Destaque:

Estado brasileiro na encruzilhada. Já sabemos o que a Globo quer... e você?

Atualizado em 7/12: O <<juízo final>> no STF hoje Queria poder dizer que criei esta montagem, mas não......

Receba novos posts por email!

2.12.16

Por que riem: a blindagem criminal do PSDB. Será sempre assim? Não!


Por que riem: a blindagem criminal do PSDB. Será sempre assim? Não!


Por Romulus


Vi no meu feed nas redes sociais várias pessoas compartilhando este vídeo:



É um bom resumo audiovisual da blindagem do PSDB.

Como vimos dizendo no blog, a proteção ao PSDB não decorre propriamente de um "gosto pessoal" pelos caciques tucanos.

Também... quem haveria de ter um "gosto pessoal" por líderes "carismáticos" como José Serra, Aécio ou Alckmin, não é mesmo?

(isso para ficar nos últimos candidatos presidenciais...)

Por que então a proteção ao partido?

De onde ela vem?

Será sempre assim?

Alguém ameaça tomar o seu lugar?

Vamos responder a essas indagações por partes.



*

Quando a “base” é o “topo”





A proteção deve-se não a carimsas, mas, isso sim, ao pragmatismo das suas "bases" sociais:

- O PSDB é, no quadro político-partidário brasileiro 'O' "cavalo" do "Mercado".

Cavalo no sentido (quase) concreto, ou seja, <<hípico>>, mas também (e mais importante nesta análise) no figurado, aquele do <<espiritismo>>.

*


“Cavalo” no hipismo – o sentido (quase) concreto: a dominância ideológica do “Mercado” sobre o PSDB

O “Mercado” cavalga o PSDB. Simples assim.

Faz a sua... hmmm... “crina” como bem entende.

Não por acaso, lideranças históricas, como Bresser Pereira, que não rezavam pela cartilha do neoliberalismo - na sua versão “primo pobre”, da contrafação da PUC-Rio - foram alienadas do Partido.

Contrafação “primo pobre”?

Isso mesmo:

<<Estado forte SIM! Mas (apenas) para - e pelo - rentismo/banca!>>

Pergunta simples: em qual pilar do liberalismo econômico se sustentam os <<bilhões>> de reais gastos anualmente em contratos de sawp cambial, com que o Banco Central protege o Mercado das flutuações da moeda brasileira?

Pergunta simples (2): em qual livro do Milton Friedman encontramos, num contexto de depressão econômica (!), a recomendação para um mix de política fiscal e monetária contracionistas – “dê-nos juros! Mais juros!” combinado com uma “PEC da morte” (ou, antes, um Joaquim Levy)?

Pois é... como disse:

- <<contrafação>> do liberalismo made in PUC-Rio.

E regiamente paga!

A PUC-Rio é o melhor exemplo, no Brasil, de captura da academia pelo “Mercado”.

Por mais de uma das dinâmicas de captura inclusive!

Abarca desde a esperteza pura e simples, travestida de convicção acadêmico-intelectual, até a boa (?) fé de um “cruzado” da causa.

*

Os espertos

Para os “maliciosos”, o primeiro grupo, há sempre a revolving door, a porta giratória que garante a lucrativa ida e volta (indefinidamente) entre Regulador e regulado (BC/Fazenda/BNDES – “Mercado”).

Notem: essa porta gira, gira e gira... e também para na...

- ... PUC-Rio!

Pergunta:

- Para onde foram Pedro Malan, Gustavo Franco e Ilan Goldfajn depois de suas passagens pelo governo, nos anos FHC?

Isso mesmo: PUC-Rio.

Aliás, falando tanto em “cavalos” no post, não pude deixar de me lembrar desta passagem do Nassif de 2014:

André Lara Resende



*

Os Zelotes


o segundo grupo, o dos “crentes” verdadeiros, é composto pelos “cruzados” da causa liberal.

