Destaque:

Estado brasileiro na encruzilhada. Já sabemos o que a Globo quer... e você?

Queria poder dizer que criei esta montagem, mas não... recebi de um seguidor no Facebook, como comentário a um artigo anterior. rs ...

Receba novos posts por email!

21.1.18

PT no dia 25/1, o “day after”: “com grandes poderes vêm grandes responsabilidades”!

Por Romulus Maya, para o Duplo Expresso
– O PT, pro bem e pro mal, é muito mais que um partido político. Hoje representa a única voz institucional do campo popular com viabilidade em eleição majoritária. Também, a última que defende a soberania brasileira.
– E os adversários – todos eles, dentro e fora do Brasil – têm plena consciência disso!
– Como diz o tio do Peter Parker Ben, “com grandes poderes vêm grandes responsabilidades”. Pessoas de fora afetadas por decisões estratégicas do partido têm o direito – senão o dever – de criticar.
– De novo: PT, “com grandes poderes vêm grandes responsabilidades”!
– Grandes responsabilidades… inclusive, a de maior accountability – muito mal traduzido como “prestação de contas” (mais para “responsabilização ética”) – diante dos múltiplos stakeholders – “partes interessadas”/ “afetadas” pela atuação do Partido dos Trabalhadores.
– Para além da militância – digo, a filiada – há toda a base social do lulismo, muito maior que o petismo – digo, o “oficial”, de “carteirinha”.

*
Abaixo, algumas reações ao artigo “Alô, PT: pare (já!) de colocar (retoricamente!) em dúvida a condenação de Lula no dia 24!“, publicado ontem. Estas vem de um grupo no Whatsapp bastante qualificado, composto por pessoas de formação jurídica engajadas na defesa da democracia no Brasil. A troca deu-se com um aguerrido advogado, militante do PT desde a fundação, e também com o ex-Ministro da Justiça Eugênio Aragão.
Trecho relevante:
Alô, PT: pare (já!) de colocar (retoricamente!) em dúvida a condenação de Lula no dia 24!
Atenção: isso não é ser “derrotista”. Isso é se apropriar de um fato político – que está dado – e resignificá-lo, construindo a nossa “narrativa”: “quem será condenado no dia 24 é o Judiciário brasileiro”. Na sequência, dar as diretrizes para a ação no day after.
A Globo – ajudada por muita gente na “esquerda” (p.e., parte do PSOL; “príncipes” afoitos do PT de olho na herança do “rei” (morto?); Ciro – todos esses junto a seus respectivos apoiadores não muito discretos na blogosfera) decretarão, no dia 25 (atenção: como já fizeram com todas as “balas de prata” anteriores – até aqui frustradas!), que “agora vai”: “Lula é, finalmente, um cadáver político”. Essa será a tal da “narrativa”. Se a base de Lula “comprar” isso, portando-se como a viúva no funeral, aí ferrou!
/Users/romulosoaresbrillo/Desktop/Screen Shot 2018-01-21 at 13.15.19.png/Users/romulosoaresbrillo/Desktop/Screen Shot 2018-01-21 at 13.15.35.png/Users/romulosoaresbrillo/Desktop/Screen Shot 2018-01-21 at 13.18.29.png/Users/romulosoaresbrillo/Desktop/Screen Shot 2018-01-21 at 13.18.38.png/Users/romulosoaresbrillo/Desktop/Screen Shot 2018-01-21 at 13.18.45.png/Users/romulosoaresbrillo/Desktop/Screen Shot 2018-01-21 at 13.18.55.png/Users/romulosoaresbrillo/Desktop/Screen Shot 2018-01-21 at 13.19.04.png
*
P.S.: Cito a “autoridade” de Ben Parker, o tragicamente assassinado “Tio Ben” do Homem-Aranha sem nenhum problema! Cresci lendo revistinhas da Marvel, uai! Mas, na verdade, meus preferidos sempre foram os X-Men, sabe…
Sim, eu bem sei que tem gentalha por aí com as mesmas referências

Há algumas diferenças, contudo…
(serão apenas algumas?! Ai, ai, ai…)
Eu não li apenas o Homem-Aranha, sabe…
(mesmo porque – fora do Paraná… – não se “obtém” (??) mestrado e doutorado em 2 anos apenas! 🤔)
E, quando cito, faço-o corretamente:
“Com grandes poderes vêm grandes responsabilidades” (fórmula correta) – Parker, Ben (“autor” correto)
*
Isso mesmo:
– Até a Suprema Corte dos EUA!
*
Para concluir:
– O PT, pro bem e pro mal, é muito mais que um partido político. Hoje representa a única voz institucional do campo popular com viabilidade em eleição majoritária. Também, a última que defende a soberania brasileira.
– E os adversários – todos eles, dentro e fora do Brasil – têm plena consciência disso!
– Como diz o tio do Peter Parker Ben, “com grandes poderes vêm grandes responsabilidades”. Pessoas de fora afetadas por decisões estratégicas do partido têm o direito – senão o dever – de criticar.
– De novo: PT, “com grandes poderes vêm grandes responsabilidades”!
– Grandes responsabilidades… inclusive, a de maior accountability – muito mal traduzido como “prestação de contas” (mais para “responsabilização ética”) – diante dos múltiplos stakeholders – “partes interessadas”/ “afetadas” pela atuação do Partido dos Trabalhadores.
– Para além da militância – digo, a filiada – há toda a base social do lulismo, muito maior que o petismo – digo, o “oficial”, de “carteirinha” – que abrange, inclusive, brasileiros expatriados, por que não?
Mas, mais do que isso, no fim do caminho tem também todos estes stakeholders aqui, ó:

Principalmente estes:
*
*
*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba novos posts por email!