Destaque:

Estado brasileiro na encruzilhada. Já sabemos o que a Globo quer... e você?

Queria poder dizer que criei esta montagem, mas não... recebi de um seguidor no Facebook, como comentário a um artigo anterior. rs ...

Receba novos posts por email!

28.2.20

��LULA e a "bomba SUÍÇA": mais medo em MORO que coronavírus! — Live extra...





Romulus Maya, Editor-chefe do Duplo Expresso, convoca Live Extraordinária na manhã desta sexta-feira, diretamente de Berna, a capital da Suíça. Motivos não faltam:
(i) o status atual do vazamento do dossiê
#Banestado -- a bomba (de nêutrons!) enterrada há 20 anos;
(ii) a expectativa para a cobrança do "penalty" por parte de Lula contra Sergio Moro, aos 45 do segundo tempo, com "mando de campo" de "terceiro": a oportunidade de pegar os documentos da Odebrecht na Suíça; e provar, finalmente, de forma inapelável, as falsificações de "prova" operadas pela Lava Jato em Curitiba, ao longo de anos. "Escândalo internacional"! E no coração do Sistema: Genebra!
(iii) Em primeira mão: o estouro dos mercados com "coronavírus": trazemos a prova de que há enorme manipulação operada pela "mídia OTAN" -- em nível global -- para causar pânico (infundado). Para isso, usam um viés de representatividade absurdo. Temos números, gráficos e estudos dos principais centros de pesquisa no mundo.
Quem seria o contratante de tamanha fraude e manipulação psico-social, em escala global?
A Finança transnacional?
Para, finalmente, estourar a "bolha de tudo"?
Agora, (somente) no Duplo Expresso!

��LULA e a "bomba SUÍÇA": mais medo em MORO que coronavírus! — Live extra...





Romulus Maya, Editor-chefe do Duplo Expresso, convoca Live Extraordinária na manhã desta sexta-feira, diretamente de Berna, a capital da Suíça. Motivos não faltam:
(i) o status atual do vazamento do dossiê
#Banestado -- a bomba (de nêutrons!) enterrada há 20 anos;
(ii) a expectativa para a cobrança do "penalty" por parte de Lula contra Sergio Moro, aos 45 do segundo tempo, com "mando de campo" de "terceiro": a oportunidade de pegar os documentos da Odebrecht na Suíça; e provar, finalmente, de forma inapelável, as falsificações de "prova" operadas pela Lava Jato em Curitiba, ao longo de anos. "Escândalo internacional"! E no coração do Sistema: Genebra!
(iii) Em primeira mão: o estouro dos mercados com "coronavírus": trazemos a prova de que há enorme manipulação operada pela "mídia OTAN" -- em nível global -- para causar pânico (infundado). Para isso, usam um viés de representatividade absurdo. Temos números, gráficos e estudos dos principais centros de pesquisa no mundo.
Quem seria o contratante de tamanha fraude e manipulação psico-social, em escala global?
A Finança transnacional?
Para, finalmente, estourar a "bolha de tudo"?
Agora, (somente) no Duplo Expresso!

26.2.20

"Bomba SUÍÇA": a hora da VERDADE para Luiz Inácio LULA da Silva!





O "Millennial" Romulus Maya, lulista desde que enchia o saco de completos estranhos no clube social que frequentava vendendo, aos sete anos, estrelinhas vermelhas, na campanha de 1989, chama o ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva na chincha. Agora aos trinta e oito, Maya está com o dossiê #Banestado, aquele que pega Moro e Dallagnol!, em mãos.
Onde?
Na Suíça.
Advogado internacionalista com a melhor formação que o Brasil e o mundo podiam oferecer, elaborou e articulou com diversos atores, brasileiros e estrangeiros, ainda em 2017!, estratégia para provar que as "investigações" da Lava Jato são, na verdade, fraudes grosseiras. Mais que isso, a estratégia traçada transformaria o tema simplesmente num "escândalo internacional", no coração do Sistema Internacional.
Onde?
Na Suíça, novamente.
Pois bem.
Na semana que vem, Lula -- não o de 1989 mas o de 2020 -- estará na mesma... Suíça!
E aí, Presidente Lula?
O enfrentamento à Lava Jato, a operadora local do plano dos EUA e da Finança Transnacional de inviabilização do Estado Nacional Brasileiro, é real?
Ou não mais que um "telecatch"?
Bem, saberemos a resposta logo, logo.
Já na semana que vem.

