Destaque:

Estado brasileiro na encruzilhada. Já sabemos o que a Globo quer... e você?

Queria poder dizer que criei esta montagem, mas não... recebi de um seguidor no Facebook, como comentário a um artigo anterior. rs ...

Receba novos posts por email!

15.1.18

“Capital vadio”: Globo bota dinheiro na condenação de Lula – por 3×0!


Por Romulus Maya

Como antecipamos no programa Duplo Expresso desta manhã, há um grande interessado num placar de três a zero, contrário ao ex-Presidente Lula, em Porto Alegre, no próximo dia 24: o mercado financeiro. E, em particular, os irmãos Marinho.

Para além da finalidade político-eleitoral, óbvia, fonte na finança revela um interesse mais imediato: o "capital vadio" (apud Requião) - aí incluídos os Marinho - estariam, no jargão do mercado, pesadamente "comprados". Ou seja, fizeram apostas substanciais na jogatina financeira, apostando numa condenação - unânime - de Lula no TRF- 4: alta da bolsa, queda do dólar e dos juros futuros.

LEIA MAIS >>

Nós avisamos: quem – apesar da Globo – vetou repressão do Exército em Porto Alegre foi o seu Comandante


Por Romulus Maya

– Como antecipou o Duplo Expresso, quem disse “não” a Exército reprimindo manifestantes em Porto Alegre no dia 24 foi o seu Comandante, o General Villas Boas.

– Errou analista da blogosfera que creditou tal veto a uma suposta “dignidade” (?) do Ministro da Defesa, Raul Jungmann, bem como militantes da esquerda, como Rui Costa Pimenta, que antes acusaram o General de ser simpático a uma militarização do golpe.

– Ora, trata-se justamente do oposto… nos dois casos!

LEIA MAIS >>

“Fake news”?! Pior é “ghost news”: as “notícias fantasma”, escondidas pelo PIG!


7.1.18

Sergio Moro & Dario Messer, o doleiro: o elo “perdido” - e explosivo - ligando Lava Jato e Bane$tado


Sergio Moro & Dario Messer, o doleiro: o elo “perdido” - e explosivo - ligando Lava Jato e Bane$tado


Segundo fonte nossa na comunidade de inteligência europeia, os “operadores” do enterro do escândalo do Banestado – de longe o maior caso de corrupção de todos os tempos: mais de 134 bilhões! De dólares! – teriam recebido 0,8% desse montante para operacionalizar o “desmonte”. Por óbvio, entre os “coveiros” necessariamente se encontravam membros do Judiciário. Os “operadores jurídicos” do “enterro” também teriam, portanto, entrado no rateio desse butim.

Ou seja: 0,8% dos 134 bilhões de dólares.

Nada menos que 1.072 bilhão de dólares!

Vale lembrar que o juiz Sergio Moro, na qualidade de juiz de instrução, presidia as investigações então.

De maneira “inusitada”, o maior doleiro do Brasil, Dario Messer, foi então “poupado”.

4.1.18

(Falso!) moralismo por grana: Moro & “DD” – reféns de Eduardo Cunha – sequer são originais!

iniatura

(Falso!) moralismo por grana: Moro & “DD” – reféns de Eduardo Cunha – sequer são originais!

Por Romulus Maya

A comunidade do nosso Blog continua debruçada sobre os esqueletos que tem Sergio Moro no seu armário curitibano...

“Esqueletos” esses que tornaram Moro (mais um) refém de...

- ... Eduardo Cunha!

Sim, Cunha...

A “eminência (mais do que nunca...) parda” que – justamente hoje, vejam só! – “volta à mídia”...

Golpe do 💸“acordo”💸 Petrobras/ “abutres”: Resistência nacionalista pode para-lo!



Golpe do 💸“acordo”💸 Petrobras/ “abutres” de Wall St.: Resistência nacionalista pode para-lo!

1- Nos EUA há os chamados "danos punitivos", indo além da reparação pelos danos efetivamente causados à "vítima". Uma espécie de "lição" para o condenado "aprender". Daí o nome: danos "punitivos".

Evidentemente, gera enriquecimento SEM CAUSA de autor da ação - e de seus advogados!

No caso, bilionário!

Sofre críticas nos próprios EUA e não é aceito nos países da NOSSA tradição jurídica.

2- Direção (golpista) da Petrobras e abutres americanos praticam GOLPE - juntos! - com esse tal "acordo".

Isso porque uma SENTENÇA (do Judiciário americano) com condenação NESSES TERMOS nunca seria homologada e executada no Brasil!


