho vermelho foi furada. Parabéns, expressonauta! Agora precisa chegar a Lula!
(ii) O jornalista Beto Almeida, o homem por trás do projeto da Telesur, com as últimas sobre o golpe na Bolívia e o levante no Chile.
(iii) O engenheiro João Ribeiro, especialista em engenharia aeroespacial e Vice-Presidente da Academia Brasileira de Engenharia Militar, comenta a lesividade do acordo com os EUA para a entrega da Base de Alcântara, aprovado ontem pelo Senado “da República” (?).
(iv) O economista Mauricio Mulinari, do IELA/ UFSC, comenta: “Direitos trabalhistas, sindicatos e o Estado social: constituição e destruição”.

9.11.19

“Lula livre”: quem o libertou? Está (mesmo) livre? Se não, como liberta-lo? (junto com o Brasil)

“Lula livre”: quem o libertou? Está (mesmo) livre? Se não, como liberta-lo? (junto com o Brasil)



A gente sabe duas coisas: 1) o STF alavancou TUDO o que se passou de 2014 até aqui. Ele é tutelado por quem manda de fato, os militares; 2) não houve nenhum tipo mudança estrutural na correlação de forças até agora: a) o projeto de entrega do Brasil segue adiante, sem enfrentar maiores problemas; b) o projeto de fechamento do regime também segue adiante, e a assim chamada oposição ainda colabora, silenciando; c) os alinhamentos internacionais que o Brasil fez continuam os mesmos; d) nada mudou no plano ideológico, tudo está onde sempre esteve. Se está tudo assim, então cabe também notar que Lula saiu por vontade das forças constituídas. Que fazer?

3.11.19

Quem matou Marielle: a live – D.E. de Domingo 3/nov/2019





Destaques:
A equipe reune-se para esmiuçar e debater as graves revelações da última bomba do D.E., o artigo "“Cui Bono” (finalmente): quem matou Marielle? E por quê?". Duplo Expresso de Domingo, com Romulus Maya, o penalista Fernando Nogueira e o especialista em ciber-segurança e tecnologia "Caos Soberano". Imperdível!

“Cui Bono” (finalmente): quem matou Marielle? E por quê?

“Cui Bono” (finalmente): quem matou Marielle? E por quê?

Marielle - EXCLUSIVO: as "esquisitices" apontadas pelos laudos da perícia criminal do local do assassinato, contradizendo a narrativa oficial em diversos pontos. Sim, temos os laudos! E também a análise dos mesmos, feita por perito veterano, amigo do blog.

“Cui Bono” (finalmente): quem matou Marielle? E por quê?

“Cui Bono” (finalmente): quem matou Marielle? E por quê?: Sim, os Bolsonaro são parte da trama. Mas de forma ainda mais sinistra do que vem especulando o senso comum na atualidade

21.10.19

“Kompromat”: sexo, crime, dinheiro, chantagem – o explosivo submundo da disputa pelo PT

“Kompromat”: sexo, crime, dinheiro, chantagem – o explosivo submundo da disputa pelo PT



O termo “Kompromat” refere-se ao jargão da inteligência russa, de uso já universalizado, para denotar operações de coleta de informações comprometedoras sobre determinado indivíduo para utilização em chantagem e manipulação, tipicamente com finalidades políticas. E não seria muito diferente no relato abaixo. A diferença é que sai de cena a fria Rússia dos romances de espionagem e entra, no seu lugar, a grande São Paulo. E o calor da disputa pela Presidência do PT, maior partido de oposição no Brasil, a ser decidida em apenas quatro semanas, no congresso nacional do partido.
O relato do “kompromaPT”, e o acerto subsequente, foi apurado e checado com (i) fontes no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, onde o caso é de amplo conhecimento; (ii) dirigente da CNB, a tendência de Lula, onde também é bastante conhecido; e (iii) fontes na Segurança Pública do Estado de São Paulo.

O fechamento do(s) regime(s) e as Américas em chamas – D.E. 21/out/2019

20.10.19

Os gols (contra?) da rodada – D.E. de Domingo 20/out/2019

Chamada: D.E. de Domingo!

