Destaque:

Estado brasileiro na encruzilhada. Já sabemos o que a Globo quer... e você?

Queria poder dizer que criei esta montagem, mas não... recebi de um seguidor no Facebook, como comentário a um artigo anterior. rs ...

Receba novos posts por email!

19.7.18

Incógnito “Mr. Dodge”: Raquel, a PGR, vive com “espião que veio do frio”?

Incógnito “Mr. Dodge”: Raquel, a PGR, vive com “espião que veio do frio”?

A única foto disponível do Sr. Dodge encontra-se no site da instituição em que tem a sua ocupação… hmmm… “mais ostensiva”, digamos…
Trata-se da Escola das Nações, em Brasília. Entidade que educa – numa filosofia “globalista” – filhos de altas autoridades da República. Do quilate, por exemplo, de Michelzinho e Jucá-zinho.
É inusitado que alguém com o invejável currículo de Bradley, com graduação em tecnologia da informação (!) e mestrado em administração em Harvard, com “emprego ostensivo” numa escola que atende à elite do centro do poder no país, casado, como sabemos, com alguém com salário elevadíssimo, ainda tenha necessidade de fazer bico como “professor particular de inglês”.
(de VIPs!)
Hmmm… será para poder exercitar o seu – auto-atribuído – talento em “comunicação inter-cultural”? Com VIPs da República??

17.7.18

Lula cercado: com “amigos” assim, quem precisa de Moro?

Lula cercado: com “amigos” assim, quem precisa de Moro?

Lula está – literal e figurativamente – cercado. Por conta disso, é obrigado a dar de comer também à ala sabotadora (de si!).
Vê-se forçado a mandar sinais contraditórios a amigos e inimigos, acendendo – concomitantemente – velas para Deus e para o diabo.
E, por vezes, a dois “diabos” ao mesmo tempo, para que se anulem, mutuamente, e abram espaço para…
– … Deus?
A – prece – é livre, certo?
Sabermos há muito da atuação de células sabotadoras de Lula dentro do PT – e termos tomado a dura decisão de relatarmos isso, com todos o ônus que isso nos trouxe (e traz) – não diminui em nada a revolta. Ainda mais quando o assanhamento daqueles que, há muito, sabotam Lula chega ao ponto de nem sequer sentirem mais a necessidade de serem discretos. Não… agora está tudo (cada vez mais) às claras!
Tampouco, apesar de termos adotado o slogan “Duplo Expresso: a verdade chega primeiro”, somos daqueles que se comprazem, morbidamente, dizendo “nós avisamos”.

Mercado vs. Lula vs. Bolsonaro: sinais trocando?

Mercado vs. Lula vs. Bolsonaro: sinais trocando?

É possível que a Folha finalmente tenha detectado que o antes “espantalho de Lula” chamado Bolsonaro agora tem o interesse direto da Casa Branca. Podemos suspeitar também que para a Finança Internacional é interessante esse tipo de gente governando em pontos localizados, assim cada Macron que aparece por aí se torna uma espécie de miragem de esquerda, sem sê-lo. Trata-se de controlar criando frações, estratégia tão antiga quanto aquela dos imperadores romanos que dividiam o senado de propósito. Está cada vez mais claro que Trump agora vê no Brasil uma possibilidade de ter um espelho, o que não é pouca coisa. De maneira bastante sutil, o embaixador chinês deu o sinal para que o povo acorde por aqui. Talvez a Folha tenha começado.

16.7.18

Sepúlveda Pertence sai da defesa de Lula. Pergunta: que “defesa”?

Sepúlveda Pertence sai da defesa de Lula. Pergunta: que “defesa”?

A grande imprensa, repercutida pela blogosfera, noticia hoje que o ex-Ministro do STF Sepúlveda Pertence teria renunciado à defesa de Lula. Nesta oportunidade, em que ressurge discussão sobre a linha de defesa adotada e os objetivos estratégicos da mesma, reforçamos observações feitas aqui no site semanas atrás. Notadamente, o fato de, estranhamente, nenhum membro da defesa ter ido à Suíça pedir acesso aos documentos da Odebrecht, barrado por Sergio Moro no Brasil. Em vez disso, vão ao país alpino apenas para alimentar o “processo” (sic!) na ONU. Aquele de ZERO consequência jurídica…
“Eu fico só olhando e matutando” – SILVA, Luis Inácio Lula da

15.7.18

Celso Amorim: precisamos de um “Plano B”? Não!

Celso Amorim: precisamos de um “Plano B”? Não!

O Duplo Expresso recebeu relatos sobre uma reunião na última semana entre membros da alta Finança, em SP, em que a hipótese de uma saída para a crise – com Lula como timoneiro – chegou a ser “aventada”. É apenas um primeiro passo, ainda. Algo no terreno das especulações. Mesmo porque careceria do principal: assentimento dos verdadeiros patrões do Golpe, fora do Brasil.
Mas, mais que tudo isso, trata-se do reconhecimento de que o “Lula de A a Z” – renitente – está trazendo frutos; com a repulsa das bases a alternativas “B” já passando a ser assimilada pelo outro lado.
Pois é nosso papel tornar para o tal “Mercado” essa opção relativamente mais barata/ previsível do que a alternativa.
E isso incluiu, de nossa parte, impedir a viabilidade da hipótese de o Golpe, eventualmente logrando impedir a candidatura de Lula, conseguir escolher o (duplamente) “candidato” do PT: não apenas alguém que não encarnaria uma “anti-candidatura”, como ainda alguém que não teria a força de caráter para torna-lo imune a tentativas de cooptação pela vaidade ou por pressão ou ameaça; ou que não tivesse um forte compromisso com o coletivo e firmeza ideológica e nacionalista.
Pois é justamente aí que entraria o (eterno) Chanceler Celso Amorim.

13.7.18

Eleições vs. Golpe: e se Celso Amorim fosse “o embaixador do Lula”?

Eleições vs. Golpe: e se Celso Amorim fosse “o embaixador do Lula”?

E se Celso Amorim, a cada intervenção sua no debate da Rede Globo, dissesse “quem deveria responder à pergunta que aqui me é feita é o ex-Presidente Lula. Contudo, o verdadeiro candidato do povo brasileiro se encontra preso ilegalmente, justamente para não poder estar aqui diante de vocês hoje. Tudo isso como parte de um golpe transnacional patrocinado pela Finança e pelos EUA. E operado localmente pelos irmãos Marinho, donos desta emissora, que, assim como na ditadura militar, usam mais uma vez uma concessão pública – esta TV – para trair o Brasil e massacrar os pobres deste país”?
Celso Amorim estaria disposto a encarnar o anti-candidato? Aquele que rasga a fantasia – dos demais? E mela a farsa?
Estaria ele disposto, de fato, a ser… “o embaixador do Lula”?

11.7.18

Deputado – do PT – pede para STJ arquivar pedidos de liberdade para Lula. Oi?!

Deputado – do PT – pede para STJ arquivar pedidos de liberdade para Lula. Oi?!
“PT”: Partido dos… Trabalhadores? Ou do… “esquerdismo (light) com nível superior”?
Que os “doutores” – com estrelinha vermelha – expliquem à Dona Genira, pobre, trabalhadora rural aposentada do Nordeste brasileiro, analfabeta, que por causa disso assina com o dedão um habeas corpus – dela – em favor de Lula – o seu candidato – por que é que ela deve “se recolher à sua insignificância” e não ousar se fazer ouvir pelos doutores da Lei, como (o advogado) Wadih Damous e (a Ministra do STJ) Laurita Vaz…
Francamente. Depois não sabem por que tomam golpe… anos de gabinete e ar-condicionado, resolvendo tudo só entre “gente bacana”, sabe…
Pergunta (exasperante): o que será do PT sem Lula?

9.7.18

STF joga para – abortar – Bolsonaro na cadeira de Presidente?