Esses, menos... hmmm... “aguçados”, digamos assim, que os maliciosos aí de cima.

Para esses, a quem falta malícia - ou até mesmo a ganância, por que não? - há sempre a segunda arma de captura, mais sofisticada que a primeira:

- A captura ~ cultural ~

Quer um exemplo de alguém que crê, de todo o coração, que “faz o bem” defendendo o neoliberalismo?

Pois se trata de outra filha da PUC:




*
Modalidades de captura do regulador pelo regulado

A respeito do tema escrevi em outubro:

../Desktop/captura/captura_000011%20copy.jpg../Desktop/captura/captura_000012%20copy.jpg

(...)

../Desktop/captura/captura_000014%20copy.jpg../Desktop/captura/captura_000015%20copy.jpg


*

Pois onde está o nosso exemplo de captura cultural, Mônica de Bolle, hoje?

Google:



Google:

../Desktop/Screen%20Shot%202016-12-02%20at%2000.30.59.png


Wikipedia:

../Desktop/Screen%20Shot%202016-12-02%20at%2000.35.00.png


Eles por eles mesmos:

../Desktop/Screen%20Shot%202016-12-02%20at%2000.32.19.png


Tags para a Monica de Bolle:

#CapturaCultural
#SíndromeDeEstocolmo

Aliás, a fé dela é tamanha que remove (?) até montanhas (de ignorância).

Opera milagre: transforma economista em jurista!

"O que é crime fiscal", por Monica de Bolle



*



“Cavalo” no espiritismo – o sentido (mais) figurado (e pragmático!)

Como explicar as 7 (apenas?) vidas do PSDB, apesar de experiências no Executivo sofríveis – FHC no plano federal, Serra e Alckmin no estadual – e de denúncias de monta contra todos os seus caciques?

“Fácil”:

- É através do PSDB, o “cavalo”, que a entidade "Deus Mercado" baixa no "Centro" (do poder político): Parlamento e Executivo.

Ê-ê!

*

Foi assim desde 1994 até a presente <<cruzada>> da História brasileira.

Mas e agora?

Quando há uma guerra aberta dentro do Consórcio do golpe – cartel midiático / casta jurídica do Estado / “Mercado” / PSDB – para definir a nova correlação de forças no que chamamos aqui no blog de “golpe no golpe”?

Atentem para o comentário do amigo Ciro ao post de ontem, “Veja como ‘Curitiba boys’ tomaram drible da vaca das raposas no Congresso nas ‘10 medidas’”:



Portanto, mais uma vida para o PSDB?

Aliás, na contagem, ainda estamos nas “sete vidas”?

E por falar em Golpe no golpe", olhem a "revelação" (mais para "confissão"...), pelo cartel midiático, do "segredo" que comentamos desde antes do impeachment de Dilma Rousseff se consumar:

../Desktop/Screen%20Shot%202016-12-01%20at%2020.28.23.png



*

Mas atentem para a ressalva do Ciro:

O “Mercado” não age hoje (ainda) como entidade una. Ainda não fechou sua cabeça sobre qual correlação de forças prefere no “golpe no golpe”.

- Seu velho “cavalo” de guerra? O PSDB – e, grosso modo, a classe política (com seu bolso sem fundo)?

- Ou a “República Meritocrática dos Concursados Unidos do Brasil”?

Lembram do que dizíamos dias atrás sobre os concursados?

- Diferentemente dos políticos, eles ~ têm ~ convicção.

(mesmo que “não tenham provas”... rs)

../Desktop/Moro%202.png../Desktop/Moro1.png


E, indo um pouquinho mais atrás, em outubro já dizíamos aqui no blog (abaixo) que o sonho de consumo do mercado é esvaziar o espaço do poder político.

E, indiretamente, da soberania popular.

Afinal...

