Destaque:

Estado brasileiro na encruzilhada. Já sabemos o que a Globo quer... e você?

Queria poder dizer que criei esta montagem, mas não... recebi de um seguidor no Facebook, como comentário a um artigo anterior. rs ...

Receba novos posts por email!

14.8.20

Especial: Pepe Escobar & Elias Jabbour respondem: estamos no Séc. da China?





Diretamente da Suíça, Romulus Maya, Editor-chefe do Duplo Expresso, recebe Pepe Escobar e Elias Jabbour em edição especial do programa, respondendo a pergunta do... trilhão: "O Século da China" -- sim? Não? O que muda no jogo global (e para o Brasil).

Especial: Pepe Escobar & Elias Jabbour respondem: estamos no Séc. da China? – D.E.14/ago/2020

Especial: Pepe Escobar & Elias Jabbour respondem: estamos no Séc. da China? – D.E.14/ago/2020



Diretamente da Suíça, Romulus Maya, Editor-chefe do Duplo Expresso, recebe Pepe Escobar e Elias Jabbour em edição especial do programa, respondendo a pergunta do… trilhão: “O Século da China” — sim? Não? O que muda no jogo global (e para o Brasil).

Especial: Pepe Escobar & Elias Jabbour respondem: estamos no Séc. da China?





Diretamente da Suíça, Romulus Maya, Editor-chefe do Duplo Expresso, recebe Pepe Escobar e Elias Jabbour em edição especial do programa, respondendo a pergunta do... trilhão: "O Século da China" -- sim? Não? O que muda no jogo global (e para o Brasil).

11.8.20

“Pinça”: repare no nível da farsa – D.E.11/ago/2020

“Pinça”: repare no nível da farsa – D.E.11/ago/2020



Diretamente da Suíça, Romulus Maya, Editor-chefe do Duplo Expresso, recebe (i) Nildo Ouriques, economista e liderança da tendência Revolução Brasileira, do PSOL; e (iii) Wendel Pinheiro, historiador e membro do Diretório Nacional do PDT. Discutem a conjuntura política e econômica, com especial ênfase nos sinais de mais um C.Q.D. do D.E.: a decisão do STF na semana passada visava tão somente a jogar fumaça sobre aquilo que fica cada vez mais claro: o dilema de Lula com relação aos documentos da Odebrecht na Suíça.
E, grosso modo, com relação ao Brasil: fecha com o povo? Ou com os Generais?
Ministros pendurados — reféns que são — no regime da “dossiê-cracia” transnacional, a subjugar o Brasil.
Não adianta: o D.E. chega mais uma vez para soprar para longe brumas e fumaças, deixando as escolhas — de parte a parte — bem claras…

"Pinça": repare no nível da farsa – D.E.11/ago/2020





Diretamente da Suíça, Romulus Maya, Editor-chefe do Duplo Expresso, recebe (i) Nildo Ouriques, economista e liderança da tendência Revolução Brasileira, do PSOL; e (iii) Wendel Pinheiro, historiador e membro do Diretório Nacional do PDT. Discutem a conjuntura política e econômica, com especial ênfase nos sinais de mais um C.Q.D. do D.E.: a decisão do STF na semana passada visava tão somente a jogar fumaça sobre aquilo que fica cada vez mais claro: o dilema de Lula com relação aos documentos da Odebrecht na Suíça.
E, grosso modo, com relação ao Brasil: fecha com o povo? Ou com os Generais?
Ministros pendurados — reféns que são — no regime da “dossiê-cracia” transnacional, a subjugar o Brasil.
Não adianta: o D.E. chega mais uma vez para soprar para longe brumas e fumaças, deixando as escolhas — de parte a parte — bem claras...

7.8.20

Guerra híbrida Brasil: decifrando as sombras – D.E.7/ago/2020

Guerra híbrida Brasil: decifrando as sombras – D.E.7/ago/2020



Guerra híbrida Brasil: decifrando as sombras – D.E.7/ago/2020

Diretamente da Suíça, Romulus Maya, Editor-chefe do Duplo Expresso, recebe Piero Leirner, para fazer a “engenharia reversa” das sombras projetadas na parede da caverna pelos operadores locais da Guerra Híbrida movida contra o Brasil. Como sempre, com movimentos simétricos nas duas pernas da “pinça” — aquelas que estão “opostas”, mas… articuladas por uma mesma base. 

O “teatro” da vez: o STF.

Antes, abrimos os trabalhos com um time de primeiríssima destrinchando a economia, no Brasil e no mundo: Paulo Gala, Elias Jabbour e Uallace Moreira.

Guerra híbrida Brasil: decifrando as sombras – D.E.7/ago/2020





Diretamente da Suíça, Romulus Maya, Editor-chefe do Duplo Expresso, recebe Piero Leirner, para fazer a “engenharia reversa” das sombras projetadas na parede da caverna pelos operadores locais da Guerra Híbrida movida contra o Brasil. Como sempre, com movimentos simétricos nas duas pernas da “pinça” — aquelas que estão “opostas”, mas… articuladas por uma mesma base.  
O “teatro” da vez: o STF.
Antes, abrimos os trabalhos com um time de primeiríssima destrinchando a economia, no Brasil e no mundo: Paulo Gala, Elias Jabbour e Uallace Moreira.

4.8.20

E só agora “descobrem” o “SNI do Séc. XXI”? Tá, conta outra… – D.E.4/ago/2020

E só agora “descobrem” o “SNI do Séc. XXI”? Tá, conta outra… – D.E.4/ago/2020



Diretamente da Suíça, Romulus Maya, Editor-chefe do Duplo Expresso, recebe (i) Nildo Ouriques, economista e liderança da tendência Revolução Brasileira, do PSOL; e (iii) Wendel Pinheiro, historiador e membro do Diretório Nacional do PDT. Discutem a conjuntura política e econômica, com especial ênfase nos sinais de mais um C.Q.D. do D.E.: apenas nesta semana imprensa (PIG/ PIGuinho “vermelho”) e partidos de “oposição” descobrem o projeto de constituição de uma “Stasi Tabajara”, sob o General Heleno?
Ora, por favor…
São todos, fora do D.E., “ingênuos”?
O problema é que nenhum desses pensa em sair do “Telecatch”. Isso porque estão todos pendurados — reféns que são, no regime da “dossiê-cracia” transnacional, a subjugar o Brasil.

E só agora "descobrem" o "SNI do Séc. XXI"? Tá, conta outra... – D.E.4/a...





Diretamente da Suíça, Romulus Maya, Editor-chefe do Duplo Expresso, recebe (i) Nildo Ouriques, economista e liderança da tendência Revolução Brasileira, do PSOL; e (iii) Wendel Pinheiro, historiador e membro do Diretório Nacional do PDT. Discutem a conjuntura política e econômica, com especial ênfase nos sinais de mais um C.Q.D. do D.E.: apenas nesta semana imprensa (PIG/ PIGuinho “vermelho”) e partidos de “oposição” descobrem o projeto de constituição de uma “Stasi Tabajara”, sob o General Heleno?
Ora, por favor…
São todos, fora do D.E., “ingênuos”?
O problema é que nenhum desses pensa em sair do “Telecatch”. Isso porque estão todos pendurados — reféns que são, no regime da “dossiê-cracia” transnacional, a subjugar o Brasil.

Receba novos posts por email!