STF joga para – abortar – Bolsonaro na cadeira de Presidente?

Previsão feita pelo Duplo Expresso no ano passado vem a se confirmar: o Golpe, com projeto econômico para apenas 20 milhões de pessoas (em vez de 200), e com Lula liderando todas as pesquisas, tentará sequestrar a eleição com temas “morais”/ “comportamentais”.
O STF, destacado braço do Golpe, arma a arapuca.

Família do Presidente do TRF-4, sequestrador de Lula, já mata os “da Silva” desde Canudos

Família do Presidente do TRF-4, sequestrador de Lula, já mata os “da Silva” desde Canudos

A família Thompson Flores tem expertise em ataque à democracia, violação de direitos humanos, genocídio de pobres e, principalmente, conchavos com o poder.

Após protagonismo no massacre de Canudos, passou também com destaque pelos anos de chumbo da ditadura civil-militar que governou o Brasil de 1964 a 1985. O clã foi, então, agraciada pelo regime com uma vaga no STF, bem como com a prefeitura, “biônica”, de Porto Alegre.

Mais: são também parte da máfia que frauda a totalização e vende votos na Justiça Eleitoral.

8.7.18

Usemos a vitória no TRF-4 em nosso favor; e não contra!

Usemos a vitória no TRF-4 em nosso favor; e não contra!

Tomemos a vitória no TRF-4 pelo que ela é: um bom tumulto na narrativa deles de “condenado por unanimidade”, o que aumenta o seu desgaste. Lutemos para, na esteira disso, fazer o desgaste ser ainda maior até conseguirem cassar essa decisão do “Desembargador do bem”, com uma NECESSÁRIA guerrilha jurídica.
Mobilização popular: a hora é essa! Melhor estopim que a recusa de Sergio Moro de dar execução a uma ordem judicial não haverá! Mais que nunca Lula é um sequestrado do Judiciário brasileiro!

7.7.18

Globo/ CBF: por que brasileiros bons – na Europa – sofrem blecaute na Copa

Globo/ CBF: por que brasileiros bons – na Europa – sofrem blecaute na Copa

Algo há de errado quando o mundo passa a contar como variável chave para o resultado uma alegada “vulnerabilidade psicológica” de atletas – de elite – brasileiros em partidas decisivas da Copa do Mundo. O que diferenciaria o tipo de pressão sobre os jogadores brasileiros na Copa e nos campeonatos europeus, onde eles não sofrem “blecautes”?
Desde a – esquisitíssima – “derrota” de 3×0 para a França na final da Copa do Mundo de 1998 – ou seja, há exatos 20 anos – há grande desconfiança, para dizer o mínimo, sobre os bastidores da escalação do time brasileiro. Bem como sobre o real objetivo estratégico da equipe nessas competições: ganhar ou perder?
(i.e., “perder” na hora “certa”! – $$$)
Certo estava o jornalista do The Guardian que, dia atrás, confidenciou no Twitter que, por razões alheias ao país e mesmo aos atletas (mas por causa dos inconvenientes “colegas” da Globo!), torcia pela eliminação do “Brasil” (i.e., da Globo) da Copa.
Aliás, ele fez mais do que apenas “torcer”, no caso… trata-se justamente de quem escreveu (para a Bélgica…) o manual sobre como derrotar – aquele… – “Brasil”. Ou seja, a (seleção da) Globo!
E nós, hein? Quando é que vamos, finalmente, eliminar a Globo – mas do Brasil?

4.7.18

Flagra: pesquisa eleitoral “Poder360” é um embuste!

Flagra: pesquisa eleitoral “Poder360” é um embuste!

Eis que o tal Fernando Rodrigues, dono do site (de direita) Poder360, que há décadas vive de (supostamente) “analisar” pesquisas eleitorais, hoje revela – sem querer – que não entende nada de… estatística.
Mais que isso: deixa claro que não aprendeu com a “tia” no primário, sequer, regra de três!
Ai, essa “meritocracia” (à brasileira)…
E, depois, “analfabeto” é o Lula, hein!

3.7.18

Lula “pinta-se para guerra” com Judiciário: uma no cravo, outra na ferradura

Lula “pinta-se para guerra” com Judiciário: uma no cravo, outra na ferradura

Em nada se surpreendeu com o tom da carta de Lula, lida nesta tarde pela sua porta-voz, a Senadora – e Presidente do PT – Gleisi Hoffmann, na reunião da Executiva Nacional do partido, em Brasília. Nela, o ex-Presidente veio “pintado para a guerra” com o Judiciário, com especial ênfase reservada para o (com) STF (com tudo).
Com sinais contraditórios, ora prestigiando o interlocutor do Golpe no PT, Fernando Haddad, ora acenando com o enfrentamento da “farsa” (apud Lula!), o ex-Presidente empurra a decisão mais para frente. O sindicalista não fecha portas. Ainda.
De forma que, até lá, uma no cravo, outra na ferradura. Depois do sinal forte da semana passada, de ter finalmente cedido e constituído Haddad como “seu advogado”, portanto com franco acesso à carceragem, era a vez de mostrar os dentes para o Golpe. E que dentes.

1.7.18

“Bem me quer, mal me quer”: como Lula – e o Golpe – usam Fernando Haddad

“Bem me quer, mal me quer”: como Lula – e o Golpe – usam Fernando Haddad

É evidente que na política, que vive de sinais, não há ingênuos. Portanto, todas as partes envolvidas bem sabiam como os articuladores do Plano B – dentro do PT e no Golpe (i.e., aqueles ostensivamente no Golpe) – explorariam a visita de Haddad a Lula – apenas a segunda em quase 3 meses (!) de prisão; bem como a concessão – “concessão”! – a Haddad da prerrogativa de “visitar” o ex-Presidente, agora a qualquer tempo, na qualidade de seu “advogado”.
Lula deu sinais – verdadeiros? – de que ainda está aberto à negociação. E de que, a depender da conjuntura e dos termos do “acordo global” atingido, segue existindo a possibilidade de o Golpe lograr indicar o candidato “do PT”. A “metamorfose ambulante” Lula retomaria, dessa forma, a velha tática de soltar – como “seus” – diversos cavalos, concorrentes entre si, num mesmo páreo. Para, ao final, escolher aquele que se viabilizar. E renegar o(s) derrotado(s).
No caso atual, os “cavalos” mais discerníveis seriam (i) a composição com o Golpe, via Haddad, e (ii) a confrontação total, melando a farsa eleitoral com a não substituição do seu nome como o candidato do PT. Nessa última hipótese, assim como no caso da indicação de Haddad para ser “o coordenador do programa de governo”, a proximidade terá servido para manter o “inimigo” sob vigilância.

30.6.18

Golpe (transnacional): é “com Bolsonaro, com tudo”

Golpe (transnacional): é “com Bolsonaro, com tudo”

Está se copiando no Brasil um modelo já testado nos EUA, onde Trump é um bufão e quem governa mesmo é o Deep State.
Possivelmente, inclusive, a fórmula foi montada lá fora. Se bobear a estratégia de Bolsonaro está vindo exatamente desse mesmo lugar, que há alguns anos vem atuando no Brasil.
A via de entrada deles no jogo político no Brasil foi o Judiciário, mais especificamente feita sob o controle do TRF-4/ Moro.
Não é surpresa, portanto, que esses “operadores locais” – militares e Judiciário – estejam se aproximando.

29.6.18

Extra! Dilma acaba de renunciar à Presidência (!)

Extra! Dilma acaba de renunciar à Presidência (!)

