Destaque:

Estado brasileiro na encruzilhada. Já sabemos o que a Globo quer... e você?

Queria poder dizer que criei esta montagem, mas não... recebi de um seguidor no Facebook, como comentário a um artigo anterior. rs ...

Receba novos posts por email!

25.6.19

Exclusivo – como Dilma e os militares ultrapassaram a linha (no pré – e pós! – Golpe)

Exclusivo – como Dilma e os militares ultrapassaram a linha (no pré – e pós! – Golpe)

Não basta dizer que há antipetismo nas Forças Armadas, é preciso entender como esse viés ganhou “materialidade” e galvanizou o apoio dos militares ao projeto do Golpe.
Há, aí, uma boa pista para que se entenda por que, do ponto de vista militar, não se trata necessariamente de “entreguismo” o que ora está acontecendo (sob Temer e Bolsonaro) — mesmo que se discorde, frontalmente, dessa sua “interpretação” da realidade.

Duplo Expresso 25/jun/2019

Duplo Expresso 25/jun/2019



#AoVivo - Duplo Expresso 25/jun/2019



Destaques:



– Nildo Ouriques: a polêmica do Intercept/ Duplo Expresso; mais “Honduras arde”.



– Thais Moya decifra o subtexto do atual cenário político, com ênfase no esvaziamento do balão Glenn Greenwald.



– Piero Leirner e os últimos disparos na guerra híbrida. Ênfase na leitura dos impactos das últimas rodadas da perspectiva militar.

22.6.19

Pepe Escobar: “VazaJato” se transforma no Russiagate 2.0

Pepe Escobar: “VazaJato” se transforma no Russiagate 2.0


“Como tenho discutido com alguns de meus principais interlocutores brasileiros, como o antropólogo craque Piero Leirner, que sabe em detalhes como os militares pensam, e o advogado internacionalista baseado na Suíça e consultor da ONU, Romulus Maya, o Deep State americano assume a posição de articulador da ascensão direta das Forças Armadas brasileiras ao poder, assim como os seus fiadores. Assim sendo, caso essas não sigam o roteiro ao pé da letra – ou seja, relações comerciais limitadas com a China; e isolamento da Rússia – o Deep State pode trazer o pêndulo de volta a qualquer momento”.

17.6.19

Explosivo: a viagem – secreta – de Dilma à Rússia, em meio à “#VazaJato”!

Explosivo: a viagem – secreta – de Dilma à Rússia, em meio à “#VazaJato”!

Este é, sem sombra de dúvida, o momento mais grave em que eu, Romulus Maya, me dirijo a você, leitor, na qualidade de editor do Duplo Expresso.
Tivemos acesso, no meio desta semana, à informação — de alto potencial explosivo — de que Dilma Rousseff acaba de fazer uma visita — secreta! — à Rússia, há cerca de dez dias.
Sim, é isso mesmo: a ex-Presidente da República — pelo PT… — esteve secretamente em Moscou entre os dias 4 e 5 de junho. Ou seja, “casualmente” 5 dias antes de Glenn Greenwald publicar a bomba semiótica “#VazaJato”. E, com ela, sequestrar o noticiário político — à esquerda e à direita — no Brasil, com repercussões para além de nossas fronteiras.
Prepare-se para grandes surpresas. E circunstâncias muito suspeitas.

13.6.19

Exclusivo: militares usarão #VazaJato, Greenwald e “russos” para dar golpe?

Exclusivo: militares usarão #VazaJato, Greenwald e “russos” para dar golpe?

