Destaque:

Estado brasileiro na encruzilhada. Já sabemos o que a Globo quer... e você?

Atualizado em 7/12: O <<juízo final>> no STF hoje Queria poder dizer que criei esta montagem, mas não......

Receba novos posts por email!

10.7.17

“Democracia” à iraniana (!): o “beneplácito” dos Procuradores a Rodrigo Maia

../../Desktop/aiatolá%20Janot%20copy.jpg


“Democracia” à iraniana (!): o “beneplácito” dos Procuradores a Rodrigo Maia



Por Romulus

Com uma mensagem aparentemente “contraditória” - (1) “Maia está livre de Cunha e da JBS”, mas (2) “está ~pendurado~ na Odebrecht” - os Procuradores dizem simplesmente que estão dispostos a sair do modo “guerra total”/ “tudo ou nada” em que se encontram.

“Muito nobres”, resolvem fazer o primeiro gesto e propõem o armistício!

A sequência lógica é que...

- Deixam desde já o “convite” – na verdade, ~intimação~... – para... hmmm... “novas conversas”...

- Já com o ~novo~ governo!


Tomem nota:

- Testemunhamos aqui o test drive da "democracia" (aspas!) à Iraniana no Brasil.

Em que...

- Cabe a Procuradores, em concurso com o Judiciário – e a Mídia!, dar o beneplácito a candidatos a candidatos à Presidência (!)

Bem...

Dar o beneplácito ou...

- ... vetar, né??


*


Como vimos observando, a Coluna de Monica Bergamo na Folha vem se consolidando como o meio preferencial dos Procuradores da Lava a Jato – em Curitiba e em Brasília – para mandar “recados”.


Principalmente aos demais atores do “golpe no golpe”.


A estratégia de comunicação dos juristocratas é segmentada:


- Veículos trash – como o “Antagonista”, ou 100% engajados na cruzada moralista “para passar o Brasil a limpo” (!) – como a revista “Época” (do Escoteiro-Guy), servem ao fim (menos nobre) de animar a base social protofascista.


- São assessoria de comunicação, com alcance (e “credibilidade”? rs) restrito, cuja utilidade se limita a lançar factoides e balões de ensaio, tentando pautar o restante da velha mídia.


Portanto, quando precisam falar a “cachorros grandes”, os Procuradores têm recorrido a Monica Bergamo.


Comentamos aqui no Blog que foi a Bergamo que se dirigiram para tentar convencer a Finança de que eles – os Curitiba Boys - “sabem sim guardar segredo”. Isso, no contexto da delação de Antonio Palocci e do risco de corridas bancárias com vazamentos... “inconvenientes”.


Mais sobre isso na Parte (2) deste artigo:




Da mesma forma, foi também ~através~ de Monica Bergamo que mandaram outro recado à Finança... esse, na semana passada:


- A delação de Palocci está sendo “formatada” de modo a garantir que banqueiros – nas suas pessoas físicas – possam gozar do perdão ~dos~ Procuradores.


- Não serão caracterizados pelo MPF como chefes de organização criminosa.


Mais sobre isso neste artigo:




*


E qual a novidade hoje?


- Nenhuma!


Quer dizer...


Os Procuradores continuam usando Bergamo como pombo correio para chegar aos demais “cachorros grandes” do “golpe no golpe”.


De olho no jogo político que se desenrola na Praça dos Três Poderes nesta semana, os Procuradores fazem saber, publicamente – pela pena de Monica Bergamo, que dão o seu “beneplácito” às articulações para ejetar Temer da Presidência para colocar, no seu lugar, Rodrigo Maia.


Como?


Ora, vejam vocês mesmos:


Grupo de Joesley vira alvo de processos e desconfia de ação orquestrada


Folha de S.Paulo
Mônica Bergamo
10/07/2017


A J&F, de Joesley Batista, enfrenta hoje seis ações populares em tribunais brasileiros. O grupo, que controla a JBS, desconfia de ação orquestrada de setores políticos e jurídicos contrariados com a delação premiada de seus executivos.


COFRE
Em uma delas, a Justiça decidiu bloquear R$ 800 milhões das contas pessoais de Joesley Batista. Mas ele só tinha R$ 300 mil no banco.


DE LEVE
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), aparece em delações premiadas — mas está livre de disparos atômicos tanto da JBS quanto de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) caso venha a assumir a Presidência da República no lugar de Michel Temer.


- Ah, a sutileza (!)


DE VISTA
Maia aparece na delação da JBS como beneficiário de R$ 100 mil para campanhas eleitorais. Mas Joesley Batista mal o conhece e dificilmente acrescentaria informações bombásticas sobre o parlamentar em novos depoimentos à Justiça.