Em saindo candidata nestas eleições ao Senado, Dilma reconhece – de fato e de direito – não ser mais Presidente do Brasil. Assim, avaliza tacitamente a legalidade da sua destituição. Foi “golpe” ou não foi, Dilma?
Pela obrigação legal de desimcompatibilização, determinando a exoneração de cargos do Executivo para concorrer ao Legislativo até 6 meses antes da eleição, isso significa que Dilma Rousseff renunciou – pelo menos a partir de março deste ano – à pretensão de ser a Presidente do Brasil no atual mandato.
Interessante notar, ademais, que – “honesta, sem nada a temer e orgulhosa do seu legado de combate à corrupção” – não deixa de buscar, no Brasil da Lava Jato, a proteção do foro por prerrogativa de função. A mesma proteção que negou a Lula não o indicando para o Ministério logo após a sua segunda posse, ainda em janeiro de 2015.

28.6.18

Jogo de espelhos: quem, de fato, mantém Lula preso?

Jogo de espelhos: quem, de fato, mantém Lula preso?

Impossível compreender o não julgamento do recurso de Lula na terça sem levar em conta as pressões de bastidores para que Lula aceitasse prisão domiciliar e/ ou desistir da candidatura.
Por um motivo ou outro, nenhum Ministro do STF trabalha, de verdade, para ter Lula solto e candidato em 2018. Quanto mais cedo isso for exposto, maiores as chances de – com a cartada do impasse político com eventual radicalização – força-los a isso.
O que ocorre é uma partida de pôquer. A exposição cabal de “bons e maus policiais” – ao fim e ao cabo todos eles “policiais” que tentam por meios diversos quebrar o “custodiado” – demonstraria a Lula que ele não tem nada a perder em um enfrentamento frontal com o Judiciário. E, grosso modo, com o Golpe.

27.6.18

“Perón/73”: novo golpe do “Plano B” para furar olho de Lula

“Perón/73”: novo golpe do “Plano B” para furar olho de Lula

Para o Plano B, metade do trabalho segue sendo inculcar nas bases (i) a possibilidade de não votar em Lula; e (ii) não mais se insurgir contra isso, participando regularmente da “eleição” (sic).
Pois é aí que entra a sua terceira encarnação: essa história de voto “condicionado”, (alegadamente) repetindo a operação “Perón-Cámpora 1973” na Argentina. Ou seja, com o “compromisso” de o Plano B, logo após vencer a eleição, “indultar” (sic) Lula e convocar novas eleições. Para que, aí, o ex-Presidente finalmente voltasse ao poder.
Mas há várias maneiras – “involuntárias” – de frustrar tal “promessa”. Primeiro, perdendo a eleição. Nesse caso, ainda chegar-se-á ao cúmulo de creditar tal derrota a… Lula (!). Em ganhando, surgem alguns “pequenos” – e mui convenientes – obstáculos: o Vice, o Congresso e o… STF!
E assim, com Lula preso e impedido de ser votado, a Globo e o TSE estariam livres para anunciar, mais uma vez, a tal “festa da democracia” na noite de 7 de outubro próximo.
Conclusão: quem fala em Lula no poder adiando – para depois da eleição – a inarredável confrontação com a máquina golpista no Judiciário mente. Isso porque, depois da eleição, teremos perdido justamente a nossa única arma: o sequestro da mesma – com o tema “Lula” – e o poder de retirar-lhe a legitimidade com a exclusão – UNILATERAL – do ex-Presidente do pleito.

26.6.18

Manchetômetro: e se o PIG já tiver gastado todos os cartuchos contra Lula?

Manchetômetro: e se o PIG já tiver gastado todos os cartuchos contra Lula?

E se Lula estiver tocando a estratégia de “terra arrasada”, recuando e esperando o momento certo, o tal “inverno russo”, para lançar uma contra-ofensiva “em cima da hora”? Enquanto Lula está preso, não tem manchete. O que vemos? Essa estratégia de “mais um recurso”, “mais uma negativa”. Nesse meio tempo o que se vê é o aumento substantivo da imagem de Lula perseguido, da justiça seletiva, de Moro ganhando prêmios vestido com seu black-tie nessa festa aristocrata, e, ainda por cima, os outros candidatos se matando entre si enquanto Lula permanece intacto. Mas essa reversão de imagem (Lula X Moro, detectada, aliás na última pesquisa Ipsos/Estadão), só ocorre porque Lula está preso e silenciado. Tenho a impressão que nesse momento, quanto mais alguém fala, pior fica. E todos aqueles que estão falando muito estão sujeitos a perder.

24.6.18

“Telecatch”: defesa de Lula é para valer? Ou simulação circense?

“Telecatch”: defesa de Lula é para valer? Ou simulação circense?:

A nós do Duplo Expresso em nada “surpreende” ou causa “estranhamento” o jogo ensaiado entre o TRF-4 e o Min. Fachin. E ainda, possivelmente, com OUTROS membros da Segunda Turma do (com) STF (com tudo). Esses receberam “de graça” um álibi para, mais uma vez, não garantirem a liberdade de Lula. I.e., novamente, depois daquele julgamento de habeas corpus em que se cassou a liminar que o mantinha em liberdade e permitiu-se a sua prisão, apenas virando o (sempre frágil) voto de Rosa Weber.
“Revoltados”, alguns Ministros despejaram bastante retórica contra aquele “absurdo”, “inconstitucional”, não foi? No entanto, nenhum deles parou tudo aquilo com um singelo pedido de vista, sabe… ¬¬
O que, sim, surpreende é a defesa de Lula, cosmopolita e viajada, seguir desempenhando o seu papel nesse… script.
Por que não levou ao processo a oitiva secreta de Tacla Durán na Espanha?
Por que não vem à Suíça pedir acesso às provas, negado por Sergio Moro?
Telecatch? Resta determinar até onde se estende, no mundo jurídico, o “colorido” “circo” de “combates simulados” – “contra” a Lava Jato – com “resultado pré-determinado”. Este, sim, sempre contrário aos interesses de Lula.
Os milhões de brasileiros engajados – genuinamente – na libertação do ex-Presidente aguardam a resposta.

21.6.18

Emb. Samuel Pinheiro: é preciso ler manifesto de Lula

Emb. Samuel Pinheiro: é preciso ler manifesto de Lula

O Emb. Samuel Pinheiro Guimarães, patrono do Duplo Expresso, recomendou em seu comentário semanal, nesta manhã, que republicássemos o manifesto de lançamento da candidatura de Lula à Presidência da República. O Embaixador avalia que o documento é de grande importância, sendo essa justamente a razão pela qual foi escondido pelo Cartel Midiático brasileiro. Ontem, o perfil de Lula no Facebook retomou o manifesto, levando ao ar vídeo em que brasileiros de diversas partes do país alternam-se para dar voz ao Presidente que as elites tentam, infrutiferamente, calar.

20.6.18

STF: quem é quem na derrota que Gleisi – e Lula – impuseram à Lava Jato

STF: quem é quem na derrota que Gleisi – e Lula – impuseram à Lava Jato:

Gleisi foi absolvida da acusação de caixa 2 eleitoral pelo placar, apertado, de 3×2. Um voto apenas de diferença. Acreditem: de Gilmar Mendes!
Na semana passada, quando as perspectivas eram desfavoráveis, silêncio eloquente gritava. No site do PT, depois de (longas) 12h, apenas o discurso de Roberto Requião em defesa de Gleisi. Mais “inusitado” ainda, repercutido – em vez de por políticos da sigla – apenas pelo Ministro Marco Aurélio Mello.
Onde? No Plenário do STF. Em plena sessão. Claramente visando a persuadir seus pares a não subirem mais um degrau na escalada do arbítrio. Medida extrema tomada, obviamente, por necessidade.
Dessa forma, o Duplo Expresso celebra esta importante vitória de Gleisi – e de Lula – na certeza de que, em vez de arrefecer seus ânimos, em verdade fortalecerá ainda mais a determinação de ambos de lutar para derrotar o Golpe. Já em 2018. Porque o Brasil tem pressa.

18.6.18

Alerta: “Plano B” e STF tramam cassação de Gleisi amanhã

Alerta: “Plano B” e STF tramam cassação de Gleisi amanhã:

  • O disparo dos seus arsenais do Golpe vai sendo feito, sucessivamente, conforme a necessidade:
    (1) Não ganharam em 2014?
    Destituíram a Presidente eleita.