Chave: como derrotar o ataque híbrido ao Brasil

Na trave! Como Glauber Braga – e D.E. – adiaram fechamento do regime

Na trave! Como Glauber Braga – e D.E. – adiaram fechamento do regime



Trabalho conjunto do Duplo Expresso com o Deputado Glauber Braga já constitui — concretamente — obstáculo ao “Patriot Act” Tabajara e ao fechamento — clandestino — do regime no Brasil.
Foi Glauber quem forçou, nesta semana, a retirada de pauta de uma das suas pernas mais terríveis, o PL 1595/2019, do Deputado Major Vitor Hugo — treinado a vida toda no Exército para operações de “inteligência” (arapongagem). E controle.
Se não houvesse Duplo Expresso tinha passado. Sem ninguém saber. Simples assim.
Não sabe quem é Vitor Hugo, o homem que o Exército colocou, cuidadosamente, como líder do Governo na Câmara?
Pois segue a ficha completa. Bem como seus — terríveis — planos para o Brasil.

9.10.19

A conjuntura política (9/out/2019)

Bolsa: gringos metem o pé. D.E. avisou… – D.E. 9/out/2019

Bolsa: gringos metem o pé. D.E. avisou… – D.E. 9/out/2019

Destaques:
(i) Romulus Maya faz a análise da conjuntura política.
(ii) O cientista político Eduardo Jorge Vior comenta, direto de Buenos Aires, as semanas decisivas para a eleição argentina e a crise no Equador.
(iii) Alejandro Acosta, editor do jornal “Gazeta Revolucionária”, comenta a paralisia do movimento sindical diante da perspectiva de privatização das nossas grandes estatais: Petrobras, Correios, Eletrobras, BB, CEF e mais educação e saúde públicas. O que está acontecendo?

Bolsa: gringos metem o pé. D.E. avisou... – D.E. 9/out/2019

7.10.19

A grande manipulação – D.E. 7/out/2019

A grande manipulação – D.E. 7/out/2019

Destaques:
(i) Romulus Maya faz a análise da conjuntura política.
(ii) O cientista político Felipe Quintas faz um balanço geral da política brasileira.
(iii) O veterano da indústria do petróleo e analista político Rubem Gonzalez chega entrando de sola.

A grande manipulação – D.E. 7/out/2019





A grande manipulação – D.E. 7/out/2019

4.10.19

Começou: o “genocídio brasileiro” – D.E. 4/out/2019

Começou: o “genocídio brasileiro” – D.E. 4/out/2019

Destaques:
(i) Romulus Maya faz a análise da conjuntura política.
(ii) O advogado e comunicólogo Luiz Ferreira Jr. expõe, em primeira mão, o manual que será aplicado para realizar o “genocídio brasileiro”.
(iii) O analista político Claudio Pacheco passa a semana em revista.

Começou: o “genocídio brasileiro” – D.E. 4/out/2019

Começou: o “genocídio brasileiro” – D.E. 4/out/2019

Destaques:
(i) Romulus Maya faz a análise da conjuntura política.
(ii) O advogado e comunicólogo Luiz Ferreira Jr. expõe, em primeira mão, o manual que será aplicado para realizar o “genocídio brasileiro”.
(iii) O analista político Claudio Pacheco passa a semana em revista.

Começou: o "genocídio brasileiro" – D.E. 4/out/2019

29.9.19

Os gols (contra?) da rodada – D.E. de Domingo 29/set/2019





Destaques:

Duplo Expresso de Domingo, com Romulus Maya, o penalista Fernando Nogueira, o especialista em segurança e tecnologia "Caos Soberano" e o advogado e comunicólogo Luiz Ferreira. Em time que está perdendo se mexe!