Golpe: como será a mudança de regime no Brasil





Golpe: como será a mudança de regime no Brasil

25.2.20

Urgente: militante do PCO sob ameaça? — Live extraordinária





Romulus Maya recebe, excepcionalmente na tarde desta terça-feira de Carnaval, um militante e dois ex-militantes do PCO, o Partido da Causa Operária: respectivamente, (1) Flavio Amaral, economista e escritor; (2) Alejandro Acosta, Editor de “A Gazeta Revolucionária”; e (3) José Márcio Tavares, bancário e sindicalista aposentado do BNDES. Os três comentam algo gravíssimo: tentativas de intimidação e ameaças dirigidas a militantes e ex-militantes desse Partido de esquerda. Ameaça de morte, inclusive.
Desculpe-nos tirá-lo da “folia”, mas isso precede qualquer outra disposição do momento.
Quanto mais de festejar!
Não… a hora é duríssima!

Duplo Expresso: o “grande segredo” (mais escancarado que bestseller!)

Duplo Expresso: o “grande segredo” (mais escancarado que bestseller!)



Nunca houve tampouco — por razões óbvias e auto-evidentes — quem saísse da Matrix para denunciar a própria Matrix.
Ou seja, quem denunciasse — e provasse — a “operação em pinça” tocada por PIG e PIGuinho “Vermelho” para pastorear o “debate” público, usando cismogêneses sucessivas para atingir o domínio de espectro total (parte fundamental das táticas de “guerra híbrida”).
Para fabricar (meta) “consensos” com — falsa! — “pluralidade”.
Falsa “oposição”.
Falsas “regras do jogo”.
Pacificar o povo com falsa perspectiva de “alternância”/ “reversão” do que está aí.
 Os resultados do D.E. são incríveis, no sentido literal.
Quem apostaria no “azarão”, que apanha dos dois lados da pinça, vencendo homericamente batalhas totalmente assimétricas, como a de fevereiro/ março de 2018 contra toda a máquina do PT e do MST, sequestradas por Paulo Pimenta?
Ou, em agosto de 2018, contra as organizações Globo, que — de forma tosca e ostensivamente mal apurada — nos colocaram na lista de sites de “fake news” ao lado dos mais caricatos sites bolsonaristas, do subterrâneo da internet?
 De maneira literalmente incrível, nunca perdemos um “pau” na internet.

23.2.20

Flagrante: “Brasil na merda”? Pois veja brinde entre Gen. Heleno e “comunistas”!

Flagrante: “Brasil na merda”? Pois veja brinde entre Gen. Heleno e “comunistas”!