    (2) A campanha judicial-midiática não inviabilizou Lula eleitoralmente, conforme o planejado?
    Cassam-se os seus direitos políticos.
  • E aí chegamos ao novo degrau:
    (3) Não conseguiram dobrar Lula e fazê-lo entrar “no esquema” nem com o seu encarceramento?
    Certificam-se de que, abatendo todas as demais opções, não terão como não impor – ao próprio – o nome a ser indicado como “o candidato do Lula” (sic).
  • E é aí que entra a Senadora Gleisi Hoffmann. Por tratar-se de “decisão colegiada”, eventual condenação de Gleisi no STF amanhã cassaria os seus direitos políticos por força da Lei da Ficha Limpa. Numa tacada só (i) derrubam uma rival à “unção” – contratada – do “Plano B”; e (ii) deixam Gleisi à mercê das violências jurídicas perpetradas por Sergio Moro.
  • Conveniente: dessa maneira, a parcialidade do STF, que livrou Aécio e Serra, não ficaria evidenciada. “O problema é o Moro”, sabe…

17.6.18

Mandarins do Serviço Público: o dia em que Confúcio, sem querer, inventou Moro e Dallagnol

Mandarins do Serviço Público: o dia em que Confúcio, sem querer, inventou Moro e Dallagnol

Como na China imperial, aqueles oriundos dos extratos sociais privilegiados obviamente têm acesso à melhor educação desde a pré-escola aos cursos universitários. E podem, terminada a graduação nas melhores instituições de ensino, passar anos sem trabalhar. Ora, os concursos para a Magistratura ou para o Ministério Público Federal significam, em média, três a quatro anos de investimento e esforço, pagando cursos e livros e viajando pelo Brasil, em busca dos editais abertos.
Fator extra de empoderamento: o Golpe de 2016. Hoje, como em qualquer Estado fascista, o Direito é o que os golpistas dizem que é o Direito. E, nesse curioso golpe, que não foi perfilhado e que foi incapaz de produzir líderes, eles, os novos mandarins, deixaram os bastidores e ocuparam o vácuo deixado. É uma República juristocrática de Mandarins.

“Camisa da CBF vermelha”: militontos vestem Cavalo de Tróia e Golpe agradece

“Camisa da CBF vermelha”: militontos vestem Cavalo de Tróia e Golpe agradece

A tal “camisa da CBF vermelha” – não sendo resultado de infiltração – é o maior “presente involuntário”/ tiro no pé dado pela esquerda ao Golpe neste ano.
Sim, “de boas intenções o inferno está cheio”… mas ver profissionais da política/ militância impulsionando tal estupidez é de cortar os pulsos.
“Ah, então você quer que eu vista a camisa da CBF, tal qual um manifestoche?”
Não… vista-se como quiser. Eu, por exemplo, verei os jogos à paisana.
Mas – por favor – não ajude o Golpe a fazer o brasileiro engolir o desmonte que – ele! – promove do Brasil mesmerizando-o com o fantasma da tal “bolivarianização” do “Foro de São Paulo” fruto do “comunismo INTERNACIONAL” que quer “mudar nossa bandeirazzZZZzzzZzZZzzz…” .
Quem ataca o Brasil são eles – e não nós! Pois vamos vestir a carapuça? Passar recibo de “antinacionais”? Dureza!

13.6.18

Vodu judicial e “meta-cidadania”: urge fazer greve e manifestação pelo direito de fazer… greve e manifestação!

Vodu judicial e “meta-cidadania”: urge fazer greve e manifestação pelo direito de fazer… greve e manifestação!

Mais uma vez estamos diante dos mesmos (aprendizes de) feiticeiros vestidos de preto (togas), com sortilégios pronunciados em uma língua morta (latim) e seus “assustadores” bonecos de vodu (decisões judiciais ilegais).
Os alvos da vez: caminhoneiros, petroleiros e o PT/ CUT. Se esses últimos derem fé (FÉ!) ao “poder” (?) dos bruxos nesta rodada (2018), terão suas espinhas dorsais quebradas. E, assim, não poderão sequer voltar para novas disputas.
Perguntem aos mineiros do norte da Inglaterra – onde o desemprego PERPÉTUO passa de pai para filho já há 3 gerações! – o que foi que Margareth Thatcher fez com eles.
Que poder – real – tem um Ministro do STF para impor uma multa de mais de meio bilhão a transportadores grevistas? Se eles pararem novamente, vai ele fazer hora extra como motoboy e entregar combustível e víveres Brasil afora?
Na ausência de Lei, que é certa, apenas a FÉ (“má-fé”?) pode (pode mesmo?) conferir tal “poder” – manifestamente arbitrário – a “juizecos”.
Novamente: é vodu judicial!

9.6.18

Atenção: antes (apenas) desprezado, Bolsonaro passa a ser visto como fantoche potencial pelo establishment

Atenção: antes (apenas) desprezado, Bolsonaro passa a ser visto como fantoche potencial pelo establishment

  • “Folgávamos” todos na certeza de que, quando o jogo efetivamente começasse, Bolsonaro – já tendo cumprido o seu propósito de acirrar o antipetismo – seria desmontado pelo establishment. Tal qual boi rufião (estéril), usado para excitar a vaca, deixando-a em ponto de bala, seria descartado na hora H, para dar lugar à fertilização pelo touro de predileção do dono. Ou seja, o PSDB.
  • Bem, esse era, de fato, o plano dos aprendizes de feiticeiro. Quer dizer, o “Plano A” dos mesmos. No entanto, dada a resiliência política de Lula, casada com a inviabilidade eleitoral do programa econômico do Golpe, um “Plano B”, de “B’ufão”, deixa de ser algo inimaginável.
  • Portanto, chegou a hora de pararmos de subestimar Bolsonaro. Ele em si pode não passar mesmo de um bufão. Mas é justamente essa posição que permite que uma série de agentes estejam vendo nele um fantoche em potencial: (i) Lavajateiros do MPF, PF e Judiciário; (ii) o tal “mercado”; e ainda (iii) os militares. Antes desprezado pela cúpula das Forças Armadas, Bolsonaro começa a ser cortejado, tendo até mesmo se encontrado com o Comandante do Exército em audiência nesta semana.
  • O desespero faz milagres.
  • Ou horrores, conforme o caso.
  • Um bom marcador: conhecendo-se como – e para quem – opera a máfia que frauda as votações eletrônicas no Brasil, quando Bolsonaro parar de enfatizar a bandeira de impressão do voto quer dizer que já se acertou com o lado de lá.

7.6.18

Fraude eleitoral: partes da máfia, STF e PGR fazem confissão ao mentir para negar impressão do voto

Fraude eleitoral: partes da máfia, STF e PGR fazem confissão ao mentir para negar impressão do voto:

É certo que a fraude nas urnas eletrônicas não é feita de forma amadora e displicente. As fraudes nas urnas eletrônicas brasileiras acontecem principalmente no voto proporcional, o voto para deputados e vereadores. Como não há pesquisas, em especial pesquisas de boca de urna para voto proporcional, os fraudadores deitam e rolam.
Mas isso não significa que não haja fraude em eleição majoritária. Apenas, nessa hipótese, ela não pode afrontar em demasia as pesquisas de boca de urna, indo muito além das suas margens de erro. Caso contrário, levantar-se-iam suspeitas gravíssimas, conduzindo necessariamente à impressão do voto.
Nesse caso, um salto muito maior do que as pernas poderia colocar em risco o multimilionário mercado de compra e venda – pela Justiça Eleitoral – de cadeiras nas Câmaras e Assembleias Legislativas Brasil afora.