Exclusivo: o organograma do “Evangelistão do Pó” — do PCC a Bolsonaro

Exclusivo: o organograma do “Evangelistão do Pó” — do PCC a Bolsonaro



Desde junho, os — bem informados — gringos já tiraram da Bovespa mais de R$ 24 bilhões, enquanto jogadas mantêm artificialmente as cotações, como a brutal diferenças no tamanho do giro financeiro na desova (grande) e na recompra (bem menor). O que faz o cotação que forma o índice Bovespa é o preço de compra e de venda da ação. E não o volume que muda de mãos. Fácil, assim, mascarar a desova, com a manutenção dos preços (por ora). Fora isso, o desvio da classe média da renda fixa para a variável — com auxílio das “Betina da Empiricus” no Youtube — ajuda a manter esse “recorde de pontos da Bovespa” — enquanto os gringos vão, discretamente, embora. O problema é quando a música parar de tocar… aí as sardinhas, fritas, mais uma vez terão feito a festa dos tubarões.
Da frigideira para as chamas — É interessante considerar que as organizações criminosas mais poderosas na América Latina possuem organização complexa e descentralizada setorialmente, formalmente similar a operações de guerras não convencionais. O PCC, por exemplo, possui diferentes ‘sintonias’ (setores) descentralizados na execução (dos gravatas, de comunicação, de tráfico nas bocas, de logística), mas que respondem a um comando central verticalizado. É também bastante surpreendente verificar que nesse mesmo ano, o JP Morgan se viu implicado em uma situação bastante constrangedora: um flagrante de tráfico de drogas em um navio de sua propriedade. De “apenas” 1 bilhão de dólares em cocaína: 18 toneladas. Curiosamente, com poucos dias de diferença, deu-se a interceptação de droga dentro da comitiva presidencial de Bolsonaro, quando essa passava por território espanhol.
Tais elementos encontram relevância à medida em que se considere que um Estado fragilizado, como o brasileiro neste momento, pode gerar riscos de degeneração e infiltração de atividades fora de seu escopo normativo e constitucional, inclusive incorporando o crime organizado para fazer funcionar sua própria estrutura (legal e ilegal). Abaixo, gráfico detalha as dinâmicas de ações criminógenas incorporadas a atividades do sistema financeiro. Essa atuação dinamiza-se à medida em que o Estado se faça fragilizado em sua ação fiscalizadora. No cenário atual de crise institucional no país, e de vários indícios de fortalecimento e unificação de setores do crime organizado no Brasil, principalmente PCC e Comando Vermelho, parece ser mais que necessário que todos tenham entendimento desse processo.

27.9.19

Pacto com o diabo: na surdina, “esquerda” entrega a internet — e a SUA cabeça! — aos Generais

Decifrado: o plano dos Generais – D.E. 27/set/2019

Decifrado: o plano dos Generais – D.E. 27/set/2019

Destaques:
(i) Romulus Maya faz a análise da conjuntura política.
(ii) O antropólogo João de Athayde comenta: “Cuidado com as entrelinhas do discurso: o deles e o seu também”.
(iii) O advogado e comunicólogo Luiz Ferreira Jr. decifra o plano — terrível — dos militares entreguistas para o Brasil, conforme confidenciado pelo General Mourão em convescote reservado com empresários. Importantíssimo!
Mais: possivelmente, ontem, esses mesmos Generais tentaram hackear (!) todo o Brasil, com uma vulnerabilidade (como, p.e., malware) instalada em não outro lugar que o próprio site do Palácio do Planalto! Temos print. Confira.
(iv) O analista político Claudio Pacheco passa a semana em revista.

Decifrado: o plano dos Generais – D.E. 27/set/2019





Destaques:
(i) Romulus Maya faz a análise da conjuntura política.
(ii) O antropólogo João de Athayde comenta: “Cuidado com as entrelinhas do discurso: o deles e o seu também”.
(iii) O advogado e comunicólogo Luiz Ferreira Jr. decifra o plano — terrível — dos militares entreguistas para o Brasil, conforme confidenciado pelo General Mourão em convescote reservado com empresários. Importantíssimo!
Mais: possivelmente, ontem, esses mesmos Generais tentaram hackear (!) todo o Brasil, com uma vulnerabilidade (como, p.e., malware) instalada em não outro lugar que o próprio site do Palácio do Planalto! Temos print. Confira.
(iv) O analista político Claudio Pacheco passa a semana em revista.

