Destaque:

Estado brasileiro na encruzilhada. Já sabemos o que a Globo quer... e você?

Atualizado em 7/12: O <<juízo final>> no STF hoje Queria poder dizer que criei esta montagem, mas não......

Receba novos posts por email!

11.3.17

Temer "machista", Miriam Leitão? Pois, "toma que o filho é teu", ora!

../../Desktop/Screen%20Shot%202017-03-11%20at%2017.55.35.png


Temer "machista", Miriam Leitão? Pois, "toma que o filho é teu", ora!


Por Romulus & Núcleo Duro

Lá no Facebook:

(...) - Toma que o filho é teu!
- Não senhor!
- Guarda o que Deus lhe Deu! (...)

Poxa, Miriam Leitão!

Conhece a canção "Nega Maluca", célebre na voz da cantora Linda Batista (1951)??



Acho que não, né...

Afinal, ela era Varguista! Rs




[E a História se repete?
(...)
- Como é que é, Linda, ~ele~ vai voltar?
- Vai... de ponta a ponta querem que o ~Gegê~ volte! (...)

]

*

Pois ouça aqui, minha cara!

E veja, inclusive, o programa inteiro...

Afinal de contas, foi ao ar no seu canal:




*

Fica aqui, então, a minha homenagem - atrasada, eu sei... - de "8 de março"...

Para você e para essa grande cantora da Era do Rádio.

*

Cereja no bolo (ver abaixo):

O cabotinismo de Miriam, ao ressaltar em sua coluna "a diferença que ~a mulher~ (qual será?) fez no... jornalismo econômico"...

- Ah, bom!

<<Só eu sinto vergonha alheia??>>


*

Racismo, machismo e outros preconceitos na Cultura de outrora

P.S.:

Seguindo o ~meu entendimento~ sobre obras culturais que, ~refletindo o seu tempo~, contêm referências politicamente incorretas, em vez de ~interditar~, coloco nesta "nota de rodapé" a ~contextualização~, óbvia, de que...

<<Uma "’nega’ (!) ...
... maluca (!)...
... que vai a um bar (!) ...
atribuir filho a quem não o reconhece (!)" ...
é reflexo de estereótipos negativos que - oxalá -
um dia erradicaremos do Brasil>>

Apesar do "filho" Temer, Miriam...

*

Aliás...

Diz o povo que “filho feio não tem pai”, não é mesmo?

<<Pelo visto, tampouco tem ~mãe~!>>


*

Aqui, a coluna com o inteiro teor da “revolta” de mamãe com o rebento:

"MIRIAM: TEMER DISSE O QUE REALMENTE PENSA DAS MULHERES"

../../Desktop/Screen%20Shot%202017-03-11%20at%2017.55.35%20copy.png../../Desktop/screenshot-www.brasil247.com-2017-03-11-17-56-17.png

*

Bate-bola:


Piero: lembrando que ela foi a 1a a entrevistá-lo...

Romulus: Essa historia toda me lembrou a teoria da "impopularidade ~voluntaria~", do João Antônio... ninguém pode ser tão sem noção!

Laura: Ninguém pode ser tão desinformado a respeito da sociedade em que vive e governa quanto ele e sua trupe. Céus! Ele vive completamente fora da realidade... Eu acho ele ignorante mesmo, naquela acepção discutida por Bourdieu a propósito do conceito de Alodoxia.

Zeca: Estou até agora achando que foi proposital aquela frase do supermercado. Ninguém consegue dizer isto com tanta naturalidade, por mais idiota que seja; pelo menos não em público e dirigindo-se a toda uma nação

Henrique: Essa frase é o governo.
Sem noção. Sem direção. Sem sentido.
Foi o resumo de tudo. Nada melhor para explicar.

Mauro: Pessoal, liberais, libertários e neo-liberais não são anti-feministas por vocação. Adam Smith, o pai de todos, nunca discriminou entre operárias e operários. Não há nada de surpreendente na afirmação de Miriam Leitão!

Romulus: O que esta errado é que ~ela~ ajudou a botar o cara lá...

Achei q isso ficava claro com a referencia à canção.

Mauro: Sim. Isso é outra coisa. Existe o feminismo neoliberal, coerente com a ideologia econômica e jurídica do sujeito-possessivo universal. Você é o que você possui -- e suas ações são suas atividades no mercado (de bens, de serviços, etc.).

Ajudou a por o cara lá. Os fins justificam os meios (Maquiavel). Os fins principais (política econômica neoliberal, alívio para a coalizão PMDB-PSDB) justificam os meios (golpe parlamentar, etc.). Mas ... discriminação racial, de gênero, de etnia -- nada disso é essencial ao capitalismo. Valor-trabalho (marxistas, estão ouvindo?) não discrimina raça, gênero ou etnia. Ou discrimina? Questão importante que não pode ser tratada aqui por falta de espaço.