4.6.18

Geopolítica da greve dos caminhoneiros e dos alimentos

Geopolítica da greve dos caminhoneiros e dos alimentos

A greve dos caminhoneiros acabou ou está acabando. Não conseguiu exatamente o que queria, a fixação de um preço baixo para o diesel e a fixação de um preço mínimo para os fretes. É inegável, porém, que foi altamente vitoriosa. O preço do diesel cairá um pouco e ficará mais estável com as promessas do governo de reajustar no máximo uma vez por mês. Houve também algumas outras pequenas concessões por parte do governo. Mas a grande vitória foi a demonstração de força política dos caminhoneiros. No futuro, suas reivindicações serão ouvidas com muita atenção por qualquer governo, pois ficou demonstrado que podem colocar o país de joelhos.

2.6.18

Liberalismo: “fake news” ou “bad news”?

Liberalismo: “fake news” ou “bad news”?

O Estado, por ter a prerrogativa de captador de rendas, emissor de meio circulante, além de indutor e criador de rendas pela sua capacidade de investir ou induzir investimentos, é sempre eficaz no longo prazo e fundamental na solução dos riscos sistêmicos. É conhecida sua atuação anticíclica nas crises capitalistas, sendo exemplos expressivos “a queima de café” por Vargas e o “New Deal” de Roosevelt.
Na crise de 2008, a intervenção do Estado – resgatando da quebra em série os grandes bancos privados – salva o mundo do colapso financeiro especulativo. Ou seja, mais uma vez o Estado (“mínimo”?), como em 1929, intervém, reduzindo a tese do liberalismo/neoliberalismo, novamente, a uma “fake news”.

1.6.18

“Bolsa desaba e dólar dispara” – como Globonews e CBN criaram o “coxinha”

“Bolsa desaba e dólar dispara” – como Globonews e CBN criaram o “coxinha”
Você lembrará deste texto quando vir um “coxinha” analfabeto político (e econômico) arrancando os cabelos hoje porque “o dólar disparou” e “a bolsa desabou” depois do anúncio da demissão de Pedro Parente.
É impressionante como essas rádios de noticia 24h são “para yuppies”: todas têm “colunista de vinhos”; “investimentos no mercado financeiro”; “alta gastronomia”; “viagens”; “empreendedorismo e startups”; “fitness” (sim: em inglês!); “comportamento (descolado)”; etc. Não é à toa que a classe média brasileira – ouvindo isso 24h por dia (no carro, na sala de espera do dentista, no táxi…) – passou a se achar “empreendedor”, “investidor”, “sofisticado”. “Muito diferente do povão, né… fala sério!”
O que eles não veem é que não valem o que eles pensam que valem “em dólar”. O valor deles é diretamente proporcional ao da economia brasileira. Eles não são “tradable”. Não podem ser exportados: só o Brasil os compra “pelo valor de face”.

28.5.18

Alerta: Carmen Lúcia é resposta do Golpe para queda de Temer

Alerta: Carmen Lúcia é resposta do Golpe para queda de Temer:

Por incrível que pareça, a queda de Temer – se caísse sozinho – seria pior para a resistência democrática do que a sua manutenção com o seu atual estado de debilidade. Dessa forma, a luta tem que ser contra o Golpe, como um todo. Com especial ênfase no seu programa econômico, financista e entreguista. Programa esse cuja aplicação levou a, entre outras coisas, a atual conflagração com os caminhoneiros.
A “fulanização” da crise na pessoa de Temer pode levar o comando transnacional do Golpe a, caso as coisas piorem ainda mais, simplesmente apertar o botão “ejetar”. E manda-lo para os ares. Mas, aí, quem de fato cairia de paraquedas seria Carmen Lúcia. E na Presidência da República! Isso significaria que o Judiciário e a Globo assumiriam o comando do país diretamente, sem sequer a mediação da ala direita da política – muitas vezes, para nosso benefício, disruptiva, com seguidos curtos-circuitos (vide “JBS” e a prisão dos “operadores” de Temer, p.e.).
Notem: essa ala direita – ao contrário do comando transnacional do Golpe – vai, ela também, precisar de votos – da “plebe” – em outubro próximo.
Em suma, é “abaixo o Golpe”/ “Brasil soberano”/ “Lula livre”. E não “Fora, (só) Temer”!

27.5.18

Caminhão de intervenções: a geleia ideológica dos caminhoneiros e os militares

Caminhão de intervenções: a geleia ideológica dos caminhoneiros e os militares:

O discurso mais à direita, de caminhoneiros clamando por “intervenção militar”, vem de áreas com grande contingente do Exército, acompanhado de um conjunto de institutos e associações que juntam principalmente professores, advogados e militares dessa Força. Note-se que a Marinha e a Aeronáutica não andam distribuindo tuítes à vontade por aí, como faz o Comandante do Exército. Não é difícil perceber por que a capilaridade que isso tudo gera vai de encontro e passa a andar de mãos dadas com o setor Agro – e agora com a adesão do setor Trans. Aliás, hoje não há dois setores mais dependentes um do outro que esses.
Essas coincidências se casam com uma noção ancestral de que, enfim, o Estado deve se resumir à segurança. “Contra os impostos altos e a roubalheira”. Trata-se de trocar a ideia de que o Estado possui o monopólio da violência legítima pela ideia de que o monopólio da violência legítima possui o Estado!
Às favas com a ideia de um domínio nacional sobre a cadeia do Petróleo, da Engenharia Pesada, da Energia, do Setor Nuclear, etc. Basta – apenas – descer o pau em “comunista” (sic). E, é claro, cobrar pouco dos ricos pelo serviço.

24.5.18

Tutorial (do caminhoneiro): como fazer um ataque híbrido (contra… zumbis?!)

Tutorial (do caminhoneiro): como fazer um ataque híbrido (contra… zumbis?!):

Nos postos, muita fila para abastecer. Em mais há gente enfiando galões de gasolina no porta-malas. O sujeito tá correndo para abastecer mesmo sabendo que está caro, mesmo tendo ouvido que vai baixar R$ 0,70. Bateu o efeito manada. Guerra híbrida é isso aí: alguma informação acaba produzindo o real, e o agenciamento que ela produziu começa a criar um monte de dissonâncias. NESSE EXATO MOMENTO, O JORNAL LOCAL DA GLOBO INFORMA QUE SÓ HÁ MAIS 2 OU 3 DIAS DE CARNE NA CIDADE. Percebem onde vai dar? Apocalipse zumbi? O pico disso é que não temos a mínima ideia de como essa coisa começou; se a greve dos caminhoneiros é um plano do Temer, da direita do Temer, anti-Temer, fora-Temer, se vai virar os “20 centavos” e a Globo vai se apropriar, se vai virar os “20 centavos” e dessa vez é a esquerda que vai se apropriar.

“Novidade” direto da Antiguidade: o ‘Caminhoneiro’ de… Troia!

“Novidade” direto da Antiguidade: o ‘Caminhoneiro’ de… Troia!:


Existem denúncias de peleguismo nos sindicatos dos caminhoneiros empregados, assim como denúncias de ações violentas por parte dos proprietários de Transportadoras. Trata-se, portanto, de um lockout, e NÃO HÁ A MENOR POSSIBILIDADE de que tal movimento seja isoladamente instrumentalizado pela esquerda. A reação da esquerda deveria ser APROVEITAR o momento para chamar uma greve geral e “engolir” essa paralisação do setor dos transportes. Diluí-la como uma gota num oceano de paralisações. Deixada como está, essa paralisação serve a múltiplos objetivos que serão descortinados com o passar dos dias. NENHUM deles tem o caráter de luta contra o Golpe.

22.5.18

O estupro do Brasil e a (ultra!) camuflagem: onde se esconde o último militar nacionalista?

O estupro do Brasil e a (ultra!) camuflagem: onde se esconde o último militar nacionalista?