Ou: “COMUNISTA” DO “TERNO ITALIANO SOB MEDIDA”, AMIGO DO RECRUTADOR DA CIA, RECLAMA DA… CIA?!
Ou ainda: “polarização” (fake!) de ‘u é ‘ola!
(…)
A um BRASILEIRO, comunista ou não, não cabe o papel — desgraçado — de escolher adesão subordinada e lesiva ou ao imperialismo — decadente — anglo-sionista ou ao — emergente — chinês. Cabe, isto sim, operar a rivalidade entre ambos para garantir, no máximo possível, desenvolvimento autóctone — do Brasil — e a realização máxima da sua soberania e dos seus interesses estratégicos. Em vez disso, o que temos é, de um lado, Heleno/ Bolsonaro/ Guedes/ Moro; e, do outro, “comunistas” da cepa de Flavio Dino, Cappelli e o Clã Pomar. Esses, talvez mais interessados no poder de agência — e nas comi$$ões, claro — franqueadas a quem representar o interesse comercial chinês no Brasil.
“Ideologia”?
“Geopolítica”?
Pffff…
Flávio Dino e seu “mini-me” brasiliense aprendem agora algo elementar: a CIA trai. Não adianta “entregar Alcântara” a eles, ou seja, pagar o óbulo ao Imperialismo (i.e., o dos EUA), e achar que, por isso, “agradecidos”, os gringos vão deixar passar “porto privado chinês” no Maranhão. Ainda mais se for fácil “pressionar”, dos bastidores, “comunista” que gosta de terno italiano sob medida e ex-revolucionário que mora em mansão em Brasília (de financiamento obscuro…) e (supostamente) bebe cachaça de USD 5 mil (se isso existir…) — tão logo sai da… cadeia (!).
A um BRASILEIRO cabe, ao contrário desses, lutar para que nunca mais a Nação fique refém de… reféns. De um “consenso” — secreto (mas evidente) — entre Generais entreguistas de extrema-direita e certos “comunistas revolucionários” (sic). Todos reunidos no mesmo cativeiro, pelos seus rabos presos. Peões do imperialismo que operam, com o seu “telecatch” de cada dia, a destruição do Estado Nacional Brasileiro.
É nesse espírito que finalmente vem aí, depois do Carnaval, a publicação de TODAS as contas CC5 do Banestado. Independentemente de se o criminoso, titular das mesmas, “lê” (?) Friedman & Hayek… ou Marx, Lenin & Mao (!).
Isso porque, no final, todos eles gostam mesmo é de vestir ternos… italianos!
E é exatamente por isso que estamos na presente situação.
Na mais absoluta… merda.
(desculpem-me o português franco)
*
Sim, vem aí — finalmente! — o #Banestado!
Ou seja, a virada já começou!
VIVA O BRASIL!
*
E adivinha quem — que qualidade de BRASILEIRO(A) — está nos ajudando, auditando tais documentos?
“Como Maria Lucia Fattorelli comentou no Duplo Expresso na última sexta-feira, a crise social no Brasil não tem paralelos em nossa História. A classe média está sendo pauperizada como nunca antes, de forma estrutural e não apenas conjuntural. Comentei desta foto, recebida de um expressonauta de SP na semana passada, constatando e registrando em imagem que cada vez mais indivíduos brancos, de classe média, vendem balinha nos semáforos da nossa capital financeira. Pra não morrerem de fome. Pois imagine nos “grotões”?
*
Dá pra esperar “2022”?
O que exatamente seria mudado depois de “2022”, com os atores colocados hoje?
Haddad, Ciro, Dino, Huck, Moro, Witzel, Mourão, Bolsonaro…
*
Não dá pra ficar mais no “telecatch”.
E também deixar o Brasil refém de quem é refém de dossiês.
Como o #Banestado, p.e.
Algo poderosíssimo na fabricação de “consensos políticos” – clandestinos – reunindo direita e “esquerda”. O resultado do consenso (como tb entrega do pré-sal, desmonte da Petrobrás, reforma da previdência, não auditoria da dívida, enterro do Banestado, independência do Banco Central, Securitização…) é este aí, na foto”.
*
No lugar de “comunistões pragmaticões” (de terno italiano), fico é com a síntese insuperável da Expressonauta mais especial, Adriana Oliveira: “Até eu que sou uma empregada doméstica, cinquentona que até 2014 não tinha nem Whatsapp, já entendi claramente que na verdade o ‘Golpe’ foi um acordo de todas as forças políticas para não terem que enfrentar a elite rentista interna e externa. Pronto falei”.
Falou e disse!
Ora, justamente o tal do “grande acordo nacional” do Jucá…
Lembra?
*
E supostos “especialistas” a falar que a política brasileira nunca esteve tão “polarizada”, “radicalizada”, “instável”…
Balela!
(beeem motivada…)
Na verdade, a classe política nunca esteve — programaticamente — mais unida!
*
Mas e o resto?
E as Damares, Weintraub, Moro, Bolso-filhos, Bolso-pai, o… ?
Contra os Cappelli, Greenwald, Dino, Haddad, Ciro, Lula, o… ?
– Telecatch, uai!
Mais que necessário para a consecução do plano.
(comum)

21.2.20

#Banestado: "de Guedes, passando por #Messer e chegando ao... PT?!" – D....





