Destaque:

Estado brasileiro na encruzilhada. Já sabemos o que a Globo quer... e você?

Queria poder dizer que criei esta montagem, mas não... recebi de um seguidor no Facebook, como comentário a um artigo anterior. rs ...

Receba novos posts por email!

17.12.17

Valesca Popozuda lacra “críticos” do Expresso da Manhã: beijinho no ombro!


Valesca Popozuda lacra “críticos” do Expresso da Manhã: beijinho no ombro!

- Pr@s recalcad@s...

Por Wellington Calasans & Romulus Maya


Sobre certos recalques de “progressistas” (sic) dirigidos a "esses tais dois blogueiros que vivem na Europa e querem falar de Brasil pra gente que mora aqui", muito bem diz o (irmão!) Wellington Calasans o que vai mais abaixo. Mas ao que ele diz ainda acrescento que:

- Justamente por vivermos os 2 em Estados de direito - Suécia e Suíça, ambos com longa tradição democrática, de neutralidade, de acolhida de asilados, de defesa dos direitos e garantias fundamentais e do jornalismo livre - é que temos a PLENA liberdade de INFORMAR, para além da liberdade de expressão.

- E é exatamente por isso que as (melhores!) fontes têm nos procurado, uai! Sabem perfeitamente que, em procedendo a informação após a nossa checagem, será publicada! E, assim, furará o bloqueio do PIG, bem como as ameaças da meganhagem!, chegando, finalmente, a toda a cidadania brasileira!

- Chega a ser risível a "crítica" (sic) de NÃO declinarmos, em hipótese alguma!, o sigilo de fonte! Parece que quem fala tamanho disparate, em vez de nós 2, é que não vive no Brasil atual! Sabe quem tampouco tolera sigilo de fonte? O SÉRGIO MORO!! Pergunta ao Eduardo Guimarães!!

Meu recado pr@s recalcad@s é dado pela sensacional Valesca Popozuda: beijinho no ombro!



Valesca, aliás, que é fãzona do Lula! Fez até funk pra ele em 2010!


*

Diz Wellington Calasans na sua página no Face:

"O problema não é morar fora do Brasil. O problema é achar que mora no Brasil e continuar a assistir a Globo e se informar pelo PIG - Partido da Imprensa Golpista.

O acesso às fontes é de fundamental importância para o êxito de um trabalho jornalístico.

Morar fora do Brasil neste momento em que há um visível "Estado de Exceção" é uma das vantagens que eu e Romulus Maya temos.

Muitas fontes importantes têm nos oferecido material de qualidade para fundamentarmos as nossas denúncias, comentários e reportagens.

Há quem questione a "omissão da fonte". Já pensou se o anonimato da fonte não fosse preservado? Temos feito denúncias graves contra figuras perversas que ocupam o poder no Brasil.

Por isso, preservamos as fontes e assumimos o material publicado, assinando-o. O "Sigilo da Fonte", neste caso, significa a preservação de uma vida.

Se depois desta explicação ainda há dúvida, recomendo uma visita a uma introdução sobre o assunto em uma fonte colegial, bastante apropriada para quem questiona o papel da fonte no jornalismo:

Ou um jurídico para quem já entendia o que eu e Romulus temos feito".

*


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba novos posts por email!