Destaque:

Estado brasileiro na encruzilhada. Já sabemos o que a Globo quer... e você?

Queria poder dizer que criei esta montagem, mas não... recebi de um seguidor no Facebook, como comentário a um artigo anterior. rs ...

Receba novos posts por email!

14.7.20

BOMBA Odebrecht: Lula chuta para gol? Ou vem aí um novo BANESTADO? – D.E.14/jul/2020

BOMBA Odebrecht: Lula chuta para gol? Ou vem aí um novo BANESTADO? – D.E.14/jul/2020



Diretamente da Suíça, Romulus Maya, Editor-chefe do Duplo Expresso, recebe (i) Nildo Ouriques, economista, Professor da UFSC e Membro do Diretório Nacional do PSOL; e (ii) Piero Leirner, antropólogo, mestre enxadrista, Professor Doutor Catedrático de “Guerra Híbrida” no D.E..
Em pauta: a conjuntura política, na iminência da decisão de maior gravidade de Lula — para si e para o Brasil — desde que decidiu se entregar no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC:
— Recebendo os documentos originais da Odebrecht na Suíça, aqueles que provam falsificação de provas E REVELAM NOMES OCULTADOS pela Lava Jato até aqui, Lula dará um “reset” no jogo?
— Expondo juízes, procuradores, generais, almirantes e jornalistas que tenham levado grana da Odebrecht?
— E, principalmente, o nome do “doleiro dos doleiros”, Dario Messer — nome que não pode, em hipótese nenhuma, ser pronunciado na frente de Sergio Moro?
— Ou, seguindo sua tendência “conciliadora” — e submetendo-se uma vez mais aos conselhos do chamado “PT Jurídico” — enterrará o dossiê, tentando um — limitado — “acordo por cima” — que resguarde apenas a cúpula do PT (e não toque no essencial: o programa de Guedes)?
— Alô, você, sindicalista de estatal prestes a ser privatizada por Guedes!
— Alô, você, do “baixo clero” de movimento social prestes a ser dizimado com #PatriotActTabajara/ associação dos Generais ao PCC, no marco do #EvangelistãoDoPó!
— Vai ficar inerte de novo?
— Vai deixar Lula ser pressionado apenas pelo “PT Jurídico”, mais uma vez?
— É o seu que está na reta!
— Não o deles…
— Cumpre a você se somar ao D.E. e exigir que o dossiê Odebrecht não termine como um novo #BANESTADO — enterrado num “grande acordo nacional, com Supremo, com Moro, com Heleno, com (cúpula do…) PT, com tudo”.
Em síntese: última chance para o Brasil. E para o mundo do trabalho. Ao menos nesta geração.
Qual vai ser?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba novos posts por email!