<<Democracia é uma droga quando você é (o) “1%”>>

/..:Desktop/R%20O%20M%20U%20L%20U%20S%20br.com/%20Já%20riu%3f%20Agora%20senta%20e%20chora/%20a%20morte%20da%20soberania%20popular%20por%20envenenamento/R%20O%20M%20U%20L%20U%20S%20br.com/%20Já%20riu%3f%20Agora%20senta%20e%20chora/%20a%20mor


Notem:

- O “cavalo” PSDB tem um grande "defeito": ele precisa, de tempos em tempos, de <<voto>> !

Ou seja, não é um “puro sangue” mercadista.

Como disse acima, políticos não têm <<convicções>>. E tampouco requerem <<provas>> contundentes para mudar de lado.

Senão “noblesse”, como no ditado, <<urna eleitoral>> “oblige”, não é?

Lembram do problema de ser o 1% na democracia?

Pois então...

Imagina o seu cavalo!

Pergunto:

O que ocorre quando o pobre do animal leva, de um lado, chicotadas do mestre para ir mais rápido ao <<destino traçado>> e, do outro, por essa marcha forçada, não tem oportunidade de pastar ("comer" votos)?

Resposta - o que ocorre é isso aqui:



Mas notem, contudo, que - como com todo ser humano - acima de convicções e de "avenças" está a própria sobrevivência:

../Desktop/Screen%20Shot%202016-12-01%20at%2023.25.21.png


*

“Puro sangue”

Agora imagine você se o engenho humano fosse capaz de criar um cavalo puro sangue especial...

Uma linhagem que – milagre! – prescinde de... “pastar”!

Foco no endereço na internet desta foto!



- Votos? Para quê? Passei num concurso, ora! Sou inamovível e vitalício, saiba você, mero “cidadão”! E, apesar de não ter provas, tenho convicção (de coração!) de que o livre mercado, o livre comércio, moeda forte e impostos baixos são a melhor maneira de desenvolver uma sociedade. Inclusive em termos distributivos! Porque a riqueza criada no topo necessariamente escorre para a base! O Reagan não te contou não? Pois eu li na Miriam Leitão! O quê? Política industrial?? Progressividade na taxação da renda? Jamais!! Quem tem mais dinheiro certamente teve mais <<mérito>>.

*

Estão entendendo a divisão do mercado entre pró-concursados vs. pró-classe política (de direita / fisiológica) como agente preferencial para dar o “golpe no golpe”?

Pois então.

O Ciro deixa entender, no seu comentário, que a "racionalidade" aponta para o segundo agente: a classe política (a de direita ou amorfo-fisiológica).

Isso no curto prazo, pois ninguém aguenta mais a tal “travessia no deserto”.

Mas é evidente que o “Mercado” tem sonhos eróticos com a tal da “República Meritocrática dos Concursados Unidos do Brasil”...

Por enquanto, isso é coisa de longo prazo.

Mas...

Sonhos que são - que enredam inclusive a classe média, na sua busca por "heróis" e "mocinhos"- será que um dia se realizam?

*

Nesse caso cumpre perguntar:

- Seria “sonho” ou “pesadelo”?

*

Racionalidade e/ou bom senso

Notem que o Ciro, espertamente, usou no seu comentário a palavra “racionalidade”. E não “bom senso”, como o motor da tomada de decisões do "Mercado".

A racionalidade é falha, como ensina a pós-modernidade.

E o “bom senso”?

Bem... pode até ser falho também...

Contudo, esse, a nossa elite já demonstrou que nem mesmo tem.

Leia o comentário do Junior50, rara voz com bom senso no tal do “Mercado”, jogando a toalha:


../Desktop/junior%201.png

E, aqui, a minha resposta:

../Desktop/junior%202.png../Desktop/junior%203.png


*

(Pesadelo) Extra:

Luis Roberto Barroso no STF

Lembram da decisão de Barroso e sua turma de descriminalizar, num caso concreto, aborto até o terceiro mês de gravidez?