Piero: e, de outro lado, há também o feminismo pós-foucaultiano, que encapsulou o sujeito-possessivo à posse do próprio corpo. Mas, deixemos claro antes que eu seja jogado no poço de apedrejamento, que se trata de uma propriedade muito parcial. "Meu corpo é só meu", é o que se vê em cartazes. Sabemos que não é bem assim, no momento mesmo em que você põe um alface na boca. Nesse sentido, essa é uma posse que se limita apenas a um problema de "escolhas individuais". Para mim, esse foi o tempo, em junho de 2013, que a molecada que saiu às ruas pedindo suas "posses" encontrou ressonância na burguesia, e vice-versa.

<<Miriam Leitão, nesse sentido, não vai ver contradição alguma entre ser mulher e defender o projeto golpista, sem defender "aquilo que Temer pensa da mulher">>

Pois se trata apenas de fracionar, parcializar o pensamento de Temer, sem considerar que há um todo aí que torna aquilo que ele fala sobre a mulher algo mais sistemático do que a Globo possa crer...

Maria: Por que será que eu penso tanto em ideologia? Mauro tem razão, é claro, mas aí é onde o Piero está coberto de razão. As políticas identitárias que reivindicam suas "posses" (engraçado que esse era um termo dos rappers da periferia) de fato confinam o sujeito ao próprio corpo e às escolhas individuais de seu uso. Divide and rule! Que melhor maneira de embaralhar a percepção do todo (do Marx ou do discurso do Temer), minando a resistência dos que são suas vítimas? E aí a gente pede frente única das esquerdas e não sabe por que não funciona!

Laura: Achei este artigo mto bom:

BRASIL.ELPAIS.COM

*

P.P.S.: post em homenagem (também...) ao meu pai. Que, apesar de tucano, (este...) não tem vergonha da brasilidade e da cultura brasileira...

Muito pelo contrário: sendo ele grande fã de Noel Rosa, cresci ouvindo ele tirando no violão os sambas de outrora...

Então, um beijo pro meu tucano de estimação!




*

Atualização:

Tinha subido o vídeo do Huff Post (até...) em espanhol pro youtube, mas esqueci de colocar aqui:




*

Estamos incomodando...





*   *   *

Achou meu estilo “esquisito”? “Caótico”?


- Pois você não está só! Clique na imagem e chore as suas mágoas:


(http://www.romulusbr.com/2016/12/que-poa-e-essa-vol-2-metalinguagem.html)


(http://jornalggn.com.br/blog/romulus/que-p-e-essa-ora-essa-p-e-romulus-por-o-proprio)


*


(i) Acompanhe-me aqui no blog: assine aí embaixo para receber novos posts por email!


https://lh3.googleusercontent.com/J5GR6RTZJ7pt1pkG0gIEZkqS9Zh-YP0epXqEy8zXOX1yTFAFV4RPbrk0-t08q7O9Qw7eoSaGDjC0sLzVIAhmSRv7WRvhjB6GyUxfdW0l5YjXCQhlSDhyzGjtlRx7IQtH3DlI7us


*


(ii) No Facebook:


https://lh6.googleusercontent.com/7qDhkW7kt2VUdiKDI7Fb_MN6iBzhKh3WZ6JCcpDBiYwZlfGfQirNKx1CBirbVf02S02piZuC2TquQXACfNszK5U8iHFvOAKYKh73ZzA4RA9tV3smMzTDDaGZETShHSC5D6NNJuc


*


(iii) No Twitter:


https://lh5.googleusercontent.com/qdEvmS27_bnYauukZLgaQDwCoxsttlV9VlEkqxpaB4I2K3FR7wn2l3ftcP5HcuT_8FJL2eyAhfYt7gKttSTt-v-ZyjVpxrnGRwpmzcQmWwPZqlQ2UZdD67AiWb_605U9S6S69fE


*


(iv) E também no GGN, onde os posts são republicados:


https://lh5.googleusercontent.com/YHvaoddoegv9hVMP9ntNrtER6BwiamTqYUvBA6fRMAkOwiSD0kq-3SrfOIIEVWRzPfs-H8FJ6NWFqesjopT4-XaxupwOQcB-vlaYQqsyP6_0B7zQ8JIC3FsvWTsCj15DXoNj3Uc


*





Quando perguntei, uma deputada suíça se definiu em um jantar como "uma esquerdista que sabe fazer conta". Poucas palavras que dizem bastante coisa. Adotei para mim também.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba novos posts por email!