13.8.19

“Cafofo do Osama”: EUA e Bolsonaro forjarão “atentado”? – Duplo Expresso 13/ago/2019

“Cafofo do Osama”: EUA e Bolsonaro forjarão “atentado”? – Duplo Expresso 13/ago/2019

Destaques:
(i) Romulus Maya faz a análise da conjuntura política, hoje com ênfase na plantação pela “matriz” (o FBI) de que haveria “perigosos terroristas da Al Qaeda no Brasil”. Desmontamos a farsa da vez com dados que mostram que embora o FBI alegue que os procuras “desde 2013”, a página dedicada aos mesmos foi criada há apenas… um mês!
“Coincidentemente”, logo depois da viagem de Sergio Moro aos EUA. Onde esse visitou o… FBI!
E tratou de… “terrorismo”!
Rá!
Assim não tem nem graça!
Duplo Expresso: desmontando mais uma farsa do Golpe!
(depois da “fake-ada”, do “hacker russo”, do “hacker de Araraquara”, da …).
Tudo isso para quê?
Para fechar o Regime a aprovar o “Patriot Act” Tabajara, o #PL2418não, que legaliza o monitoramento das suas mensagens privadas, no celular e nas redes sociais, pelo Exército.
(ii) Nildo Ouriques: “eleições na América Latina — lições de Guatemala e Argentina”.
(iii) Thais Moya e o olhar holístico que decifra o subtexto das armações na política.
(iv) Piero Leirner comenta os últimos disparos na guerra híbrida. 

12.8.19

Argentina será o grande teste – Duplo Expresso 12/ago/2019

Argentina será o grande teste – Duplo Expresso 12/ago/2019

Destaques:
(i) Romulus Maya faz a análise da conjuntura política, hoje com ênfase na lavada que o kirchnerismo deu em Mauricio Macri ontem na Argentina. Na quadra atual, dá para derrotar os EUA em eleição?
(ii) Felipe Quintas e “A Farsa da ‘Desdemocratização'”.
(iii) Rubem Gonzalez chega entrando de sola. 

11.8.19

Genial (e perverso): o golpe do “golpe militar” – Duplo Expresso de Domingo 11/ago/2019

Genial (e perverso): o golpe do “golpe militar” – Duplo Expresso de Domingo 11/ago/2019

Destaques:
(i) Gilberto Bercovici, professor titular de direito econômico da USP, comenta os 100 anos da Constituição de Weimar. Uma constituição progressista que, no entanto, não impediu a ascensão do nazismo anos depois. Soa familiar?
(ii) Fernando Nogueira, professor de direito penal e processo penal da Universidade Federal de Lavras, analisa junto com Romulus Maya a sacada genial do adversário, que segue enganando incautos à esquerda e à direita: o golpe do “golpe militar”. “Renda-se ou eu atiro!” 

10.8.19

O “golpe militar”, o “sincericídio” — plantado — de Toffoli e o General tarado

O “golpe militar”, o “sincericídio” — plantado — de Toffoli e o General tarado

Sobre a entrevista do Presidente do STF à Veja. Incrível que as “análises” limitem-se ou a reproduzir o texto ou, quando muito, sintetizar o seu conteúdo, comprando-o – e, mais importante, vendendo-o – pelo valor de face.
“Toffoli, Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre evitaram tanques nas ruas em abril! Estamos à beira do golpe militar mesmo, Jesus!”
Sei…
Tem coisa melhor do que dar golpe militar…
– … sem mesmo dar?
É nesse registro que se encaixa também a farsa da “transferência de Lula para o Presídio de Tremembé”.
Palavras-Chave: caos controlado; abordagem indireta; espectro total; aproximações sucessivas; dissonância cognitiva; viés de confirmação.

Haddad: a última pá de cal no PT

Haddad: a última pá de cal no PT

Os colaboracionistas infiltrados na oposição se comportarão do mesmo modo quando das reformas fiscal e política. Esperam retornar a uma maior integração à administração do Estado, seja ele qual for, e ao aumento das benesses correspondentes, é lógico, após o ataque geral do grande capital vergar os trabalhadores, despir de real poder as instâncias política, aniquilar a nação.
As próximas eleições devem servir para denunciar os responsáveis pelas terríveis condições de vida da população e lembrar que, sem abatê-los, não há salvação, mesmo parcial, para os ofendidos. Deve ser momento para chamar e organizar a luta contra o segundo governo golpista e a ordem ditatorial em construção, nas escolas, fábricas, associações, campos e quartéis. Deve ser o momento de organização das forças populares, em torno de um programa concreto, que tenha como mira sua emancipação social e política, no aqui, no agora, no após.