3.1.18

Como Eduardo Cunha "opera" Sergio Moro - e como ambos, juntos, "operam" a imprensa


Como Eduardo Cunha "opera" Sergio Moro - e como ambos, juntos, "operam" a imprensa

Por Romulus Maya

A Folha de São Paulo (sempre ela) plantou na sua edição de hoje “entrevista” (sic) com Carlos Fernando dos Santos Lima. Nela, o Procurador - e também a Folha, é claro - tentam lançar um certo "balão de ensaio"... uma tentativa de “vacina”... um “álibi jurídico-estratégico” para “explicar” (sic) as (obscenas!) vantagens que a Odebrecht comprou das mãos da Máfia de Curitiba.

Problema: o tal "álibi" ensaiado pela dobradinha Carlos Fernando/ Folha é (flagrantemente) tosco demais para ser crível!

Quer dizer...

Ao menos para nós aqui no Blog...

E, é claro, também para o - mui esperto - Eduardo Cunha!

“Homem pelado” Vol.2: MBL volta com diversionismo depois das “férias”?


“Homem pelado” Vol.2: MBL volta com diversionismo depois das “férias”?

2.1.18

“Notinhas” em “off” atribuídas a “petistas” (?) recomendam a Lula abraçar a direita! Sei...


“Notinhas” em “off” atribuídas a “petistas” (?) recomendam a Lula abraçar a direita! Sei...
TER, 02/01/2018 - 15:57
ATUALIZADO EM 02/01/2018 - 16:05
JORNAL GGN
Jornal GGN - Uma ala do comando do PT acredita que o ex-presidente Lula deve ser reaproximar do empresariado nacional. "O raciocínio é pragmático. Sem um novo pacto com o que o partido chama de elites, as chances de ele deixar de ser pintado como um dos extremos da eleição presidencial são diminutas." É o que diz o Painel da Folha desta terça (2).
No Estadão, colunistas também afirmam que a missão de parte da classe política que ainda está sem candidato é taxar Lula de radical e afastá-lo dos votos ao centro. A mesma tática é empregada com Bolsonaro.

Lava Jato/ Odebrecht: perícia de Tacla Durán (na Espanha!) também sugere falsidade das "provas" (aspas!)

O jornal La Estrella De Panamá publica hoje reportagem sobre as provas que o advogado Rodrigo Tacla Durán tem a respeito da fraude no sistema interno do Meinl Bank, usado pela Odebrecht para pagar propinas no exterior — entre eles, o casal de marqueteiros Mônica Moura e João Santana. “Ele (Tacla Durán) possui os registros antes e depois que as alterações foram executadas”, informa a reportagem. O texto trata principalmente de esquema de corrupção no Panamá, que atinge o presidente do país, Juan Carlos Varela, através de transferências milionárias para conta de uma offshore de um colaborador do presidente, o médico Jaime Lasso. A reportagem informa ainda que os registros foram alterados para evitar problema com uma investigação em curso no FBI. Todo esse conjunto de provas, segundo o jornal, foi periciado Espanha, e parte do material entregue aos advogados do ex-presidente Lula. A revelação foi feita depois que a procuradoria do Panamá arquivou as denúncias que atingem o presidente. A expectativa de parte dos políticos do Panamá é que Tacla Durán seja ouvido, e as investigações, reabertas.

😮 “Mala sem alça”? Sim, o (meu) “atrevimento” de millennial incomoda

 Atualizado 12:41 



😮 "MALA SEM ALÇA"? SIM, O (MEU) "ATREVIMENTO" DE MILLENNIAL INCOMODA... PROBLEMA DO(S) INCOMODADO(S), UAI!

Criticam-me por me "atrever" a criticar o "decano" do jornalismo político Jânio de Freitas, do Conselho Editorial da Folha de S.Paulo, por ter se prestado ao papel de moleque de recados do "notório" Eduardo Cunha.

E isso malgrado toda a sua senioridade...

Pior: numa clara tentativa de chantagem (mais uma!) contra o Judiciário.

("Folha transmite chantagem de Eduardo Cunha ao Judiciário: ratos se entendem pro Réveillon?" - 31/12/2017)

Jogo pesadíssimo.

Não só mantenho tudo o que disse como, mais incrível ainda, já tinha - mesmo sem o saber - redigido a resposta para essa (suposta) "crítica" - e com 24h de antecedência:


Como Eduardo Cunha colocou Sergio Moro no bolso

 Publicado 28/12/2017 - 21:38 
 Atualizado 2/1/2018 - 0:49 
Como Eduardo Cunha colocou Sergio Moro no bolso
Por Romulus Maya
- Eduardo Cunha - o rei dos dossiês: sua coleção começa com aquele produzido pela Kroll em 2015 sobre as “e$tripulia$” da “panelinha de Curitiba”, à época da notória advogada Beatriz Catta Preta.
- Operador das antigas, Cunha contaria ainda com outro sobre o caso Banestado.
- É bastante, mas isso não é tudo. Tendo em mãos o dossiê da Kroll e do Banestado, o ladino Eduardo Cunha conseguiu mais um trunfo – e, desta vez, com a ajuda decisiva (involuntária) do PT:
- “Operou” o PT na “CPMI da fábrica de delações” para adquirir a alavancagem final de que precisava sobre Sergio Moro;
- Instruiu os seus homens na Comissão, Carlos Marun à frente, a aprovarem a oitiva de Rodrigo Tacla Durán, requisitada pelos parlamentares do PT.
- De posse do depoimento explosivo, Cunha “presenteou” Sergio Moro com a “inesperada” (?) exclusão do mesmo do relatório final. Mediante a contrapartida da manutenção do status de “preso” fake, “clandestino”, de Cunha. Bem como a limitação do total das suas condenações ao “diminuto” (diante de sua ficha corrida) caso do campo de petróleo em Benin.
- Tudo isso conduziria à “liberdade” precoce de Eduardo Cunha. Não da cadeia (onde já não estava), mas da condição de “clandestino”, aquele que não pode ser visto circulando por aí.

"Caro Mark Zuckerberg, tá vendendo o Facebook a quanto, hein?"

Romulus Maya added 2 new photos.
12 hrs
Dear
Facebook @mark zuckerberg,
I write a blog and host a daily webshow on Brazilian politics. I was requested to share the content our team produces into groups we were invited to for that precise reason. Many complain about alleged Facebook censorship and political bias on the part of the Brazilian branch of Facebook (Facebook São Paulo) - which is paid hundreds of millions of US dollars by a corrupt government that usurped power after a coup d'état.
Are Facebook critics right?
Does Facebook support an illegitimate government that is rejected, according to opinion polls, by 96% of the Brazilian population?
Is Facebook for sale?
For how much?

1.1.18

Como os "DDs" destruíram o Ministério Público

O MINISTÉRIO PÚBLICO ESTÁ SE APEQUENANDO. EU PREVI E ADVERTI QUE IRÍAMOS CHEGAR A ESTA SITUAÇÃO NEFASTA
Lamentável. Hoje encontramos textos, nos principais blogs e sites da internet, expondo alguns membros do Ministério Público Federal a críticas contundentes e mesmo ofensas antes inimagináveis.
Como diz o ditado popular: "estão experimentando do próprio veneno". Buscaram os holofotes e a notoriedade fácil, usaram o processo penal como forma de autopromoção e correram freneticamente para as "famosas" entrevistas coletivas. Voluntarismos e vaidades expostos publicamente.


Prevaricadores: há 1 ano Lava Jato esconde corrupção de juízes e procuradores


Prevaricadores: há 1 ano Lava Jato esconde corrupção de juízes e procuradores
Todos vimos nesta véspera do Ano Novo (abismados!) a tentativa de (nova!) chantagem por parte de Eduardo Cunha sobre juízes e procuradores da Lava Jato. Chantagem essa "prestimosamente" transmitida pela Folha de São Paulo, na forma de "notinha" publicada por Jânio de Freitas.

E - pasmem - prontamente retransmitida por blogueiros "progressistas". Esse Eduardo Cunha...


Contudo, vale lembrar que não é só Cunha quem tem o dossiê "propina no Judiciário/ MP". A Odebrecht, para arrancar o “acordo” de "delação dos 77 executivos" mais a (suprema!) "leniência" para a empresa, também deu um “tira-gosto”. Encaminhou à PGR, no ano passado, uma amostra das propinas pagas a juízes e procuradores.

Prevaricando, Fachin esconde tais denúncias há 1 ano!

Também prevaricando, Rodrigo Janot, o ex-PGR, já fizera antes uma “filtragem” da “amostra” fornecida pela Odebrecht.

“Amostra” essa portanto, dada a sua origem, também já “filtrada” anteriormente pela própria Odebrecht! Tal processo de "filtragem" vem sendo feito desde o início da (alegada!) “investigação” que ela “sofre”. É diligentemente levada a cabo pela direção da empresa em conjunto com o departamento de TI. À frente do "desmonte"Maurício Ferro, cunhado de Marcelo Odebrecht. Justo ele, livrado por Sergio Moro & "DD" até mesmo de investigação - que dirá então de denúncia, julgamento e apenamento!

Hmmm...


(A esse respeito, conforme prometido, publicaremos relato de fonte de dentro da Odebrecht ainda nesta semana. A fonte revela os bastidores desse “esquema” Odebrecht/ “DD”/ Moro de “investigação” combinada.
O que deveria resultar – ato contínuo! – na prisão em flagrante de TODOS os envolvidos, por óbvio.
Por obstrução da Justiça, falsidade ideológica e fraude processual continuada.
Aliás, antes disso ainda devemos publicar prova DOCUMENTAL desses crimes por parte de Moro, “DD” & Procurador Roberson “PreçoBom”.
Aguardem!
Mas vale lembrar: como a PF também está no esquema, qualquer cidadão pode - e deve - dar voz de prisão diante de um crime em flagrante!
A esse propósito, parece que vai ter uma penca de "cidadãos" lá em Porto Alegre, no próximo dia 24/1...
Todos eles doidos para exercer esse e outros direitos - e deveres! - cívicos, sabe...)