Lembram que brinquei (?) que quem fosse afeito a teorias da conspiração poderia apontar esse “nobre gesto humanista” de Barroso – neste momento!! – como coisa de 5a coluna? De sabotador?

Pois então... olhem o comentário à minha postagem no Facebook do artigo de ontem:

../Desktop/Screen%20Shot%202016-12-01%20at%2022.56.38.png


Vocês creem realmente que alguém esperto como Barroso não sabia que estava colocando não uma faísca mas uma <<Bomba H>> num barril de pólvora?

Barroso pode ser tudo...

Menos burro!

Ex-aluno, dou testemunho pessoal. Partilhado, inclusive, com outros ex-alunos:


E, hoje, Barroso vota no STF contra Renan Calheiros, por casualidade Presidente de um dos Poderes ~ políticos ~ do Estado, aceitando todas as três denúncias contra o... ~ peemedebista ~ :

../Desktop/Screen%20Shot%202016-12-02%20at%2002.04.53.png../Desktop/Screen%20Shot%202016-12-02%20at%2002.05.15.png../Desktop/Screen%20Shot%202016-12-02%20at%2002.05.57.png../Desktop/Screen%20Shot%202016-12-02%20at%2002.07.55.png


*

Extra (2): “renúncia ainda em 2016” - a última barganha de Temer?

../Desktop/Screen%20Shot%202016-12-02%20at%2002.08.17.png


*
Atualização 9:15

"Renúncia de Temer" - gritos e sussurros (até "do além") antes do Apocalipse?

- A bomba H.

(...)


- Um "grito" (25/11).


- A mudança de discurso do PT.




- A voz do além (só no Brasil... rs)


Ou melhor: deve ser a ~ proposta ~ de acordo. Sentado em cima da(s) Bomba(s) H: Odebrecht e renúncia em 2016 + eleições indiretas.

Onde tem fumaça - de defumador de pai de santo? - tem fogo? (rs)

*

Sobre "Diretas Já", minha parceira Giselle e eu (e outros, "anônimos"...) saímos na frente, em 4/10:

http://www.romulusbr.com/2016/11/diretas-ja-e-preciso-restabelecer.html


Por quê?

Porque mesmo antes disso já se desenhava o "golpe no golpe", não é mesmo?

Era o segredo de polichinelo que - só ontem! - a Folha resolve "revelar" - em menos de 10 parágrafos:





"Revelar"? Prefiro "confessar", dona Folha. "Fogo de encontro"?




Esquerdas

A questão é que o revés eleitoral de outubro deixou as esquerdas temerosas. Razão pela qual, inclusive, muitos leram o nosso artigo então, mas poucos assumiram a bandeira.

Bandeira que agora é desfraldada, inclusive, por Lula & Dilma.

Ou seja, minha gente:

<<Diretas já!>>

*

Atualização 11:30:

Lembram da brincadeira que fiz dois dias atrás, citando a série "Game of Thrones"?
Disse então que Gilmar Mendes foi a autoridade que oficiou o "casamento vermelho" (exemplo de bodas seguidas de traição sangrenta e fatal), entre os Procuradores do MPF e todos os "aliados" que os traíram na Câmara:


Pois não é que o "Meister" Gilmar voltou ontem à cena do crime? Para novas facadas nos moribundos??








Obs: Moro e americanismos

Notem - ainda nos 30 segundos (!) iniciais do primeiro vídeo - como Sérgio Moro se refere (por duas vezes) às ~ disposições ~ do Projeto de Lei coibindo o abuso de autoridade como "provisões".

Falso cognato do...

- ... inglês!

"provision"...



Ele pode não falar inglês bem, como demonstrei em 15/9



... mas que o Moro tenta, ele tenta! (rs)


Aliás, se Moro não fala bem inglês, tampouco fala bem o português mais...

(se é que falou um dia, né?)

Lembram da carta dele à Folha, querendo ser editor, determinando o que convinha ser publicado e o que "deveria ser evitado"?