Destaques:
(i) Diretamente de Berna, a capital da Suíça, Romulus Maya faz a análise da conjuntura política (da sua forma... hmmm... "peculiar", digamos...), hoje com AMEAÇA mesmo, com referência ao título de hoje: "de Guedes ao PT?" -- se, pela terceira vez, tentarem impedir ou prejudicar de qualquer forma a nossa transmissão, as CC5 do
#Banestado de certos indivíduos serão priorizadas na divulgação, antecedendo o relatório geral (onde estariam diluídas, ao menos, na sacanagem geral?).
Percebe?
Recado entendido, "mores"?
Pano rápido.
*
(ii) Direto de Brasília, a auditora Maria Lúcia Fattorelli, coordenadora nacional da Auditoria Cidadã da Dívida, comenta a agenda lesa-pátria no Congresso engatilhada para depois do Carnaval.
Pergunta, sempre muito atarefada, estará ela também interessada nas CC5 do Banestado?
*
(iii) De São Paulo, capital financeira do país, o economista e professor da FGV Paulo Gala comenta: "Brasil: uma economia que não aprende".
*
(iv) De Brasília, o jornalista Beto Almeida, o homem por trás do projeto da Telesur, comenta o 41o aniversário da Revolução de Khomeini no Irã.
*
Imperdível!

20.2.20

Brasil: "Cara, que p... é essa?!" – D.E. 20/fev/2020





Destaques:
(i) Diretamente de Berna, a capital da Suíça, Romulus Maya faz a análise da conjuntura política (da sua forma... hmmm... "peculiar", digamos...), hoje com ênfase em mais um C.Q.D. do D.E.: o Brasil está mesmo "refém de reféns" (de dossiês). É assim que os gringos operam a destruição do Brasil: chantagem!
Bem...
#Banestado vem aí: bora "libertar" muitos chantageados -- a despeito da vontade deles de permanecer no (lucrativo!) "armário" do roubo e da (verdadeira!) corrupção?
*
(ii) Direto de Buenos Aires, o analista internacional Eduardo Jorge Vior decifra o enigma: "Por que Alberto Fernandez foge de Bolsonaro como o diabo da Cruz, adiando o quanto pode encontro com o mesmo, enquanto 'Bolso' força a barra para encontrar o homólogo argentino o quanto antes?".
Bem... arrisco eu explicação ao menos parcial: quem quereria sair numa foto com 'Bolso'?
Queimação total de filme!
*
(iii) Do Rio Grande austral, o historiador Mario Maestri lança a sua navalha, afiadíssima, sobre a política brasileira. Hoje com o tema: "Domenico Losurdo: ´marxismo ocidental´ contra ´oriental´. Um profeta do imperialismo?".
*
(iv) De São Paulo, a socióloga Angelica Lovatto comenta: "Em tempos de greve dos petroleiros no país, importante voltar a um clássico do pensamento brasileiro, de Gondin da Fonseca, no livro 'Que sabe você sobre petróleo?'. Urge voltar às origens da campanha nacionalista 'O petróleo é nosso!'".
*
Imperdível!

19.2.20

#Banestado ��: chegou a hora de "derrubar a República"? – D.E. 19/fev/2020





Destaques:
(i) Romulus Maya faz a análise da conjuntura política, hoje respondendo a pergunta do subtítulo do programa de hoje: "
#Banestado : chegou hora de derrubar a República?".
(ii) O jornalista Beto Almeida, da Telesur, comenta: "O 41o aniversário da Revolução Iraniana".
(iii) Alejandro Acosta, editor da Gazeta Revolucionária, comenta: "A América Latina na encruzilhada das eleições nos Estados Unidos".
Ou seja, Brasil (Banestado! Depois de 20 anos!) e geopolítica -- global e regional --, em destaque na emissão desta manhã.
Imperdível!