“Guerra híbrida”: guerra baseada em operações de dissimulação, cujo objetivo máximo é produzir no inimigo um conjunto de ações divergentes para que este sempre esteja um passo atrás na leitura do “real”. Certos grupos de militares começaram a fabricar uma verdadeira guerra híbrida dizendo que o PT produz uma… “guerra híbrida” (!)
Nela, “o PT caminharia para um processo de ‘subversivação’”, com ligações com “as FARCs”, “setores militares da Venezuela”, “células terroristas” do Oriente Médio, “o PCC”, etc. Mais que isso, o pano de fundo seria um “novo comunismo internacional”, com novas “potências invasoras” – i.e., China e Rússia! – e suas ambições mineralistas e energéticas. Os aliados dos BRICS reavivariam assim, na cabeça dos que ainda vivem na Guerra Fria, um “comunismo 2.0”, disposto a colocar a ordem internacional de ponta-cabeça, com o Brasil numa posição de capacho sul-americano da Rússia.
E, então, por que as FFAA não reagem ao assalto que se faz ao pré-sal?
Ora, porque dizem “antes dar para os yankees (com duplo sentido mesmo!) a dar pra russo e chinês!”
*
Bônus – Comissão Nacional da Verdade e revisão da Lei da Anistia: mais uma vez o que começa com a dupla Cardozo-Dilma termina com o… MPF!
E, sem surpresa, enfraquecendo a posição do PT!
*
Veremos o desfecho dessa barafunda com a sucessão de Villas-Boas no Comando do Exército, já 2 meses atrasada?
Ou ela também está engasgada nas “eleições” (?) de outubro?

21.5.18

“O Papa é pop”: Igreja Católica detona Finança

“O Papa é pop”: Igreja Católica detona Finança:

Por recomendação do Professor Luiz Gonzaga Belluzzo no Duplo Expresso de hoje, publicamos estudo publicado dias atrás pela Congregação para a Doutrina da Fé, da Igreja Católica, criticando a apropriação da riqueza do mundo, construída socialmente, pelo (zero vírgula) “1%” global. Não surpreende a observação do Professor Belluzzo, dando conta de que esse importante documento foi abafado pela grande mídia. Não só no Brasil como em todo o mundo.

Venezuela: polarizar ou ser “insentão”?

Venezuela: polarizar ou ser “insentão”?
Perguntam “como podem pessoas comprometidas com o Estado de direito e a libertação do Lula no Brasil comemoram a eleição na Venezuela”. Talvez porque em ambos os casos tais pessoas lutem contra o imperialismo e o ataque às respectivas soberanias, não necessariamente aprovando toda e qualquer medida tomada. Nem por Maduro, nem por… Lula! É possível apoiar criticamente, diante de um mal maior (como, aliás, ocorre numa votação de segundo turno, a não ser que se anule o voto!). Ainda mais quando a oposição venezuelana é o que é: golpista. Eles respeitam Estado de direito? Aliás, os EUA respeitam o direito internacional?

20.5.18

Venezuela humilha: observadores internacionais explicam eleição à prova de fraude

Venezuela humilha: observadores internacionais explicam eleição à prova de fraude:

O Duplo Expresso traz, direto de Caracas, o depoimento de dois ilustres representantes do corpo de observadores internacionais das eleições que se realizaram neste domingo na Venezuela: o Embaixador Samuel Pinheiro Guimarães e o jurista Luiz Moreira. Num espírito cosmopolita, ambos levam para além das nossas fronteiras o combate que vêm travando contra a onda golpista no Hemisfério. Desnecessário dizer que nossa honra em ter a ambos como comentaristas do Duplo Expresso, se possível fosse, ficaria ainda maior.

O relato sobre os aspectos técnicos envolvidos – à prova de fraude – são de matar brasileiros de inveja.

17.5.18

“Lobisomem”: com Requião, Lula coloca faca no pescoço dos traíras (e do Golpe!)

“Lobisomem”: com Requião, Lula coloca faca no pescoço dos traíras (e do Golpe!)

Com Requião viabilizando-se no MDB, Lula, Gleisi e os demais legitimistas no PT colocam uma faca no pescoço dos articuladores do “Plano B”: ou baixam a bola ou Lula indica como ‘o’ seu candidato… Requião!
Quem segura?
Dupla alavanca: não só se encosta o “Plano B” na parede como também o próprio Golpe. Afinal, se há alguém que os seus articuladores – estrangeiros e “brasileiros” (entre aspas) – temem mais do que Lula é o próprio Requião.
Ameaçados, seriam forçados a negociar com o Lula. Além da sua liberdade, teriam de permitir a alternativa: a sua própria candidatura.
Jogada de mestre.

16.5.18

Odebrecht: 15 dias para provas da inocência de Lula serem destruídas

Odebrecht: 15 dias para provas da inocência de Lula serem destruídas:

Faz 6 meses (final de 2017) que o Duplo Expresso revelou, com base em depoimento exclusivo de fonte no TI da Odebrecht, que em junho de 2018 – ou seja, já no mês que vem – as provas da inocência do Presidente Lula seriam destruídas. Vimos cobrando, desde o ano passado, parlamentares a esse respeito. Diante de uma (até ali) inexplicável inação, às vezes – exasperados – fizemos isso até mesmo publicamente. De nada adiantou.
Nesta oportunidade, num último apelo aos parlamentares (nominalmente) “lulistas”, publicamos os requerimentos que fizemos (até aqui sozinhos), Provitimas e Duplo Expresso, não só à Procuradoria Geral da República mas também ao Ministério da Justiça. Neles pedimos (i) providências quanto ao documento que prova fraude processual por parte do esquema Moro; e também (ii) a sustação imediata do processo que culminará na destruição das provas que inocentam Lula.

Fim do Golpe (em 5min): Lula no ar – na Globo!

Fim do Golpe (em 5min): Lula no ar – na Globo!

Sem pânico: temos 5 minutos. No horário eleitoral a Globo terá que passar, nem que por 5 minutos, o programa do PT. 5 minutos onde se pode mostrar: Moro de black-tie ganhando prêmios em dólar nos EUA; STF livrando tucanos; as famílias dos procuradores, todas ligadas à ditadura; os elos da filha de Fachin com a JBS, de Barroso com a Globo, etc.; e, principalmente, a farsa do triplex. Em apenas uma semana de exibição o dólar vai disparar. Ao contrário do que o senso-comum jornalístico está falando, a insegurança jurídica não é de Lula, mas do Judiciário. Comemoremos (na tragédia): quem, afinal de contas, produz nosso material de campanha é o próprio Judiciário!

15.5.18

Duplo Expresso 15/mai/2018

Duplo Expresso 15/mai/2018:

Destaques:
– O especialista em Minas e Energia, PHD em Engenharia na área do petróleo, Paulo César Ribeiro Lima comenta: “A falsa necessidade de privatização da Eletrobras”
– O jurista Luiz Moreira fala sobre: “Governabilidade: depois do golpe do ‘impeachment’ sem crime, deveria o presidente poder – também – dissolver o Parlamento (como na França e em Portugal)?”
– O doutor em Economia Gustavo Galvão comenta: “Projeto para o Brasil: nem o ‘grande Peru’ do PSDB, nem o ‘grande México’ de Ciro Gomes”.
– Wellington Calasans e Romulus Maya fazem a análise da conjuntura política.

9.5.18

Lula retribui fidelidade e sai em defesa de Gleisi – D.E. avisou!