Fora (a tentativa de) português barroco, Moro erra até mesmo no básico:



Resumindo:

Moro saiu de um português incerto, mirou no inglês (dos seus amigos americanos), errou o alvo, e acabou perdido em algum lugar no meio do caminho.

Isso porque a definição de "provisão" em português - e em todas as línguas neolatinas, posto que a origem do termo é o latim - é esta aqui, ó:



Moro:

- Que tal ~ aprovisionar ~ humildade?

*

Atualização 12:30:

Manipulações nas redes sociais...



*

Atualização 14:30 - mais reações

- A cooptação da ex-centro-esquerda ("PSDB") pela Banca + "onde estão os militares nacionalistas?" (reações ao artigo)







- A volta de FHC à cena.
(frio na espinha!)






- Reação ao artigo: captura do pensamento do regulador pelo regulado - recomendação de leitura.



Traduzindo...





- Mercado: "os gringo pira" no "Moro presidente" vs. quem vive (ou morre...) de perto.





- E bate o desespero. Cadê essa p... dessa fadinha, car..lho?





- "Substitua carne por ovo" vol. 2*

Do twitter do...

- ... B A N C O  C E N T R A L  D O  B R A S I L (!) 




video

Sim... o vídeo é real.

Do meu inbox no Face:




*O vol. 1, como hão de lembrar, foi fogo amigo do outro lado:





- (pequeno) Alívio cômico.


- Renúncia de Temer (cont.)





- "Game of Thrones": "Meister" Gilmar chega para cuidar da hemorragia do paciente.




*

Lealdade e caráter não são nem de esquerda nem de direita. Ou tem ou não tem. A Kátia...



... tem!

*

Do twitter:

Resuminho:






*

Trauma do Maracanã e a pequenez de um "líder"

Do meu inbox no Facebook:




video

*




*   *   *


(i) Acompanhe-me aqui no blog: assine aí embaixo para receber novos posts por email!


*


(ii) No Facebook:



*


(iii) No Twitter:



*


(iv) E também no GGN, onde os posts são republicados:



*



Quando perguntei, uma deputada suíça se definiu em um jantar como "uma esquerdista que sabe fazer conta". Poucas palavras que dizem bastante coisa. Adotei para mim também.















5 comentários:

  1. Romulus, os postos estão se tornando praticamente impossíveis de ler, dado o nível de ruído. Imagens, imagens, imagens, re-postagens, textos quebrados e alquebrados. Segui em frente, mas não consegui descobrir qual o ponto que o texto busca provar. Bem, que tal moderar um pouco o estilo ou tentar escrever um texto tradicional onde seu raciocínio seja mais claro de se perceber e seja melhor estruturado?

    Abraços e boa sorte !

    Ivan Pedro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehehe valeu pelo feedback!
      Velha crítica... muitos concordam c/vc.
      Tb velha resposta: por isso o link aí embaixo sobre as críticas ao estilos.
      Abs!

      Excluir
  2. Gozado... Pois eu gosto muito. Metendo o pé nas metáforas, acho que as dificuldades da escalada são amplamente compensadas pela vista. Esse negócio de hipertexto é bacana, as referências ficam logo ali à mão, os emojis pontuam e expressam, e estou aprendendo a "ler" os artigos à medida que o Romulus desenvolve a arte. É como me alfabetizar outra vez! E as conclusões dessa mixórdia criativa entre o autor e seus leitores são sempre instigantes. Sou fã e usuário. Deixo até um emoji pra ilustrar meu ponto: :-)

    PS: removi e republico, pra poder editar e consertar uns errinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ih, elogio do EXPERT!

      Agora que ng segura! hahaha

      Excluir
  3. Romulus, concordo com o Aroeira, continue fugindo do estilo fraque e cartola.
    A respeito do contra-fogo, é sempre sensato preparar um aceiro antes de iniciá-lo. Acho que esqueceram.

    ResponderExcluir

Receba novos posts por email!