“Fachin prevaricando”?

Por falar em Ministro relator da Lava Jato no STF...

E essa investigação da Aeronáutica sobre o acidente que vitimou o Min. Teori Zavascki que não acaba nunca (e permanece sigilosa), hein?


Vale lembrar que até um jovem Governador de Estado (!) que ameaçava os interesses da Odebrecht com denúncia de corrupção da empresa já foi assassinado, nos anos 90 – em plena São Paulo!

31.12.17

Ratos se entendem? Folha transmite chantagem de Eduardo Cunha ao Judiciário


Folha transmite chantagem de Eduardo Cunha ao Judiciário: ratos se entendem pro Réveillon?
Segue fazendo estragos a exposição que fizemos no Duplo Expresso do arranjo Judiciário/ Eduardo Cunha para que esse não permanecesse preso, mas sim... hmmm... “clandestino”, digamos, Brasil afora. Mais: “clandestino” – i.e., (apenas!) sem poder ser visto circulando por aí – também por tempo reduzido.
A coluna de Jânio de Freitas de hoje, 31/12!, na Folha de São Paulo veicula, sem muita sutileza, uma certa “notinha” que teria vindo diretamente do... “cárcere” (sic!).
O conteúdo?
– Nova ameaça de Eduardo Cunha ao Judiciário: a revelação da – muito bem escondida até aqui – corrupção de juízes e procuradores.
A fonte de Jânio?
– “Amigos do ‘preso’”.
(que não está preso!)
Não me atreveria a querer dar lição a esse decano do jornalismo político brasileiro, a quem tanto aprecio e admiro. Mesmo porque há evidente interesse jornalístico no conteúdo da tal “notinha”.
Entretanto, há que se manter sempre o cuidado para não se deixar pautar pela fonte, certo?
Bem...

Se já é assim em circunstâncias normais...

Que dirá quando a tal da “fonte” é não outro que...
- ... Eduardo Cunha!

- Que tenta, assim, manter a chefia da Lava Jato!

(conquistada, também, com chantagens e dossiês!)

30.12.17

Ratos caem (fora!) do navio: Folha segue implosão de Moro, “DD” & Odebrecht


Ratos caem (fora!) do navio: Folha segue implosão de Moro, “DD” & Odebrecht
Por Romulus Maya
Uma semana depois, a Folha de São Paulo volta a registrar – mesmo que com toda a discrição – os fortes indícios de fraude na “investigação” (combinada!) Odebrecht/ Lava Jato.
Por solidariedade profissional, recomendamos aos “colegas” do PIG - e, surpreendentemente, também da blogosfera! - que acelerem o cronograma de desembarque do... “Titanic”. Isso porque faltam agora apenas alguns dias para publicarmos o relato que desmascarará, de vez, a Lava Jato.
Presente de Ano Novo para Moro & “DD”?
Que nada: presente para o Brasil!


Pacto “Ribbentrop-Molotov” do Séc. XXI: EUA e China partilham o Brasil, a grande “Polônia” sul-americana?






Romulus Maya added a new video.

PACTO "RIBBENTROP-MOLOTOV" DO SÉC XXI: EUA E CHINA PARTILHAM O BRASIL, A GRANDE "POLÔNIA” SUL-AMERICANA?

Recebo o vídeo abaixo por Whatsapp com o comentário:

"Chineses estão comprando tudo no Brasil, com aval dos americanos".

Ao que respondo:

"Parece ser o novo Pacto Ribbentrop-Molotov:
- Os dois adversarios geopolíticos, como antes fizeram URSS e Alemanha nazista, combinaram a partilha da grande 'Polônia' sul-americana, para mútuo benefício".
Entendendo-se, adiam conflitos diretos ao passo que vão ganhando nacos econômico-territoriais pelo mundo, ambos.
Com interesses num mesmo território (partilhado), um fica de olho nos movimentos do outro, para o dia do conflito direto.
No caso do Brasil em particular, aleijam e, assim, impedem a projeção de mais um país-continente no tabuleiro internacional. Mais uma vez para mútuo benefício, mantêm o número de sócios do "clube" menor.
Vale lembrar que de todos os grandes atores planetários apenas a Rússia não entrou na farra da entrega do Pré-sal.

Entraram: EUA, China, Reino Unido, França, Noruega, fundos soberanos do Oriente Médio.
A "ironia" é que de partilha de um país-continente, num momento de debilidade, por um consórcio de potências imperialistas a China bem entende. A ocasião faz o ladrão?


Receba novos posts por email!