Destaque:

Estado brasileiro na encruzilhada. Já sabemos o que a Globo quer... e você?

Queria poder dizer que criei esta montagem, mas não... recebi de um seguidor no Facebook, como comentário a um artigo anterior. rs ...

Receba novos posts por email!

28.3.19

Exclusivo: Governo age – ocultamente – pela demissão de Paulo Guedes (olho na “Guerra Híbrida”!)

Exclusivo: Governo age – ocultamente – pela demissão de Paulo Guedes (olho na “Guerra Híbrida”!)

– Muitos festejaram a acachapante “derrota” do governo com a aprovação da PEC que estabelece o orçamento impositivo na Câmara dos Deputados – sob Rodrigo Maia. Nunca se ouviu falar de tamanha “derrota” de um governo. Ainda mais com menos de três meses de ascensão ao poder. Até mesmo Dilma, no vale da impopularidade, na votação do impeachment teve lá por volta de 100 deputados. Pois Bolsonaro tem hoje apenas 3 (depois dobrados para 6)? 49 deputados do seu partido, o PSL, que votaram a favor da PEC – incluindo o “Bolso-filho 03”! -, estariam na oposição? Ou há algo mais aí?
– O fato – e aqui a informação exclusiva que sustenta este texto – é que o governo não mexeu uma palha para impedir a aprovação do orçamento impositivo – “pauta bomba” – na Câmara. Da mesma forma, nada está a fazer para impedir uma nova “derrota”, desta vez no Senado.
– A perplexidade de Senadores aliados de Bolsonaro, de direita, com o coice (oculto) que o governo dá, tanto em Paulo Guedes como no “mercado”, não poderia ser maior. Pegos no contrapé, técnicos do Senado mostraram-se mais realistas que o rei. Ou melhor, mais “mercadistas” que o próprio governo, “ultraliberal”, que ostenta Guedes como “super-Ministro” da Economia. Isso porque tal governo trabalha – ainda que de maneira dissimulada – a favor do orçamento impositivo. Ou seja, do fim do teto de gastos!
– E o que explica isso? A chamada “abordagem indireta” de destruição, típica da Guerra Híbrida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba novos posts por email!