#Banestado: entre a(s) sacanagem(ns) (e a falta de noção)

#Banestado: entre a(s) sacanagem(ns) (e a falta de noção)



Do Twitter e do Facebook de Romulus Maya: entre a(s) sacanagem(ns) (e a falta de noção).

17.2.20

A saída é o nacionalismo – D.E. 17/fev/2020





Destaques:
(i) Romulus Maya faz a análise da conjuntura política.
(ii) O cientista político Felipe Quintas comenta: "Nasser, um estadista nacionalista egípcio".

16.2.20

Chamada: live (especial!) do (Novo!) D.E. -- hoje, 20h!





Parece que foram “apenas” dois anos e meio?
Bem, não poderia ser muito diferente de uma “montanha-russa” em se tratando de um punhado de gente que, na cara e na coragem — e não muito mais que isso, para além de (1) uma boa internet banda-larga; (2) sede na Suíça (refúgio — histórico — de dissidentes, políticos e até religiosos); e (3) ausência TOTAL de rabo preso, com quem quer que seja –, dedica-se a travar uma “guerra (ultra!) assimétrica”, digital-comunicacional, contra o avanço do Golpe transnacional aplicado ao Brasil e os brasileiros, numa “Parceria Público-Privada” celebrada entre US Deep State + Finança global + proto-“Deep State Tabajara” (grosso modo, Generais — entreguistas — do GSI).
Como costumo dizer, é óbvio que — até aqui… — as sucessivas barreiras que levantamos com nosso trabalho não lograram represar tal avanço. A realidade — terrível — está aí, afinal. Mas também é certo que, com o enorme número de “plantações” deles também sucessivamente queimadas por nós, o roteiro deles teve que ser — emergencialmente — reescrito na prancheta do “Marechal” Augusto Heleno — para nós, “Vovô Voyeur”: aquele que quer ver todo mundo (homem, mulher, criança e velho) peladão na webcam e no celular, com o Projeto de Lei 2418/ 2019. Às vezes, tal rearranjo no roteiro de Heleno acaba sendo improvisado de forma patética, como com a recente troca no casting da “série” que Heleno produz e exibe num certo “canal” chamado “Brasil”. Troca essa aplicada no meio da temporada! Com ela, o “Vovô Tarado” substituiu, para o papel do arquétipo “assassinão sinistrão da Marielle caveirudo”, o ator que tem o physique du rôle do “Saci Pererê” (!) por aquele que tem o do… “Rambo”(!)
Maravilha!
(#SóQueAoContrário)

Chamada: live (especial!) do (Novo!) D.E. — hoje, 20h!

Chamada: live (especial!) do (Novo!) D.E. — hoje, 20h!



Parece que foram “apenas” dois anos e meio?
Bem, não poderia ser muito diferente de uma “montanha-russa” em se tratando de um punhado de gente que, na cara e na coragem — e não muito mais que isso, para além de (1) uma boa internet banda-larga; (2) sede na Suíça (refúgio — histórico — de dissidentes, políticos e até religiosos); e (3) ausência TOTAL de rabo preso, com quem quer que seja –, dedica-se a travar uma “guerra (ultra!) assimétrica”, digital-comunicacional, contra o avanço do Golpe transnacional aplicado ao Brasil e os brasileiros, numa “Parceria Público-Privada” celebrada entre US Deep State + Finança global + proto-“Deep State Tabajara” (grosso modo, Generais — entreguistas — do GSI).
Como costumo dizer, é óbvio que — até aqui… — as sucessivas barreiras que levantamos com nosso trabalho não lograram represar tal avanço. A realidade — terrível — está aí, afinal. Mas também é certo que, com o enorme número de “plantações” deles também sucessivamente queimadas por nós, o roteiro deles teve que ser — emergencialmente — reescrito na prancheta do “Marechal” Augusto Heleno — para nós, “Vovô Voyeur”: aquele que quer ver todo mundo (homem, mulher, criança e velho) peladão na webcam e no celular, com o Projeto de Lei 2418/ 2019. Às vezes, tal rearranjo no roteiro de Heleno acaba sendo improvisado de forma patética, como com a recente troca no casting da “série” que Heleno produz e exibe num certo “canal” chamado “Brasil”. Troca essa aplicada no meio da temporada! Com ela, o “Vovô Tarado” substituiu, para o papel do arquétipo “assassinão sinistrão da Marielle caveirudo”, o ator que tem o physique du rôle do “Saci Pererê” (!) por aquele que tem o do… “Rambo”(!)
Maravilha!
(#SóQueAoContrário)