9.8.19

Você confia na Justiça Eleitoral? Sabe nada… – Duplo Expresso 9/ago/2019

Você confia na Justiça Eleitoral? Sabe nada… – Duplo Expresso 9/ago/2019

Destaques:
(i) Romulus Maya e o ativista Claudio Pacheco fazem a análise da conjuntura política, passando a semana em revista.
(ii) o jornalista Osvaldo Meneschy, brizolista das antigas, joga luz sobre episódio pouco conhecido da história política brasileira recente, do qual foi testemunha ocular: a fraude na apuração em 1989 em MG que retirou Brizola de um segundo turno contra Fernando Collor. 

8.8.19

“Vocês querem bacalhau?” – Com (não) “transferência de Lula”, Previdência passou e você nem viu – Duplo Expresso 8/ago/2019

“Vocês querem bacalhau?” – Com (não) “transferência de Lula”, Previdência passou e você nem viu – Duplo Expresso 8/ago/2019

Destaques:
(i) Romulus Maya faz a análise da conjuntura política, hoje com ênfase na “estranha” dinâmica de ontem no Judiciário, em que a Lava Jato levantou a bola para o STF cortar. Coincidentemente, com a plateia entretida com o espetáculo — “Lula vai ou não para presídio comum, em cela coletiva com assassinos e estupradores?” — , passou a Reforma da Previdência em segundo turno na Câmara. Fernando Nogueira Martins Jr. comenta os aspectos (supostamente) “legais” dessa última manobra do Golpe.
(ii) O analista internacional Eduardo Jorge Vior, direto de Buenos Aires, comenta: “A crise no Paraguai com a intervenção do ICIJ (Soros) pra frear o negócio da família Bolsonaro, o acordo sobre a Iaipu, e a privatização da Eletrobras”. 

7.8.19

General Heleno, o “vovô voyeur”? Como ele te desnuda na rede – Duplo Expresso 7/ago/2019

General Heleno, o “vovô voyeur”? Como ele te desnuda na rede – Duplo Expresso 7/ago/2019

Destaques:
(i) Romulus Maya faz a análise da conjuntura política, hoje com ênfase em mais um CQD do D.E.: avisamos — ainda na semana passada — que o “barbarismo” de Bolsonaro na Amazônia podia visar justamente a motivar manifestações de fora no sentido de “internacionalizar” essa parcela que representa 60% do território brasileiro, não? D.E.: a verdade continua chegando primeiro!
(ii) O jornalista Beto Almeida comenta: “Bolsonaro: o anti-Vargas”.
(iii) O especialista em segurança e tecnologia “Caos Soberano” volta ao programa para nos contar como estamos nus, nas redes, diante do General Heleno, o “vovô voyeur”. O penalista Fernando Nogueira Martins Jr. chega para completar o painel, trazendo a perspectiva jurídica — teórica e prática — destes tempos de regime de exceção mascarado sob “instituições” que seguem “funcionando normalmente” (sic).

6.8.19

Recibo: estamos pautando o AI-5 digital – Duplo Expresso 6/ago/2019

Recibo: estamos pautando o AI-5 digital – Duplo Expresso 6/ago/2019

Destaques:
(i) Romulus Maya faz a análise da conjuntura política com ênfase no recibo passado para a campanha do Duplo Expresso pela exposição do — antes sorrateiro — PL 2418/2019, o AI-5 digital, ou “Patriot Act” Tabajara. Até o “DJ Paul Pepper”, Paulo Pimenta, passou recibo, diante da infinidade de cobranças onde quer que pusesse a cara. Parabéns, expressonautas!
(ii) Nildo Ouriques e a urgência da crise brasileira.
(iii) Piero Leirner comenta os últimos disparos na guerra híbrida, hoje recebendo os autores do livro “Carta no Coturno”, sobre o processo que culminou na volta dos militares ao poder, Pedro Marin e André Ortega.
Imperdível!