DE RASPÃO
Cunha também citou Maia nas conversas em que tenta fechar acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal. Mas nada que abale a República, segundo pessoa familiarizada com as tratativas.


EM CHEIO
A delação da Odebrecht, portanto, segue sendo a mais delicada para Maia: ele teria recebido R$ 1 milhão em três anos eleitorais e é investigado sob a suspeita de corrupção e lavagem de dinheiro.


Pois é...


Algo como:


- Saibam todos que permitimos que Rodrigo Maia concorra à Presidência, sim...


- Não só não dinamitaremos a candidatura com vazamentos em série, como, até mesmo, numa mostra de boa vontade!, antecipamo-nos e publicamos o presente atestado de bons antecedentes para o garoto (!)


– Vai que é sua, Maia!”.


Contudo...


Bem...


- Contudo, não somos bobos.


- Não confiamos em promessas de candidato.


- Por isso, manteremos a faca no pescoço dele com nosso delator-coringa: Marcelo Odebrecht.


E, como sabem os leitores, isso não é tudo!


Afinal, as delações de Joesley/ JBS e de Cunha sempre podem ser... hmmm... “retificadas” lá na frente, certo?


Ou seja: o “sinal” dado via Bergamo é, meramente, o beneplácito para a ~candidatura~ de Maia...


- E não para a sua ~presidência~!


O beneplácito é válido, tão somente, para ~este~ momento, em que a corrida ainda não foi vencida e restam dúvidas sobre os obstáculos que restam à ejeção de Michel Temer.


Pois, contribuindo para as articulações, os Procuradores resolvem juntar-se, espontaneamente!, à operação “sedução” do ~candidato~ Rodrigo Maia.


Maia já fora registrado na semana passada em romarias aos templos do (Deus) “Mercado”, certo?


Pois agora chega, ademais, munido de um certificado de bons antecedentes... expedido pelos Procuradores!


Bem como com a promessa de um armistício do MPF, visando a um cessar-fogo.


Quem está vendido vai, finalmente, poder comprar Brasil!


*


Bem...


Talvez não...


Notem: eu disse “cessar-fogo”...


E não... tratado de paz!


Isso porque o beneplácito do MPF tem prazo de validade:


- Expira quando Rodrigo Maia assinar o seu termo de ~posse~ (!)


(aliás, assim como expirou aquele dado a Temer antes do impeachment, lembram?)


Na sequência, munidos de “Odebrecht” – e talvez até mesmo de “Joesley” e “Cunha”... “renovados”, os Procuradores iniciarão as negociações das... hmmm... “novas fronteiras” entre os beligerantes.


Refletindo os territórios conquistados (e os perdidos...) na...


- ...Guerra entre os Poderes da República!


E aí...


Lá na frente...


A depender das conversas...


Sairá então, finalmente:


- o Tratado de Paz.


(ou... a nova declaração de guerra total!)


*


Em resumo, os Procuradores prometem agora que, com Rodrigo Maia, a “sangria” ~estará~ “estancada”.


Bem...


Ao menos temporariamente!


Com uma mensagem aparentemente “contraditória” - (1) “Maia está livre de Cunha e da JBS”, mas (2) “está ~pendurado~ na Odebrecht” - os Procuradores dizem simplesmente que estão dispostos a sair do modo “guerra total”/ “tudo ou nada” em que se encontram.


“Muito nobres”, resolvem fazer o primeiro gesto e propõem o armistício!


A sequência lógica é que...


- Deixam desde já o “convite” – na verdade, ~intimação~... – para... hmmm... “novas conversas”...


- Já com o ~novo~ governo!


- Pááááááááá!


*


Tomem nota:


- Testemunhamos aqui o test drive da "democracia" (aspas!) à Iraniana no Brasil.


Em que...


- Cabe a Procuradores, em concurso com o Judiciário – e a Mídia!, dar o beneplácito a candidatos a candidatos à Presidência (!)


Bem...


Dar o beneplácito ou...


- ... vetar, né??


- Pááááááááá! (2)





*   *   *


- Siga no Facebook:



- E no Twitter:



*

Achou meu estilo “esquisito”? “Caótico”?

- Pois você não está só! Clique nos links para estes artigos e chore as suas mágoas:







*

A tese central do blog:



*


Quando perguntei, uma deputada suíça se definiu em um jantar como "uma esquerdista que sabe fazer conta". Poucas palavras que dizem bastante coisa. Adotei para mim também.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba novos posts por email!