14.2.20

Debandada: “Marxistas” deixam Duplo Expresso (o affair Jones Manoel)

Debandada: “Marxistas” deixam Duplo Expresso (o affair Jones Manoel)



"Se bem que o lastro “concreto” — muuuito concreto, digamos… — para a “divergência teórica” (sic) que Jones Manoel cavou com Nildo Ouriques merecia vir a público, sim, para que se veja bem o que, exatamente, anima certo tipo de “marxista revolucionário nacionalista terceiro-mundista latino-americano pseudo ‘Malandro'”…

Chocou a minha “moral pequeno-burguesa”, digamos…"

Por Romulus Maya​

13.2.20

Guerra híbrida: Leirner – & Laerte! – ensinam “domínio de espectro total”. Rolando hoje!

Guerra híbrida: Leirner – & Laerte! – ensinam “domínio de espectro total”. Rolando hoje!



"Ao mesmo tempo, vejam que bacana, mais à frente, ao mesmo tempo que Guedes barbariza ali (e vamos lá… já foram nessa lista vários, uma semana é ele, na outra é o 03, na outra é o Weintraub, na outra é o Ernesto, na outra é a Damares, na outra é o secretário lá, na outra é a Regina, daí volta para o Guedes, ciranda cirandinha…), o Santos Cruz (eeee, alguém se lembra do “ala racional” do Governo????) dá entrevista pro pessoal do 247, falando contra essa “adesão aos EUA” (ops, na campanha não teve nada disso, né???). De novo, bad cop, good cop…"

Por Piero Leirner​

“Heresia contra a Nação”, é? Adoro!

“Heresia contra a Nação”, é? Adoro!



Ah, a Embraer….
O passarinho “migrou” para o Norte…
Quer dizer…
Não batendo asas, intrépida, como antes voou o mundo…
Não…
Pelo contrário: foi-se — de vez!
E derretida em ácido!
Praxe no desmanche de mercadoria… roubada?
Será?
Não sei, não sou ladrão…
(nem ajudante — local — de ladrão, por esse ~comprado~)
Derretida foi-se a Embraer, sim…
E derretida dentro do estômago de outro pássaro, imagine!
Uma certa”Águia Careca”…
Ave de rapina, afinal.

12.2.20

11.2.20

Porra, trocaram “o assassino da Marielle”?! E só eu notei? “Loucura” (co...





Porra, trocaram “o assassino da Marielle”?! E só eu notei? “Loucura” (coletiva)?

Porra, trocaram “o assassino da Marielle”?! E só eu notei? “Loucura” (coletiva)?

Porra, trocaram “o assassino da Marielle”?! E só eu notei? “Loucura” (coletiva)?



É inacreditável constatar que caso eu, Romulus Maya, tivesse (“feito a Ariclê” e…) aproveitado para ir esquiar em St. Moritz, aqui do lado, NINGUÉM anotaria que, da semana passada para cá, a “pinça” PIG/ PIGuinho “Vermelho” — na maior cara de pau e sem qualquer “explicação” — simplesmente trocou o (pela “pinça” alegado…) “assassino de Marielle” (!)
P.Q.P.!
Só tem eu nessa bagaça com neurônio?