4.8.19

Volta dos militares: a carta — não na manga — mas no coturno

Volta dos militares: a carta — não na manga — mas no coturno

Um ótimo livro está na praça. Trata-se de “Carta no Coturno”, de André Ortega e Pedro Marin. Lançado muito recentemente, e escrito no calor da hora, é um conjunto de ensaios, intuições e pesquisas que não tem paralelo organizado em uma só tacada. Tudo junto, forma um diagnóstico – que não dá para ser resumido, pois é profundo. Mas sem querer dar um spoiler, basta seguir o próprio subtítulo para ver qual é o horizonte que ele aponta: a volta do “partido fardado” no Brasil.

2.8.19

Duplo Expresso – A verdade chega primeiro

Duplo Expresso – A verdade chega primeiro

Romulus Maya e Claudio Pacheco analisam a conjuntura política, hoje com ênfase na dinâmica de “paz armada” entre Lava Jato e STF: depois do truco de Moro com a plantação do tosco “hacker de Araraquara”, o STF chama o blefe — dele e dos militares — para o esquentamento da arapongagem que esses últimos há muito fazem sobre as autoridades. Assim, Fux concedeu liminar para impedir a destruição dos (supostos) “diálogos” em posse do “hacker de Araraquara” e, na sequência, Alexandre de Moraes determinou a entrega de todo o “material” ao próprio STF, passando por cima não apenas de Moro mas também do juiz Vallisney, o homem da Lava Jato em Brasília.

1.8.19

Dario Messer: “um grande acordo INTERnacional, com Deep State, com tudo” – Duplo Expresso 1/ago/2019

Dario Messer: “um grande acordo INTERnacional, com Deep State, com tudo” – Duplo Expresso 1/ago/2019

Romulus Maya analisa a conjuntura política, hoje com ênfase no nome de que só o Duplo Expresso falava ainda em 2017: Dario Messer, o “doleiro dos doleiros”. A sua “prisão” (na verdade, entrega negociada ontem em SP) tem várias implicações para a política brasileira. Especialmente para o “super-Moro”, quando Messer, como sabemos, é a sua “kryptonita”. Fora isso, o homem (o “Banco Central Paralelo do Brasil”, como ouvi de banqueiro suíço) tem o PIB, a Finança e a classe política na mão. Mas o assunto vai muito além disso: Itaipu, crise política no Paraguai, tráfico de drogas na Tríplice Fronteira e muito mais (cartéis colombianos, CIA e Mossad). Portanto, necessariamente, a entrega de Dario Messer ontem foi um “grande acordo INTERnacional, com Deep State, com tudo”. Entenda tudo isso hoje, no Duplo Expresso.
Fora isso, recebemos ainda o historiador Mario Maestri, com o tema “Haddad, a última pá de cal no PT”; e o jornalista Beto Almeida, o homem por trás da Telesur, que chega de Caracas para nos contar tudo sobre “a guerra não convencional contra a Venezuela Bolivariana”, bem como tudo o que rolou no notório “Foro de São Paulo”. Imperdível!

31.7.19

Como você está sendo hackeado (agora) pelos militares – Duplo Expresso 31/jul/2019

Como você está sendo hackeado (agora) pelos militares – Duplo Expresso 31/jul/2019

Romulus Maya recebe “Caos Soberano”, o veterano analista de segurança que , resguardado por pseudônimo, desmontou a farsa do “arara-hacker” em dois artigos publicados pelo Duplo Expresso, ontem e anteontem. Ele explicará como você está sendo hackeado (agora) pelos militares. E o que virá pela frente: o “Patriot Act” Tabajara, PL 2.418/2019 (da Câmara), que LEGALIZA tal arapongagem, que os militares já fazem.
Como debatedores, dois estudiosos dos temas da guerra híbrida e o mecanismo de promulgação de leis de exceção em “Estados (nominalmente) democráticos de direito”: os Professores Piero Leirner e Fernando Nogueira Martins Jr., antropólogo e penalista, respectivamente.
Mais: Globo, Folha e Estadão reagem ao D.E. (6h depois) para tentar salvar Moro. Tarde demais.

30.7.19

28.7.19

Casa caiu: PF admite que mentiu sobre “arara-hacker” – Duplo Expresso de Domingo 28/jul/2019

Casa caiu: PF admite que mentiu sobre “arara-hacker” – Duplo Expresso de Domingo 28/jul/2019

Romulus Maya celebra vitória: desconstrução — técnica — da farsa de Sergio Moro obriga PF a diminuir número estimado de “autoridades hackeadas” (sic) de “mais de mil”, “toda Brasília”, para… 10! D.E. neles!