Lula retribui fidelidade e sai em defesa de Gleisi – D.E. avisou!:

Hoje vem o próprio Lula, em carta endereçada a Gleisi, defende-la dos ataques perpetrados pelos articuladores do “Plano B”. Ao reafirmar expressamente a sua candidatura pela boca da Senadora – i.e., mais uma vez – o Presidente prestigia a mesma, ratificando, para além de qualquer dúvida, a sua condição de única porta-voz e representante daquele que foi sequestrado pelo Golpe.
Para nossa surpresa, contudo, somos obrigados a registrar como fonte da nova carta de Lula a Gleisi a mais notória “agro-jornalista” – aquela que vive de plantar “notinhas” – em atividade no PIG, o Partido da Imprensa Golpista: Monica Bergamo, da Folha de S. Paulo. Ora, trata-se da a plataforma preferencial para o lançamento dos seguidos balões de ensaio que tentam fazer o (pobre do) “Plano B” acontecer!
Oremos para que tenha sido tão somente um pequeno lapso, a ser tributado, quem sabe, aos tantos anos de convivência entre o sapo – o PT – e o escorpião – o PIG.

“Plano B” nervoso: a base – e Gleisi – impedem sabotagem a Lula

“Plano B” nervoso: a base – e Gleisi – impedem sabotagem a Lula:


O fato de Gleisi e a base terem fechado questão em torno da candidatura de Lula forçou os apoiadores do “Plano B” – na política e na “GloBosfera” – a saírem do armário. É evidente que todos, por conveniência político-eleitoral, queriam poder seguir dizendo, ad eternum, que “lutaram” pela candidatura de Lula, mas… “não deu”. Acreditavam que seria fácil dobrar o Presidente com a prisão.
Na verdade, o apoio a Lula em vez de arrefecer só faz é crescer. Com isso, o binômio Gleisi-Lula segue tendo em suas mãos a última cartada para tentarmos derrotar o Golpe nesta geração política: colocar em xeque o projeto de eleições fraudulentas – em que o Golpe deseja escalar os times… hmmm… “adversários” (aspas!), à direita e à “esquerda” (novas aspas!).
Paradoxalmente, quanto mais os partidários do “Plano B” veem-se forçados a exporem – já agora, mais de 3 meses antes do registro das candidaturas – a sabotagem que vinham fazendo (até aqui insidiosamente) a Lula, mais dependentes ficam do “dedazo” do ex-Presidente para levarem a indicação do PT. Isso porque mais se queimam com as bases fieis a Lula. Que ironia!
https://duploexpresso.com/?p=93389

6.5.18

Duplo Expresso de Domingo – 6/mai/2018

Duplo Expresso de Domingo – 6/mai/2018

Destaques:
– O Senador Roberto Requião comenta: “A ‘bala de prata’ de Temer contra a Petrobras”
– O jurista Luiz Moreira fala sobre: “Democracia e Direito”
– Wellington Calasans e Romulus Maya fazem a análise da conjuntura política

“Lula” é libertado: mas foi o de Rezende-RJ

“Lula” é libertado: mas foi o de Rezende-RJ

– Libertatis erga omnes vs periculum libertatis.
– Sindicalista é libertado das garras do judiciário, mas… não foi Lula.
– Foi Jeremias Casemiro, o Mirim da Comissão de fábrica da Volkswagen, na cidade de Resende – RJ. Aquele que ingressou com dois Amicus Curiae em favor de Lula no TRF 4 e no STF. O Desembargador José Muinõs Piñeiros declarou-se incompetente e revogou a prisão preventiva de 16 anos, a qual se estendia há 2 anos.

“Maio de 1968”: a primeira “Primavera”… made in CIA?

“Maio de 1968”: a primeira “Primavera”… made in CIA?:

– Terá sido o “Maio de 1968” em Paris – aquele do “é proibido proibir”… o que derrubou o General de Gaulle… – (em parte) impulsionado pelos EUA? Teria ele sido a primeira “Primavera”? A primeira “revolução colorida” da estudantada… made in CIA?
– Fatos: (1) De Gaulle tinha TIRADO França da OTAN; (2) visitado a URSS; e (3) gritado “vive le Québec libre!” no quintal dos EUA (Canadá).
– Mais: sabemos agora – como fato histórico – que a CIA bancava quase toda a intelectualidade de esquerda francesa? Especialmente a crítica do Partido Comunista Francês? E os filósofos “pós-modernos”? Aqueles cujos “filhos” e “netos” intelectuais (bastardos?) hoje tanto dificultam a unidade da esquerda com o “identitarismo” radical?
– Com direito a depoimento de quem estava lá, na “Paris que queimava”!

5.5.18

Armação na “tragédia do 1o de Maio”: o prédio de SP foi implodido?

Armação na “tragédia do 1o de Maio”: o prédio de SP foi implodido?

Mais uma vez o Duplo Expresso faz a meta-análise e desafia as “narrativas” paralelas – de sinais trocados – difundidas pela imprensa golpista e pela sua gêmea siamesa, a “GloBosfera”, para manipular o debate político usando a tática da pinça. Wellington Calasans, desde a emissão de 2/mai/2018 do Duplo Expresso, trouxe a palavra de expert do Clube de Engenharia da Dinamarca, estupefato com os elementos suspeitos presentes nas imagens da queda do prédio. Assista.

4.5.18

Beabá: quem é o doleiro que pode destruir Moro – e como ele trabalha

Beabá: quem é o doleiro que pode destruir Moro – e como ele trabalha

O sistema dólar-cabo é, digamos, o “tataravô” das criptomoedas. Não passa pelo Banco Central!. Quer dizer, não passa na saída. Passa na volta, quando entra como (pseudo!) “investidor estrangeiro”. As entregas e retiradas de dinheiro em Reais/ Dólar são físicas no Brasil, usando carro forte e tudo! A pessoa, p.e., dá 10 milhões em Reais e o doleiro faz aparecer numa conta offshore, em paraíso fiscal (como a Suíça) o valor correspondente em Dólar. Mas é como banco: não é o mesmo dinheiro físico. O doleiro – já – tem fundos fora (em USD) e dentro do brasil (nas duas moedas). Esse seria o “capital social” do “banco”, digamos. E vai fazendo as compensações no Brasil e no respectivo paraíso fiscal, tirando a sua comissão. Know-how legitimamente brasileiro! Aqui na Suíça, p.e., há casas que fazem remessas de imigrantes para os seus países de origem nesse mesmo esquema. Quase todas são de doleiros… brasileiros!

3.5.18

Análise: Gleisi, a primeira convocada por Lula, sai da semana fortalecida

Análise: Gleisi, a primeira convocada por Lula, sai da semana fortalecida

Resumo da ópera:
– Gleisi Hoffmann sai desta semana fortalecida dentro do PT. E, por tabela, sai também fortalecido aquele a quem ela tem dado sustentação na disputa que se trava dentro da sigla: o Presidente Lula. Ainda por tabela, sai também fortalecida a resistência democrática, que tem na candidatura de Lula – “até as últimas consequências” (apud Gleisi Hoffmann) – as suas melhores chances de sucesso contra o Golpe.
– No verso da moeda, saem enfraquecidos os articuladores do “Plano B”. Com “B” de “B’ola nas costas” e de “B’astardo do golpe.
– Não fosse o ex-Ministro de confissão judaica, poder-se-ia dizer que Jacques Wagner, que acompanhava Gleisi, “beijou a Cruz”.
– A análise completa da visita de Gleisi e do seu subtexto amanhã, no Duplo Expresso. Até lá.

A farsa da Lava Jato com Dario Messer: o Duplo Expresso avisou!

A farsa da Lava Jato com Dario Messer: o Duplo Expresso avisou!