9.2.20

Ressurreição (no Terreiro D.E.): só “volta” quem um dia “se foi”, Maria…

Ressurreição (no Terreiro D.E.): só “volta” quem um dia “se foi”, Maria…



“Com você é natural… e o faz de forma brilhante. Os elementos geopolíticos da crise, a impecável análise do emaranhado institucional, a aterrorizante compreensão das armadilhas que podem blindar o golpe no day after, o “sorriso da Mona Lisa” que descreve tão bem o enigma do papel das Forças Armadas… Maquiavel na veia!”

8.2.20

Maria-Ariclê Grey detona: “‘Primadonna’ do D.E. se queimou! Só falta nude agora…”. Falta?

Maria-Ariclê Grey detona: “‘Primadonna’ do D.E. se queimou! Só falta nude agora…”. Falta?



"A vida — e a morte — não dão segundas chances. Pense (muito) nisso antes de brigar feio com alguém…
— “Ainnnn, que mal gosto!”
Sim, bicha, como eu, é escrota…
Escrotíssima…
Senso de humor que corta mais que “navalha de trava na quebrada”, sabe?
Alguma concessão a vida tinha que nos autorizar, certo?"

A Verdade sobre fim do Duplo Expresso (e “haraquiri” de Romulus Maya)

A Verdade sobre fim do Duplo Expresso (e “haraquiri” de Romulus Maya)



Como filiado ao PT há anos, tentei participar da política partidária, sem qualquer sucesso prático e sem entender bem por que tudo era tão travado… também insistia em participar de debates informais com conhecidos, orgulhoso do “estandarte vermelho” que ostentava.
Não acreditava que me faltasse entendimento sobre a nossa política, tudo me parecia muito “óbvio”…
Até que em um belíssimo dia, procurando vídeos do Pepe Escobar no YouTube (após ouvi-lo no Brasil 171) para ouvir algo diferente sobre a geopolítica, eis que descobri o DE. Foi recente, aconteceu em outubro de 2019 e desde então não perdi sequer um minuto dos programas (ao vivo ou não) – e abandonei todos os outros blogs que eu costumava ler e que me hipnotizavam.
Era como se eu não acreditasse nas coisas que eu via e ouvia (no D.E.). Enfim descobria como as minhas referências de então eram muito limitadas, fossem elas jornalísticas, acadêmicas ou partidárias. Por isso, como não é fácil a passagem, a minha estratégia desde o início foi procurar por falácias e principalmente tentar fazer objeções ao que era dito nos programas do DE, uma forma de tentar preservar de pé meu castelo de ilusões construído ao longo dos anos. Mas a verdade é que me apaixonei desde o primeiro dia!
Era como se outro mundo me tivesse sido apresentado. Mas era o mesmo, só que sem a cortina de fumaça atiçada pelos próprios “vermelhos”, quando eu acreditava que ela apenas existia na chamada direita.
Foi duro e ao mesmo tempo libertador poder ver como somos operados com a cismogênese (conceito que aprendi aqui).
Eu era ingênuo? Sim, muito, mas de boa fé. Quantos mais não o são e também não sabem?
Enfim, o certo é que eu nunca mais serei o mesmo depois de ter conhecido vocês!

6.2.20

“Preto no branco”: D.E. “racista”? “Não, Iracema! Eu NÃO perdi o seu retrato”!

“Preto no branco”: D.E. “racista”? “Não, Iracema! Eu NÃO perdi o seu retrato”!