27.7.19

Game-over: técnicos destroem a farsa de Moro com o seu “Arara-hacker”

Game-over: técnicos destroem a farsa de Moro com o seu “Arara-hacker”

Algo está muito errado quando nenhum veículo brasileiro (fora o Duplo Expresso), seja ele de direita ou de “esquerda”, sai a campo para apurar, de forma independente, se a “estória” contada pela dupla Sergio Moro/ “Arara-hacker” faz sentido do ponto de vista estritamente técnico. Foi valendo-nos justamente dos aspectos técnicos que cravamos, ainda na quarta-feira, que aquilo tudo se tratava de uma grande farsa. Pois eis que temos de contar com uma voz do neocolonialismo europeu, o El País, para finalmente encontrar estampada nas páginas de um jornal a visão — totalmente cética — dos profissionais da área e dos pesquisadores de nossas melhores universidades.
Ali, ninguém dá 10 centavos pela novela de Gloria Perez, digo, de Sergio Moro, transmitida no horário nobre da Globo nesta semana.
“Algo está muito errado”, disse eu ali em cima?
Que nada: de muito certo, ora!
É a “guerra híbrida”, estúpido!
Com direito Manuela Davila e tudo…
“Boa” notícia, contudo, sobre nossa denúncia (antes isolada) acerca da iminência do fechamento do regime com o “Patriot Act” tabajara: já fomos plagiados, digo, “divulgados”, por Luis Nassif…

26.7.19

Exclusivo: a “deportação” de Glenn Greenwald e o “Patriot Act” tabajara

Exclusivo: a “deportação” de Glenn Greenwald e o “Patriot Act” tabajara

Jornalistas, deputados, ativistas… todo mundo caiu na fake news, plantada por Sergio Moro, de “deportação” (sic) iminente de Glenn Greenwald. Enquanto isso, providencialmente, nenhum desses fala sobre o projeto de “Patriot Act” tabajara, em tramitação na Câmara dos Deputados. O PL 2.418/2019 legaliza o monitoramento – em tempo real – pelo Exército de todas as conversas mantidas no Brasil por meio de aplicativos de troca instantânea de mensagens (emails, Whatsapp, Facebook, Instagram, Twitter, aplicativos para encontros amorosos…).
Sobre mais esse furo do Duplo Expresso, e a sua vinculação a Glenn Greenwald, diz Pepe Escobar: “vocês DETONARAM desmontando toda a farsa. Existe alguma outra desconstrução a esse nível no Brasil? O ‘limited hangout’ só poderia levar a um ‘Patriot Act’. Acertaram na mosca!”

A armação, o “follow the money” e o “Patriot Act” tabajara – Duplo Expresso 26/jul/2019

A armação, o “follow the money” e o “Patriot Act” tabajara – Duplo Expresso 26/jul/2019

Destaque:
Romulus Maya recebe Rubem Gonzalez e Claudio Pacheco para fazerem a análise da conjuntura política, hoje com ênfase na armação Moro/ Greenwald, no “follow the money” (reverso!) e no objetivo final: o “Patriot Act” tabajara.

25.7.19

Exclusivo: Moro — e Greenwald — enterram “hacker”. E com destruição de “provas”!

Exclusivo: Moro — e Greenwald — enterram “hacker”. E com destruição de “provas”!

O texto abaixo reflete, mais uma vez, postagens feitas há pouco por mim no twitter. Muitas novidades, no dia em que:
(i) Glenn Greenwald “assumiu” affair com o “hacker de Taubaté” (?!). Apenas para — meia hora depois! — (tentar) voltar atrás; e
(ii) Moro, ciente dos furos na “estória” que vem apresentando desde terça-feira, corre para — segure-se na cadeira, leitor! — DESTRUIR (assumidamente!) todas as “provas”.
Confira, ainda, a série de C.Q.D.s coletados pelas “Cassandras” do D.E. em mais esta “rodada”.
Mas, muito mais importante do que isso, conheça o que provavelmente vem por aí: o fechamento — clandestino — do Regime.
Palavra de quem, até aqui, (infelizmente!) não tem errado uma…

Receba novos posts por email!