Os militares usarão #VazaJato, Glenn Greenwald e os “russos” para dar o golpe no Brasil?
Com apoio dos EUA?
É por isso que estão usando Greenwald para queimar Sergio Moro?
Que papel os partidos de esquerda – e os veículos ligados aos mesmos – desempenham nessa farsa?
O de “idiotas úteis”?
Ou algo mais sinistro?
Aliás, para além do principal, o timing sincrônico dos ubíquos “agentes russos”, qual seria o evento detonador do “reboot”? Algo com a Venezuela? Uma nova “fake-ada”? Em Moro desta feita, talvez? Ou, um ataque em larga escala à infra-estrutura brasileira (e.g., derrubar Itaipu)? “Casualmente”, por exemplo, amanhã, no dia da “greve geral” – convocada pela esquerda? “Provando”, “em definitivo”, que a esquerda brasileira é, “sim”, a “cabeça de ponte” da “invasão russa ao Brasil”? Justificando o seu expurgo? Ou o catalisador seria um HC concedido a Lula pelo “corrupto” STF, causando “grave comoção social” de “cidadãos de bem” – devidamente plantado – de Brasil afora? Enfim, os milicos têm uma leque de opções à sua disposição.
Americanos, chineses e russos: para o bem e para o mal, o Brasil, sem sair do lugar, foi para o centro do mundo desde o último domingo. Briga de cachorro grande. Infelizmente, com prognóstico nada positivo.

11.6.19

Para entender o rolo – viral – do dia: Telegram/ Moro/ Intercept (& Duplo Expresso)

Para entender o rolo – viral – do dia: Telegram/ Moro/ Intercept (& Duplo Expresso)

Diante dessa armação latente, ainda antes de Globo e Sergio Moro saírem a campo nesta manhã, o Duplo Expresso mostrou o que os demais jornalistas brasileiros deveriam estar fazendo: apuração. Em vez de ficarmos girando nossos pescoços para (apenas) acompanhar – e repercutir (passivamente) – a “bola de tênias” ser passada de um lado para o outro da quadra, ora da raquete de Glenn Greenwald, ora da de Sergio Moro, num grande espetáculo, fomos diretamente ao Telegram.
O resultado?
O furo que hoje viralizou no Brasil.

6.6.19

Exclusivo: desmascarando o golpe da vaquinha “do Lula” (sic)

Exclusivo: desmascarando o golpe da vaquinha “do Lula” (sic)

Pelo histórico da parceria – de décadas – entre “PT Jurídico” e Juristocracia, podemos estar certos de que de forma nenhuma pode servir à causa da resistência ao Golpe no Brasil esse pronunciamento da PGR pela “liberdade imediata” (?) de Lula. Pronunciamento esse (mal) “construído” a partir de postulação imposta pelo “PT Jurídico” no texto do recurso apresentado pela sua Lula. Ou seja, em mais uma – bem-sucedida – tabelinha entre Juristocracia e “PT Jurídico”.
Nunca, no passado, atuaram juntos em favor do Brasil.
Ou de Lula.
Seria diferente desta vez?

3.6.19

Urgente: blog “Duplo Expresso” obrigado a se retratar com membro do PT

Urgente: blog “Duplo Expresso” obrigado a se retratar com membro do PT

Vimos, pelo presente, pedir – publicamente – desculpas. O site apresentou, dias atrás, informação inverídica sobre destacado membro do PT. Incumbe-nos, portanto, para além da presente retratação, o dever moral e ético de restabelecer a verdade. E pedir perdão.

1.6.19

Exclusivo: a quem serve a militância – paga – de Paulo Pimenta, Wadih Damous e Eugenio Aragão

Exclusivo: a quem serve a militância – paga – de Paulo Pimenta, Wadih Damous e Eugenio Aragão

“De graça, por ‘amor à causa’, não tem nenhum ali, não…
Para sermos exatos, R$ 19.902,20 de salário mais mil para a alimentação.
Fora auxílio para transporte, plano de saúde, etc.
E, também, um virtual ‘imóvel funcional’, já que o cúmplice deve continuar tento à sua disposição a ‘República’ (mais para garçonnière) que manteria em Brasília em parceria com outros deputados.
Aliás, ‘República’ essa bem ‘movimentada’ (e alcoolizada), como sabem todas as ‘Marias-gabinete’ do circuito Brasília-Gama…
(com direito até a cena pública, de esposa ciumenta, de vez em quando…)”

Acordão “Fica, Bolsonaro!”: Veja e Estadão confirmam (com atraso) Duplo Expresso

Acordão “Fica, Bolsonaro!”: Veja e Estadão confirmam (com atraso) Duplo Expresso

“A verdade chega primeiro”, tá vendo?

Receba novos posts por email!