Há uma enorme imprecisão neste texto. Dramática. Da família pobre saiu outra pessoa para sucesso profissional e social. Na verdade, em trajetória muito mais fantástica – e excepcional – que a do meu pai. Isso porque não se chama… “Brillo”. E não tem tampouco mãe de olhos azuis. Na verdade, muito longe disso: é preto. Preto retinto. Assim como a (nossa) “Tia Benedita”, comum. Aquela que, até no nome, era… preta (como sempre ouvi). Mostrando o quão falso, odioso, injusto, são todos os estereótipos alimentados para reforçar o racismo – estrutural – do Brasil, como 99,999…% dos pretos (e pardos) do nosso país, nem Tia Benedita nem tampouco o “Primo Jorge” nunca foram… “malandros”. E, no entanto, certamente a sociedade brasileira sempre os terá – majoritariamente – tratado assim. I.e., até “Primo Jorge” ter ficado – por mérito artístico excepcional – rico e famoso. Até em nível internacional!
A sacanagem, a ajudar os racistas do Brasil, é que sempre haverá a tal da “exceção que confirma a regra”. A laranja podre do cesto. Na semana passada, lamentavelmente travei contato com a mesma. E, (muito!) contrafeito, ora sou forçado a expô-la enquanto tal. Na qualidade de (autointitulado) “Cacique Juruna do Séc. XXI”. Ou seja, com áudio e vídeo. Tudo gravado.

5.2.20

Moro vence: o fim do Duplo Expresso! – (último) D.E. 5/fev/2020





Destaques:
(i) Romulus Maya anuncia o fim do Duplo Expresso.
(ii) Pedro Otoni, cientista político e especialista em economia política, Pedro Marin e André Ortega, os últimos dois editores da Revista Opera – todos os três marxistas leninistas... –, são constrangidos por ato ditatorial do (ex) Editor-chefe do Duplo Expresso, Romulus Maya, a comentar: "conseguiram os 'marxistas' (sic) superar a burguesia na tarefa de matar o velho Karl?".
(iii) FIM: "tudo que é sólido se desmancha no ar", tá ligado?

4.2.20

Pepe Escobar & Piero Leirner: guerra híbrida 2020 – D.E. 4/fev/2020

Pepe Escobar & Piero Leirner: guerra híbrida 2020 – D.E. 4/fev/2020



Destaques:
(i) Romulus Maya faz a análise da conjuntura política.
(ii) O economista Nildo Ouriques, Presidente do IELA-UFSC, comenta: “qual o ethos de um revolucionário?”. Mais: a esquerda na Guatemala.
(iii) O antropólogo Piero Leirner, nosso professor — titular! — de “Guerra Híbrida”, e o correspondente e analista internacional Pepe Escobar chegam para aclarar a conjuntura atual da grande disputa global. Teatros: Rússia, China, Irã, Síria, Europa, EUA, América Latina e… Brasil, é claro.

Pepe Escobar & Piero Leirner: guerra híbrida 2020 – D.E. 4/fev/2020





Destaques:
(i) Romulus Maya faz a análise da conjuntura política.
(ii) O economista Nildo Ouriques, Presidente do IELA-UFSC, comenta: "qual o ethos de um revolucionário?". Mais: a esquerda na Guatemala.
(iii) O antropólogo Piero Leirner, nosso professor -- titular! -- de "Guerra Híbrida", e o correspondente e analista internacional Pepe Escobar chegam para aclarar a conjuntura atual da grande disputa global. Teatros: Rússia, China, Irã, Síria, Europa, EUA, América Latina e... Brasil, é claro.

3.2.20

P.Q.P.: salva algum?!

P.Q.P.: salva algum?!



Às vezes, para desespero da pós-modernidade identitária, a mentira não padece de corte de raça.
Isso porque, infelizmente, não é só o “homem *branco*” quem mente, caro Cacique Juruna.
(de outrora)
Calma…
Reste sereno no seu merecido repouso, ó, grande xavante:
– O que é certo é que o jeito de expor patifaria, tão conhecido de si, continua o mesmo.
Quer dizer…
Quase!

2022 e o script dos EUA para o Brasil – D.E. 3/fev/2020





Destaques:
(i) Romulus Maya faz a análise da conjuntura política.
(ii) O cientista político Felipe Quintas comenta: "Boumedienne, um estadista nacionalista argelino".

2.2.20

Bomba: a verdade sobre o coronavírus... no Brasil! – D.E. de Domingo 2/f...





Destaques:
Duplo Expresso de Domingo, com Romulus Maya, o penalista Fernando Nogueira e o especialista em ciber-segurança e tecnologia "Caos Soberano".





Receba novos posts por email!