Sim, o Duplo Expresso avisou… e desde 2016. Culminando na publicação do artigo “Sergio Moro & Dario Messer, o doleiro: o elo ‘perdido’ – e explosivo – ligando Lava Jato e Bane$tado”, em 7/jan/2018.
– Moro/ Bretas/ EUA visam não apenas a se blindarem contra a possibilidade de traições – no governo Temer/ PMDB/ PSDB, no STF/ STJ, na Globo, na Avenida Paulista e… no “PT JUDICIÁRIO” – como também a garantir a consecução do seu objetivo político maior nos processos – leia-se “delenda Lula, delenda PT ” – quando os recursos começam a chegar a Brasília (onde passa a haver choques com o STF e o STJ). (mais: “delenda bois de piranha no PSDB/ PMDB/ ‘Centrão'”)
– Bônus: Moro e Bretas (e EUA) podem ainda estar fartos da chantagem de Eduardo Cunha – e associados. Resolveram então desarmá-los, controlando a fonte primária do dossiê “Banestado”. O custo político da blindagem a Cunha – uma cortesia do Duplo Expresso – pode ter se tornado caro demais. Pegam os ácidos limões que o Duplo Expresso atirou (Cunha & Messer) – até aqui com exclusividade (por que será?) – e fazem uma limonada. (será “limodada suíça”?)
– Se alguém ainda acreditava no sucesso dos recursos de Lula em Brasília e colocava aí (ingenuamente) as suas fichas na luta contra o Golpe…
– Precisa desenhar, Lula? Precisa desenhar, (ala não-traíra do) PT? Precisa desenhar, bois de piranha da direita? Então eu desenho…

2.5.18

Reencarnação do (queimado) “Plano B”: impor “vice” (viciado!) a Lula. Se-vícia!

Reencarnação do (queimado) “Plano B”: impor “vice” (viciado!) a Lula. Se-vícia!:

Atualizado em 2/mai/12:38 (ver final e resumo audiovisual)
– Quem já negociou o pescoço de Lula está a defender que esse indique “desde já” o “seu” (?!) “candidato a vice”. Mencionam Haddad (e despistam com Celso Amorim e Jacques Wagner).
– Ora, já ensinava Brizola na sua infindável sabedoria: “vice tem que ficar ocupado. Ocioso, passa a conspirar contra o titular”. E isso vindo de alguém que se cercou dos melhores – Darcy Ribeiro e Nilo Batista – para a função, hein?
– Sobram poucas dúvidas sobre o porquê de haver hoje em Curitiba apenas 5 mil – bravas! – pessoas: diversos militantes do PT denunciam a não organização pelo partido de uma caravana sequer!
– Não surpreende: o objetivo da ala pelega do PT é justamente que Lula siga preso. Querem, ademais, que Lula – e a sua porta-voz, Gleisi Hoffmann – fiquem em posição de fraqueza, para que possam ser mais facilmente dobrados.
– Lembrando: o novo nome do “Plano B” – expressão tornada maldita pelo trabalho pertinaz do DuplEx – é “Lula tem que indicar, desde já, o seu vice”… “que nada tem a ver com Plano B” (sic)… “e poderá, perfeitamente, ser substituído na convenção em agosto” (sic). O raciocínio (deliberadamente) tortuoso assevera que, indicando um vice logo, “Lula preservaria o seu capital político… crescente”.
– Quem eles pensam enganar? Como dissemos meses atrás: “rei posto, rei morto”: ou sai candidato ou Lula já era!

Duplo Expresso 2/mai/2018

Duplo Expresso 2/mai/2018:

Destaques:
– A arquiteta e mestra em Engenharia Civil, Patrícia Vauquier comenta: “1⁰ de maio na França: movimentos divididos e sequestro pelos Black Blocs”
– O advogado Samuel Gomes fala sobre”Como o 1⁰ de maio resgatou o debate político no Brasil”
– O jurista Luiz Moreira comenta: “protagonismo judicial e Lula Livre”
– Romulus Maya e Wellington Calasans fazem a análise da conjuntura política

1.5.18

Impor “vice” – viciado – a Lula “já”: a reencarnação do (queimado) “Plano B”

Impor “vice” – viciado – a Lula “já”: a reencarnação do (queimado) “Plano B”

– Quem já negociou o pescoço de Lula está a defender que esse indique “desde já” o “seu” (?!) “candidato a vice”. Mencionam Haddad (e despistam com Celso Amorim e Jacques Wagner).
– Ora, já ensinava Brizola na sua infindável sabedoria: “vice tem que ficar ocupado. Ocioso, passa a conspirar contra o titular”. E isso vindo de alguém que se cercou dos melhores – Darcy Ribeiro e Nilo Batista – para a função, hein?
– Sobram poucas dúvidas sobre o porquê de haver hoje em Curitiba apenas 5 mil – bravas! – pessoas: diversos militantes do PT denunciam a não organização pelo partido de uma caravana sequer!
– Não surpreende: o objetivo da ala pelega do PT é justamente que Lula siga preso. Querem, ademais, que Lula – e a sua porta-voz, Gleisi Hoffmann – fiquem em posição de fraqueza, para que possam ser mais facilmente dobrados.
– Lembrando: o novo nome do “Plano B” – expressão tornada maldita pelo trabalho pertinaz do DuplEx – é “Lula tem que indicar, desde já, o seu vice”… “que nada tem a ver com Plano B” (sic)… “e poderá, perfeitamente, ser substituído na convenção em agosto” (sic). O raciocínio (deliberadamente) tortuoso assevera que, indicando um vice logo, “Lula preservaria o seu capital político… crescente”.
– Quem eles pensam enganar? Como dissemos meses atrás: “rei posto, rei morto”: ou sai candidato ou Lula já era!

30.4.18

“Kakay” comenta carteirada de Moro para cima do TFR-1: extradição – ilegal! – de luso-brasileiro

“Kakay” comenta carteirada de Moro para cima do TFR-1: extradição – ilegal! – de luso-brasileiro:

Participação do criminalista Antonio Carlos de Almeida Castro, o “Kakay”, no Duplo Expresso de 30/abr/2018.
– Kakay: “eu, quando era estudante, eu achava que o cumprimento da Constituição era algo reacionário, porque eu queria sempre avançar mais em termos de direitos individuais, de direitos coletivos. No Brasil de hoje, nesse momento punitivo pelo qual passamos, cumprir a Constituição passou a ser revolucionário!”
– Romulus Maya: “(Kakay) esclareceu essa questão interessantíssima, fora a questão dramática de a gente ver se Constituição vale ou não. Questão interessantíssima: o indivíduo ter primeiro iniciado o processo (de extradição de Portugal para o Brasil) como português naturalizado, depois juntado os documentos para ter reconhecida a sua nacionalidade portuguesa originária, (ter também recorrido, com sucesso, ao Tribunal Europeu de Direitos Humanos contra o pedido de Moro) e permitir essa discussão, que transcende o Direito e hoje adentra a esfera política: saber se a sociedade brasileira – a classe política inclusive – tem a garantia da Constituição diante do avanço de determinados magistrados (leia-se: Sergio Moro)”.

“Direito ao ponto” #5 – “delações premiadas”

“Direito ao ponto” #5 – “delações premiadas”:

Nesta semana, Maria Eduarda Freire trata do instituto da delação premiada. Desde a sua origem nas Ordenações Filipinas, até completa degeneração – de si e, por meio dela, do próprio processo penal brasileiro como um todo – no país da Lava Jato.  Assim como na “Deforma trabalhista”, agora no processo penal prevalece o negociado – com um MPF abandidado – sobre o legislado (!)

29.4.18

Por que a Europa teme as “Novas Rotas da Seda” patrocinadas pela China

Por que a Europa teme as “Novas Rotas da Seda” patrocinadas pela China

A “Iniciativa Cinturões e Estradas”, para Pequim, tem tudo a ver com geopolítica, mas principalmente com projeção geoeconômica – incluindo a promoção de novos padrões e normas globais de comércio que podem não ser exatamente as praticadas pela União Europeia. E isso nos leva ao coração da matéria, que não se lê no relatório interno da Comissão Europeia vazado: a intersecção entre a “Iniciativa Cinturão e Estrada” e outra, a “Made in China: 2025”.
Pequim está dedicada a se tornar um dos líderes globais no campo da alta tecnologia em menos de sete anos. “Made in China: 2025” identificou 10 setores – incluindo Inteligência Artificial, robótica, aeroespaço, carros e navios e estaleiros verdes – como prioritários.

Receba novos posts por email!